02 janeiro 2016

Tops - Os Meus Quinze de 2015; Dez filmes que não funcionaram junto desta pessoa, entre outras escolhas

 Todos os tops anuais são subjectivos e traduzem apenas o gosto daqueles que elaboram as respectivas listas, algo que não é diferente nesta casa. Tal como efectuei no ano passado, a minha lista não conta com justificações para cada escolha, visto que cada filme conta com crítica escrita por mim, ou seja, não existe necessidade de andar feito papagaio a repetir o que escrevi por lá. Seguem então os seguintes tops: quinze filmes que mais gostei/avaliei de forma mais positiva, estreados em circuito comercial em 2015 (em Portugal), organizados por ordem alfabética, com os links para as respectivas críticas (mais o guilty pleasure anual e os filmes que quase entraram no top); top com dez filmes que não funcionaram junto desta pessoa; duas menções a filmes que vi em festivais que entrariam de caras no top das quinze obras cinematográficas que mais gostei.


Top 15 - Os filmes que mais gostei:

- "A Most Violent Year". 
- "Birdman".
- "Clouds of Sils Maria". 
- "Creed".
- "Gett".
- "Güeros". 
- "Inside Out". 
- "Les Combattants". 
- "Leviathan".
- "Mia Madre". 
- "Sicario".
- "Stations of the Cross".
- "Stray Dogs".
- "The Tale of the Princess Kaguya".
- "Whiplash".

Filmes que quase chegaram a entrar no top:

- "Coming Home".
- "Loin des Hommes".
- "National Gallery". 
- "White God". 

Guilty pleasure:

- "Focus".

- Dez filmes que não funcionaram junto desta pessoa:

- "American Sniper".
- "American Ultra".
- "Dark Places".
- "Fifty Shades of Grey".
- "Minions".
- "Pan.
- "Self/less".
- "Suite Française". 
- "The Face of an Angel". 
- "Tomorrowland".

- Dois filmes que vi em festivais/mostras de cinema que mereciam figurar no top 15:

- "A Despedida".
- "Félix et Meira". 

- Classificações atribuídas a filmes estreados em 2015

3 comentários:

ajanelaencantada disse...

Ver listas como estas ajuda-me sempre a relembrar que filmes devia ter visto, e ainda não vi. :)

Mais uma vez parabéns pelo teu excelente trabalho (acho que já o disse umas cem vezes, mas nunca é demais), e um bom ano, a dares-nos muito sobre cinema.

Aníbal Santiago disse...

Estas listas são sempre subjectivas, sobretudo quando ainda me falta ver um ou outro filme importante, embora tenha visto a maioria daqueles que pretendia (o Bridge of Spies vou ver quando efectuar uma mini-retrospectiva aos filmes do Spielberg no blog). Algumas listas foram importantes para colocar estreias em dia (ou assinalar filmes que estreiam por cá em 2016), embora confesse que não partilhei a euforia colectiva pelo Mad Max: Fury Road (apesar de ter gostado moderadamente do filme).

Bom Ano, eu é que agradeço pelos comentários. Este ano o blog vai andar aos "solavancos", embora sem parar totalmente, tendo como objectivo continuar a reunir textos sobre filmes mais recentes e outros "mais antigos". Já vi que o A Janela Encantada começa 2016 em grande, a escolha do Nuri Bilge Ceylan para começar um ciclo é excelente.

Abraço

ajanelaencantada disse...

Claro que são sempre subjectivas, mas também nos fazem pensar, avaliar, e por vezes (re)descobrir. Só por isso já valem a pena. Quanto ao Nuri Bilge Ceylan, apaixonei-me recentemente pelo cinema dele. :)