07 maio 2015

Estreias da semana - 7 de Maio de 2015

Boa-tarde, caros leitores, e bem-vindos a mais um post das estreias da semana.

A partir de hoje, dia 7 de Maio, estreiam nove filmes nas salas de cinema portuguesas, todos com as dissemelhanças do costume, que, por motivos de facilitismo, faço questão de referir de acordo com a nacionalidade.

Assim, dos Estados Unidos chegam-nos "A Humilhação" (co-produção italiana), o novo filme de Al Pacino, realizado por Barry Levinson; "Ao Som da Vida", que marca a estreia de William H. Macy na realização; o filme de terror "A Maldição de Michael King" e ainda "Perseguição Escaldante".

Temos ainda quatro filmes de diversos países europeus, como é o caso do documentário português "Pára-me de repente o pensamento", do drama escandinavo "Força Maior", da comédia françesa "Uma Aldeia Quase Perfeita" e do filme de época britânico "Nos Jardins do Rei".

Estreia, por fim, "Os Últimos Cavaleiros", uma co-produção entre a Coreia do Sul e a República Checa, protagonizada por Morgan Freeman e por Clive Owen, que não parece ser particularmente recomendável.

Realçarei, agora, como é habitual, os cinco filmes que, por um motivo ou por outro, despertaram mais a nossa atenção.

Começo por realçar a estreia do drama "Força Maior", uma produção multinacional que envolve a França, a Suécia, a Noruega e a Dinamarca, bem apreciada pela crítica estrangeira e, também, por aquele que vos escreve. Há, até, uma crítica ao filme no nosso blog, que termina da seguinte forma: «Limitou-se, assim, o carácter singular da história, valorizando-se a importância das suas ideias centrais, as quais já tentei defender nas minhas estranhas divagações. De facto, o mérito de “Force Majeure” não reside apenas na ilustração de uma história intensa e bem construída com impressionantes intérpretes; reside também no seu profundo realismo, na maneira com que nos faz acreditar que essa história poderia, perfeitamente, suceder a qualquer um de nós e na noção de que, se de facto ocorresse, poderia desenrolar-se exatamente da mesma forma. Embrenha-nos ainda em reflexões profundas, fazendo-nos questionar sobre o que causará maior transtorno – ficarmos soterrados, por um lado, por uma avalanche ou, por outro, pela confirmação das dúvidas geradas pelos nossos piores receios

A obra foi realizada por Ruben Östlund, a partir de um argumento do próprio, e conta no elenco com Johannes Kuhnke, Lisa Loven Kongsli, Clara Wettergren, Fanni Metelius, Karin Myrenberg, entre outros.

Sinopse: Uma família sueca viaja para os Alpes Franceses para desfrutar de uns dias de esqui. O sol brilha e as pistas estão espetaculares, mas durante o almoço num restaurante na montanha, uma avalanche vai provocar o caos. Com os comensais a fugir em todas as direções, a mãe Ebba chama pelo seu marido Tomas, enquanto tenta proteger os seus filhos. Tomas, entretanto, está a fugir para se salvar…

Trailer





Estreia também "A Humilhação", um filme que sobressai pelos seus protagonistas Al Pacino e Greta Gerwig, tendo sido realizado por Barry Levinson, autor de alguns belos filmes como "Wag the Dog" ou "Rain Man" (há que dizer, no entanto, que o filme não tem impressionado os críticos norte-americanos).

O filme foi realizado pelo citado Levinson, a partir de um argumento de Buck Henry e Michal Zebede.

Para além de Pacino e Gerwig, a obra tem no seu elenco Dianne Wiest, Kyra Sedgwick e Nina Arianda.

Sinopse: Simon Axler é um famoso ator de teatro que se torna deprimido e desenvolve pensamentos suicidas quando, repentina e inexplicavelmente, perde o dom da representação. Numa tentativa de recuperar o talento, Axler envolve-se emocionalmente com Pegeen, uma mulher lésbica com metade da sua idade. Em pouco tempo, o caos invade a relação quando algumas pessoas do passado de ambos reaparecem nas suas vidas.

Trailer




Chega também às nossas salas "Ao Som da Vida" o primeiro filme de sempre realizado pelo (até então) ator William H. Macy, que até chegou a ser premiado no Festival de Chicago apesar de, no geral, não ter impressionado a crítica do seu país de origem.

O argumento de "Rudderless" (nome original) foi escrito por Casey Twenter e Jeff Robison, através de uma história que ambos desenvolveram ao lado de Macy.

A obra tem no seu elenco Billy Crudup, Anton Yelchin, Selena Gomez, Laurence Fishburne, William H. Macy e Felicity Huffman.

Sinopse: Sam, um executivo publicitário de sucesso, entra em colapso e fica à deriva após a morte inesperada do seu filho. Ancorado no seu veleiro, Sam definha enquanto afoga a dor em álcool. Um dia, descobre uma caixa do seu filho cheia de letras e demos musicais. O talento que descobre é para Sam uma revelação chocante. Dedica-se então a aprender cada canção, até ao momento que encontra coragem para tocar num bar. Entretanto, Quentin, um jovem músico que assiste à actuação, fica cativado pelo que ouve e acaba por convidá-lo a formar uma banda.

Trailer





Estreia também um documentário português que arrecadou o prémio de melhor filme do festival Caminhos do Cinema Português, em concreto "Pára-me de repente o pensamento".

O filme foi realizado por Jorge Pelicano.

Sinopse: Cafezinho, cigarrinho. Moedinha, outro cafezinho. Utentes vagueiam pelos corredores. Circulam sós. Esperam. Mais uma passa, um cigarro que morre em beata. Terapias que apelam aos sentidos. Rotinas que os puxam para a realidade. É a vida que se repete nos espaços de um hospital psiquiátrico. A lucidez e a loucura vivem juntas. Do mundo exterior chega um ator que procura o seu personagem para uma peça de teatro, submergindo no mundo interior dos esquizofrénicos. Os utentes são parte do processo de construção do personagem. No meio da névoa o ator depara-se com um poema de Ângelo de Lima, alienado de condição. O personagem de teatro nasce. O cinema documenta.


Trailer





Estreia ainda o britânico "Nos Jardins do Rei", que tem um elenco talentoso apesar de não ter caído nas boas graças nem do público, nem da crítica.

A obra foi realizada por Alan Rickman, a partir de um argumento de Jeremy Brock, Alison Deegan e do próprio Rickman.

O filme conta no elenco com Kate Winslet, Matthias Schoenaerts, Stanley Tucci, Alan Rickman, Jennifer Ehle, Paulina Boneva, entre outros.

Sinopse: O Rei Luis XVI solicita ao famoso arquiteto André Le Notre para fazer um projeto para os jardins do Palácio de Versalhes. Para o auxiliar nesse trabalho o arquiteto contrata a bela e arrojada paisagista Sabine de Barra, dona de um estilo profissional completamente oposto do seu o que irá provocar alguns confrontos. Aos poucos, as desavenças atenuam-se e a relação começa a tornar-se mais íntima.

Trailer

Sem comentários: