22 junho 2015

Resenha Crítica: "Apart From You" (Kimi to wakarete)

 Apesar de ter iniciado a carreira em 1930, Mikio Naruse já contava com um conjunto assinalável de longas-metragens no seu currículo aquando do lançamento de "Apart From You", um filme mudo onde podemos encontrar diversos traços temáticos do cineasta, mas também um arrojo a nível estético que contrasta com o seu estilo mais discreto em obras mais consagradas como "Floating Clouds" e "When a Woman Ascends the Stairs", onde já encontramos um realizador no topo da sua maturidade artística. Em "Apart From You" encontramos desde logo a preocupação de Mikio Naruse pelas personagens femininas, apresentando-nos a duas gueixas que têm um papel de enorme relevo na vida de Yoshio (Akio Isono), um jovem adolescente. Uma dessas gueixas é Kikue (Mitsuko Yoshikawa), uma mulher cujo avançar da idade já se nota nos cabelos brancos e na sua disponibilidade cada vez menor para a sua actividade, lidando com a concorrência de figuras femininas mais jovens. Esta trabalha neste ofício como último recurso para poder pagar a educação do seu filho mas este apenas sente um enorme desprezo pela progenitora quando descobre a profissão da mesma. Começa a faltar às aulas, pouco aparece em casa e começa a formar amizade com um grupo de delinquentes. A outra das gueixas que vai ter um papel fundamental na vida do protagonista é Terugiku (Sumiko Mizukubo), uma amiga da mãe de Yoshio. Esta é uma jovem que mais tarde descobrirmos ser uma gueixa para sustentar os pais e os dois irmãos, procurando assim evitar que a irmã mais nova caia nesta vida. Terugiku procura que Yoshio comece a compreender a sua mãe e dê um rumo distinto à vida, de forma a que este regresse à escola e deixe de se envolver em problemas. Nesse sentido, Terugiku parte numa viagem de comboio de Tóquio até casa dos seus pais, perto do mar, para dar a conhecer a sua família a Yoshio, após este ter discutido com a mãe. Estes parecem aos poucos formar uma certa cumplicidade, quase de irmão e irmã, mas também de um casal de namorados, parecendo que aos poucos se desenvolve algo mais a nível sentimental entre ambos, embora tudo fique muito a nível platónico. A decisão de apresentar a sua família a Yoshio serve sobretudo para exibir ao jovem o quão boa Kikue é para este, algo que o mesmo tarda em reconhecer, embora o filme por vezes peque na falta de momentos entre mãe e filho, uma situação que permitiria uma melhor exploração dos sentimentos da progenitora em relação ao rebento. Já entre Yoshio e Terugiku desenvolve-se uma amizade e cumplicidade, com este a surgir como um dos personagens de Naruse que descobrem mais sobre si próprios e a sua família num espaço rural ou periférico, algo que acontece em obras como "Wife! Be Like a Rose!". No exemplo citado, a protagonista descobre que a amante do pai é uma pessoa totalmente diferente daquela que perspetivava encontrar, descobrindo que o progenitor se encontra feliz com a nova família. Em "Apart from You", a problemática família de Terugiku faz com que Yoshio pareça perceber melhor a sua mãe, embora voltemos a salientar que o argumento poderia e deveria ter insistido mais no desenvolvimento da relação entre mãe e filho, embora fique saliente que Kikue ama o seu filho, bem como o facto da rebeldia deste dever-se sobretudo ao desgosto pela profissão da mãe. As relações familiares complicadas é uma temática que está presente em "Apart from You" mas também em diversas obras de Mikio Naruse. Veja-se casos como "Older Brother, Younger Sister" e "Inazuma", nas quais a casa se torna um meio opressor onde aos poucos se desenvolve uma tensão gradual em volta dos vários elementos. No caso de "Apart from You" temos o exemplo da casa de Terugiku, uma jovem prestável, aparentemente frágil e de boa índole, que logo entra em discussão com o progenitor (Reikichi Kawamura), um indivíduo beberrão, devido a este pouco colaborar nas finanças da casa e sujeitá-la a ter de trabalhar como gueixa.

Sumiko Mizukubo é provavelmente o elemento do elenco que mais se destaca como esta personagem que procura reconciliar um filho com a sua mãe, ao mesmo tempo que acaba por se aproximar do primeiro. No entanto, mesmo que queiram iniciar uma relação, esta parece estar fadada ao fracasso devido ao papel do destino e ao aceitar do mesmo por estes personagens. É algo muito associado à cultura nipónica e até às obras do cineasta, com Terugiku a saber que não pode largar esta profissão devido a ser a única forma de evitar que a sua irmã não se envolva no mesmo meio. A profissão de gueixa está longe de ser apresentada como algo de agradável. É verdade que temos alguns momentos meio cómicos onde clientes resolvem andar com gueixas às cavalitas, mas também encontramos casos como o cliente habitual de Kikue que com um excesso de boa vontade podemos descrever como um idiota que não tem problemas em ofendê-la pelas costas. Mitsuko Yoshikawa consegue expressar o desagrado desta mulher pela sua profissão, embora mantenha a mesma como uma forma de ajudar o filho, encontrando-se bastante magoada devido ao facto deste rebelar-se e envergonhar-se da sua pessoa. Vivem numa casa que está longe de ter os melhores luxos, enquanto ficamos perante pequenos comentários de Naruse sobre a sociedade do seu tempo. Veja-se desde logo o papel secundarizado da mulher e a necessidade que a dupla de protagonistas femininas tem de trabalhar como gueixas para se sustentarem e às suas famílias. Não deixa de ser curioso encontrarmos Terugiku e Yoshio a comerem no comboio um chocolate da marca Meiji que até pode remeter-nos para o passado do Japão, em particular a Era Meiji, que não se encontra assim tão desencontrado do seu presente (na narrativa) em alguns dos seus valores. Já o que parece relativamente distinto entre o passado e presente é Mikio Naruse. Se em obras como "When a Woman Ascends the Stairs" e até "Floating Clouds" o seu estilo é marcado pela sobriedade, já em "Apart from You" este apresenta uma maior exuberância. Veja-se muitas das vezes os movimentos de dolly-in sobre os rostos dos personagens, geralmente nas cenas de tensão, algo que podemos encontrar num momento mais fervilhante entre Terugiku e o pai, mas também a sobreimpressão de imagens num momento do último terço para além do uso preciso dos close-ups e da câmara ser bem mais sentida do que em alguns dos trabalhos mais conhecidos do cineasta (mérito também do director de fotografia Suketaro Inokai). No entanto, neste filme mudo voltamos a encontrar diversas características que vão ser transversais ao trabalho do cineasta, tais como várias das que já foram citadas ao longo do texto, mas também os sacrifícios efectuados pelas personagens femininas, o comboio como símbolo de separação (veja-se "When a Woman Ascends the Stairs"), bem como as longas caminhadas entre dois ou duas personagens em momentos de relevo para o enredo. Os personagens dos filmes de Naruse caminham muito. Por vezes as suas vidas nem sempre parecem ter um rumo definido, mas estes avançam. Em "Apart from You", o jovem Yoshio, interpretado de forma competente por Akio Isono, apesar de ser notório que é mais velho do que o personagem que interpreta, tem de aprender a conviver com a realidade da mãe, ao mesmo tempo que desenvolve uma relação agradável de seguir com Terugiku. A felicidade nem sempre parece permear o quotidiano destes personagens, tal como as suas relações não têm a complexidade a que vamos assistir em obras como "Floating Clouds", mas nem por isso deixa de ser interessante acompanhar este melodrama onde encontramos um cineasta a procurar encontrar e cunhar o seu estilo. Temos alguns momentos já de grande beleza, tais como os planos em que Terugiku e Yoshio se encontram nas rochas junto ao mar, algo que contrasta com os duros momentos em que este combate com os elementos do seu antigo gang. Estamos ainda na fase dos filmes mudos de Mikio Naruse, com "Apart from You" a contar com cerca de uma hora de duração e alguma ambição. É um melodrama que está longe de nos arrebatar profundamente mas facilmente capta a nossa atenção, ao mesmo tempo que se torna um pequeno prazer encontrar diversos elementos que marcam a carreira de um cineasta digno de merecer a mais elevada reverência.

Título original: "Kimi to wakarete".
Título em inglês: "Apart From You". 
Realizador: Miko Naruse. 
Argumento: Mikio Naruse.
Elenco:
Mitsuko Yoshikawa, Akio Isono, Sumiko Mizukubo.

Sem comentários: