27 fevereiro 2014

Estreias da semana - 27 de Fevereiro de 2014

Bom dia, caros leitores, e bem-vindos a mais um post das estreias da semana.

A partir de hoje, dia 27 de Fevereiro, vamos ter seis novos filmes nas salas de cinema portuguesas, de estilos muito diferenciados. Mais uma vez as distribuidoras têm optado por fazer estrear, a conta gotas, os filmes mais nomeados para os Óscares que se avizinham, e é neste sentido que estreiam "Nebraska", "Um Quente Agosto" e "Ciclo Interrompido", que por coincidência são os filmes que achamos por bem destacar com mais ênfase.

"Nebraska" foi nomeado para seis Óscares, nas categorias de Melhor Filme, Melhor Realização, Melhor Argumento Original, Melhor Actor, Melhor Actriz Secundária e Melhor Fotografia.

O filme já foi visto pelo Aníbal, que muito dele gostou, conforme ele próprio explicitou na crítica que escreveu, cuja conclusão passo a transcrever: «O que também está em causa em "Nebraska" é a manutenção de uma família que tem lidar com os erros do passado, um casal que não se divorciou porque na época parecia mal e procurou lutar para ficar junto, que não se parece amar mas nutre alguma cumplicidade, visível nos momentos em que Kate defende o esposo. Estes não formam uma família feliz, nem devastada. São seres humanos comuns, com as suas qualidades e defeitos, filmados a preto e branco, que viajam pelos Estados Unidos da América e vivem alguns episódios em conjunto que prometem deixar marca nas suas vidas e nas dos espectadores. Mais do que o desfecho sobre a carta premiada, o que interessa é a jornada destes personagens, a sua viagem, enquanto a câmara de filmar explora os territórios envolventes e nos dá pequenos pedaços dos mesmos. Estamos perante uma obra sublime, marcada por uma enorme humanidade, interpretações de bom nível, algum humor e uma cinematografia digna de registo, naquele que é um dos grandes filmes a estrear nas nossas salas de cinema em 2014

O enredo de "Nebraska" centra-se num indivíduo alcoólico (Dern) que viaja desde Montana até ao Nebraska para arrecadar o prémio de um milhão de dólares da Publisher’s Clearing House. Este personagem irá contar com a companhia do seu filho (Forte), que apesar de ser bastante afastado do pai decide acompanhá-lo para evitar que este se envolva em sarilhos.

O filme foi realizado por Alexander Payne ("The Descendants"), através do argumento do próprio. "Nebraska" conta no elenco com Bruce Dern ("Twixt"), Will Forte ("MacGruber"), Bob Odenkirk ("Breaking Bad"), Stacy Keach ("The Bourne Legacy"), Devin Ratray ("Home Alone"), entre outros.

Trailer





"Um Quente Agosto", por sua vez, arrecadou duas nomeações, para as categorias de Melhor Actriz (Meryl Streep) e Melhor Actriz Secundária (Julia Roberts).

Esta obra também mereceu a admiração (ainda que não tão efusiva) do nosso crítico de serviço, que também lhe escreveu uma crítica. Eis um excerto da mesma: «Os diálogos por vezes atingem níveis intensos, seja quando Violet está sob o efeito de doses "de elefante" de calmantes ou Barbara solta um fofinho "Eat the fish, Bitch!" para a mãe comer o peixe, ao mesmo tempo que encontramos uma família em desagregação, tão típica dos dias de hoje, algo evidenciado pelas palavras da personagem interpretada por Meryl Streep: "I'm so glad one of my girls stayed close to home. In my day, family stuck together". Hoje em dia torna-se cada vez menos comum vermos famílias reunidas frequentemente, algo evidenciada por "August Osage County" onde somos deixados perante uma família que claramente não está habituada a reunir-se com frequência, existindo todo um movimento circular onde os carros chegam e partem com facilidade e o vazio promete apoderar-se da vida de Violet. "August Osage County" está longe de poder gerar consensos. John Wells depende em demasia dos seus actores, os personagens secundários nem sempre são desenvolvidos na justa medida, mas no final "August: Osage County" resulta num drama sólido, marcado por alguns exageros na exposição dos sentimentos, onde Meryl Streep e Julia Roberts justificam o preço do bilhete com interpretações dignas de relevo e atenção

O filme foi realizado por John Wells ("Shameless”), através do argumento de Tracy Letts (autora do artigo vencedor do Pulitzer). "August: Osage County" conta no elenco com Julia Roberts ("Mirror Mirror"), Meryl Streep ("The Iron Lady"), Chris Cooper ("The Muppets"), Juliette Lewis ("The Other Sister"), Abigail Breslin ("Ender´s Game"), Margo Martindale ("Million Dollar Baby"), Dermot Mulroney ("My Best Friend’s Wedding"), Benedict Cumberbatch ("Sherlock"), Sam Shepard ("Mud"), Ewan McGreggor ("The Impossible") e Julianne Nicholson ("Kinsey").

O argumento de "August: Osage County" é inspirado no artigo homónimo vencedor do Pulitzer, da autoria de Tracy Letts, e é realizado por John Wells ("Shameless”). O enredo de "August: Osage County", centra-se nas personagens de Meryl Streep e Julia Roberts. Streep irá interpretar Violet, a matriarca de uma família sulista, que é viciada em drogas. Julia Roberts dá vida a Barbara Fordham, a filha mais velha de Violet, que se encontra a passar por uma fase difícil ao descobrir que o marido tem um caso extra-conjugal com uma universitária.
Apesar de todas as diferenças que acercam o relacionamento entre Violet e Barbara, estas acabam por se unir devido ao desaparecimento do marido de Violet, um acontecimento que faz com que, todas as filhas desta última retornem para casa, para ficarem ao lado da mãe. Durante este reencontro entre mãe e filhas, vários segredos da família serão revelados e vão mudar para sempre a vida de todas estas mulheres.

Trailer





"Ciclo Interrompido" está nomeado para a categoria de Melhor Filme Estrangeiro (a produção é belga).

Também ele mereceu o entusiasmo do Aníbal, e para comprová-lo eis um excerto da crítica ao mesmo que já se encontra no nosso grandioso blog: «E "The Broken Circle Breakdown" é magnífico na forma como expõe os sentimentos, contando com uma dupla de protagonista convincentes e um realizador competente que consegue não transformar tudo isto num dramalhão pueril. Se ser crítico de cinema significa deixar os sentimentos à porta da sala de cinema e surgir sempre pronto a encontrar comparações com tudo o que já foi feito, então assumo desde já o óbvio, nunca terei este ofício, nem conseguiria, algo comprovado mais uma vez ao longo da visualização desta obra, cujo enredo se desenrola em Ghent na Bélgica, mas poderia acontecer em qualquer lugar, a qualquer ser humano. "The Broken Circle Breakdown" envolve-nos no romance dos protagonistas e na sua tragédia pessoal, transforma-nos cúmplices destes a um ponto que chega a arrasar a nível emocional, deixando-nos a sentir a dor pela perda da filha de ambos e o sentimento de destruição que assola as suas almas. Emociona, comove, faz-nos viver intensamente a sua história e no final ainda nos atira com um murro no estômago, prometendo não ser esquecido com facilidade

O filme foi realizado por Felix Van Groeningen e escrito pelo próprio em parceria com Carl Joos e Charlotte Vandermeersch. No seu elenco constam Johan Heldenbergh, Veerle Baetens, Nell Cattrysse, Geert Van Rampelberg, Nils De Caster, entre outros.

Sinopse (Sapo): A história de amor entre Elise e Didier. Ela tem a sua própria loja de tatuagens, ele toca banjo numa banda. É amor "à primeira vista" apesar das grandes diferenças. Ele fala, ela escuta. Ele é um ateu convicto, embora, ao mesmo tempo, um ingénuo romântico. Ela tem uma cruz tatuada no pescoço, mas os pés bem assentes na terra. A sua felicidade completa-se com o nascimento de Maybelle. Infelizmente, Maybelle, aos seis anos de idade, adoece gravemente. Didier e Elise reagem de forma muito diferente mas Maybelle não lhes irá deixar escolha. Didier e Elise terão que lutar juntos por ela. Será possível sentir o mesmo sendo tão diferente? Ou, o amor, mesmo quando forte e intenso, pode desiludir quando mais dele se precisa?

Trailer





Realçamos ainda a estreia de "O Filme Lego", que tem dado que falar lá fora, tendo sido bem sucedido na bilheteira e na crítica, que o tem elogiado constantemente. Como é óbvio não podemos deixar de expressar o nosso desagrado pelo facto de a versão original não chegar a estrear em nenhuma sala de cinema de Portugal, pelo que só teremos acesso à versão dobrada. É verídico, nem o facto de o filme ter em algumas partes narração de Morgan Freeman (!) terá convencido as distribuidoras a adquirir os direitos da versão original. Sem desrespeito pelos actores vocais portugueses, mas em nossa opinião, como diria o nosso grande mestre filósofo, uma narração sem Liam Neeson, Nick Offerman, Chris Pratt, Morgan Freeman e Will Arnett não passa de piners.

O filme foi realizado por Chris Miller e Phil Lord (dupla de "21 Jump Street") e Chris McKay ("Robot Chicken"). O argumento original foi escrito por Dan e Kevin Hageman. O filme conta no elenco vocal com Alison Brie, Will Ferrell, Liam Neeson, Nick Offerman, Will Arnett, Elizabeth Banks, Chris Pratt, Morgan Freeman.

O enredo do filme anteriormente intitulado "Lego: The Piece of Resistance centra-se em Emmet (Chris Pratt, "Parks and Recreation"), um boneco Lego comum que é confundido com um MasterBuilder e acaba por entrar num grupo de heróis e figuras notáveis numa jornada para impedir que um tirano cole todas as peças do Universo, um desafio para o qual este não está minimamente preparado. Brie irá dar voz a uma colega viajante de Emmet, Ferrell irá ser um vilão, intitulado President Business, Neeson um inimigo chamado Bad Cop e Offerman um pirata que procura levar a cabo a sua vingança contra o Presidente. Sabe-se ainda que o Super-Homem e o Batman (interpretado por Will Arnett) irão entrar no filme.

Trailer





"Pompeia", realizado por Paul W. S. Anderson, não está nomeado para nenhum Óscar, e até tem sido bastante mal recebido por parte da crítica e do público, o que não augura nada a seu favor.

Pompeii" conta no elenco com Jessica Lucas ("Evil Dead"), Adewale Akinnuoye-Agbaje ("Lost"), Kiefer Sutherland ("24"), Jared Harris ("Mad Men"), Emily Browning ("Sucker Punch"), Kit Harington ("Game of Thrones"), Carrie-Anne Moss ("The Matrix"), Paz Vega ("Grace of Monaco"), entre outros.

O enredo de "Pompeii" desenrola-se antes e durante a erupção do vulcão do Monte Vesúvio. A história centra-se em Milo, um escravo (Harington) que sonha em comprar sua liberdade e casar com a filha do seu dono. Aquilo que o protagonista não sabe é que está a ser negociado com um senhor de escravos de Nápoles e a amada está prometida a um corrupto senador romano. Quando a situação parecia impossível de piorar, o vulcão do Monte Vesúvio entra em erupção, algo que conduz o protagonista a regressar a Pompeia para salvar a sua amada e o melhor amigo, um gladiador preso no coliseu da cidade.

O argumento do filme foi inicialmente escrito por Lee Batchler e Janet Scott Batchler, tendo posteriormente sido escrito por Julian Fellowes.

Trailer





Por fim vamos ter o francês "Solteira e Fabulosa", uma comédia realizada por Agnès Obadia e escrita pela própria em parceria com Samantha Mazeras.

O elenco do filme conta com Marilou Berry, Mehdi Nebbou, Bérengère Krief, Alice Pol, Charlie Dupont, entre outros.

Sinopse (Sapo): Joséphine odeia o trabalho, o fato de ser gorda, o amante casado, o emprego, e não consegue aguentar mais a pressão dos pais e da irmã perfeita, que pensam que aos 30 já é tempo dela encontrar um marido. Então, quando a irmã anuncia o noivado, Joséphine decide, num momento de desespero, inventar que também está noiva de um fantástico milionário brasileiro. Mas as consequências da sua pequena mentira podem custar-lhe o emprego, o apartamento e obrigá-la a viver disfarçada em Paris! Apesar de isso a levar por uma série de aventuras completamente malucas, Joséphine consegue ganhar uma hipótese de encontrar o seu verdadeiro amor...


Trailer

Sem comentários: