22 junho 2016

8 ½ Festa do Cinema Italiano - A estreia em Almada

 A nona edição do 8 ½ Festa do Cinema Italiano começou em Lisboa, tendo decorrido entre os dias 30 de Março e 7 de Abril, no Cinema São Jorge, no Cinema UCI – El Corte Inglés e na Cinemateca Portuguesa - Museu do Cinema. Posteriormente, o festival iniciou o seu périplo, tendo marcado presença em cidades como Porto, Loulé, Guimarães, Maputo, entre outras, com a chegada a Almada a surgir como uma das novidades da edição de 2016 do 8 ½ Festa do Cinema Italiano. Se a selecção nacional tem brindado os adeptos de futebol com exibições cinzentas, que pouco ou nada despertam o ânimo, já o 8 ½ Festa do Cinema Italiano promete trazer sensações bem mais agradáveis aos cinéfilos que se deslocarem ao Fórum Municipal Romeu Correia para visionarem alguns dos filmes que constam na programação do certame. Ao bom estilo da Squadra Azzurra, uma selecção pragmática e eficaz, o 8 ½ Festa do Cinema Italiano parece destinado a alcançar resultados de bom nível em Almada, com os responsáveis do festival a privilegiarem a qualidade em detrimento da quantidade. O 8 ½ Festa do Cinema Italiano convocou os seguintes filmes para entrarem em acção na passagem do certame por Almada:  "" (Federico Fellini); "Anime Nere" (Francesco Munzi); "Suburra" (Stefano Sollima); "Le cose belle" (Agostino Ferrente e Giovanni Piperno); "Lo Chiamavano Jeeg Robot" (Gabriele Mainetti).

 A lista de convocados é bastante heterogénea, com o 8 ½ Festa do Cinema Italiano a trazer alguns dos bons exemplares cinematográficos que têm vindo a ser exibidos no festival, ou não estivessem presentes filmes premiados quer pelo público, quer pelo júri do certame. Veja-se os casos de "Lo Chiamavano Jeeg Robot" (vencedor do Prémio do Júri e Prémio do Público Canais TV Cine & Séries na edição de 2016 do 8 ½ Festa do Cinema Italiano); "Anime Nere" (Prémio do Júri na edição de 2015); "Le cose belle" (Menção especial do Júri e Prémio do Público Canais TV Cine & Séries na oitava edição do Festival). No entanto, o grande destaque vai para a exibição da cópia restaurada de "", uma das obras-primas de Federico Fellini, um filme que merece ser visto, revisto e reverenciado. É o "veterano" da lista de convocados do 8 ½ Festa do Cinema Italiano para Almada, embora prometa deixar a sua marca de forma indelével. Por último, mas não menos importante, o 8 ½ Festa do Cinema Italiano traz ainda "Suburra", um obra cinematográfica que confirma os bons apontamentos que Stefano Sollima tinha deixado em "A.C.A.B.". Resta agora os adeptos comparecerem no Fórum Municipal Romeu Correia para verem os convocados em acção .

Vale a pena recordar que cobri a edição de 2016 do 8 ½ Festa do Cinema Italiano em Lisboa, algo que pode ser consultado no texto: "Breve balanço da cobertura da edição de 2016 do 8 ½ Festa do Cinema Italiano". Consta que também estarei presente em Almada (vou escrever textos sobre 8 ½; "Anime Nere" e "Le cose belle"). No caso de Almada, o 8 ½ Festa do Cinema Italiano decorre entre os dias 29 de Junho e 2 de Julho no Fórum Municipal Romeu Correia (Auditório Fernando Lopes Graça).

O 8 ½ Festa do Cinema Italiano é um festival de cinema organizado pela Associação Il Sorpasso, com o apoio da Embaixada de Itália e do Instituto Italiano de Cultura de Lisboa, e conta com o patrocínio principal da FIAT e outros patrocinadores como a Generali, Viagens El Corte Inglês, MSC Cruzeiros, Garofalo, Aperol Spritz e TNT.


Programação (Almada):


29 Junho- 21h30: Sessão de Abertura: Oito e Meio, de Federico Fellini, 138'.


Trailer:





30 Junho - 21h30: Almas Negras, de Francesco Munzi, 103'.


Trailer:






01 Julho - 21h30: Suburra, de Stefano Sollima, 130'.


Trailer:





02 Julho - 17h00: Le Cose Belle, de Agostino Ferrente, Giovanni Piperno, 80'. 21h30: Lo Chiamavano Jeeg Robot, de Gabriele Mainetti, 112'.


Trailers:





Sem comentários: