10 setembro 2014

Estreias da Semana - 11 de Setembro de 2014

 Boa tarde caros leitores e leitores, bem vindos a mais um texto sobre as estreias da semana. Esta semana estreiam cinco obras cinematográficas nas salas de cinema portuguesas, entre as quais, a adaptação cinematográfica de "Os Maias", intitulada "Os Mais - Cenas da Vida Romântica", um filme realizado por João Botelho, mas também "What If" (O Amor é Estúpido), "The Giver", "The Physician", "As Above, So Below".

 O primeiro destaque vai para a adaptação cinematográfica do célebre livro de Eça de Queirós. O filme é realizado por João Botelho e conta no elenco com Graciano Dias, Maria Flor, João Perry, Pedro Inês, Maria João Pinho, Adriano Luz, entre outros. A sinopse é a seguinte: Entre Afonso da Maia e o seu neto Carlos, constrói-se o último laço forte da velha família Maia. Formado em medicina na Universidade de Coimbra e posteriormente educado numa longa viagem pela Europa, Carlos da Maia regressa a Lisboa no Outono de 1875, para grande alegria do avô. Nos catorze meses seguintes, nasce, cresce e morre a comédia e a tragédia de Carlos como a tragédia e a comédia de Portugal. A vida ociosa do médico aristocrata, invariavelmente acompanhado pelo seu par amigo, o génio da escrita e de obras “inacabadas”, o manipulador João da Ega, leva-o a ter amigos, a ter amantes e ao dolce fare niente, cheio de convicções. Até que se apaixona de verdade por uma mulher tão bela como uma madona e tão cheia de mistérios, como as heroínas da estética naturalista. Um personagem novo num romance esteticamente revolucionário. A vertigem: paixão louca para lá dos negrumes do passado, um novo e mais negro precipício, o incesto. Mesmo sabendo que Maria Eduarda é a irmã a paixão de Carlos não morre e vai ao limite. E depois termina abruptamente porque o velho Afonso da Maia morre para expiar o pecado terrível do seu neto, neto que era a razão da sua existência. E então em vez da morte do herói, nova invenção de Eça. Carlos e Ega partem para uma longa viagem de ócio e de pequenos prazeres. Dez anos depois, voltam a encontrar-se em Lisboa tão diferente e tão igual, a capital de um pais a caminho da bancarrota. “Os Maias”, escrito pelo genial Eça de Queiroz, grande, melodramático, divertido e melancólico, aponta um destino sem remédio, tanto para a família Maia como para Portugal.

Trailer de "Os Maias - Cenas da Vida Romântica":




 O segundo destaque vai para "What If! (O Amor é Estúpido), um filme que mescla humor, drama e romance, realizado por Michael Dowse ("Goon"), através do argumento de Elan Mastai ("The Samaritan"). O argumento foi baseado na peça "Cigars and Toothpaste" de T.J. Dawe e Michael Rinaldi. "What If" conta no elenco com Daniel Radcliffe ("Harry Potter"), Zoe Kazan ("Ruby Sparks"), Rafe Spall ("The Life of Pi"), Amanda Crew ("Miss Dial"), Adam Driver ("Frances Ha"), Megan Park ("So Undercover"), entre outros. "What If" acompanha a história de Wallace (Radcliffe), um indivíduo marcado por várias relações amorosas que correram mal. Este decide parar de procurar relacionamentos, acabando pelo caminho por conhecer Chantry (Kazan), uma jovem com um relacionamento de longa data com Ben (Spall). Wallace e Chantry formam uma ligação imediata e tornam-se bastante próximos, existindo uma grande química a rodear o seu relacionamento. Estes começam a questionar se o amor da vida de ambos pode na realidade ser o seu melhor amigo. 

O filme vai contar com crítica neste espaço da autoria de Hugo Barcelos que, como sempre, se encontra atrasado no prazo. "What If" tem vindo a ser relativamente bem recebido a nível da crítica internacional, embora os resultados de bilheteira estejam longe de entusiasmar: cerca de 6,4 milhões de dólares ao redor do Mundo. 

Trailer de "What If":



 O terceiro destaque é a adaptação cinematográfica de "The Giver", um filme realizado por Phillip Noyce ("Salt"). O filme conta no elenco com Katie Holmes ("Batman Begins"), Meryl Streep ("August Osage County"), Brenton Thwaites ("Blue Lagoon: The Awakening"), Jeff Bridges ("R.I.P.D."), Taylor Swift, entre outros. "The Giver" é baseado no livro homónimo da autoria de Lois Lowry que, em 1994, ganhou o Newberry Award. Trata-se de uma história de ficção-científica, que tem como pano de fundo um futuro longínquo, no qual os registos históricos foram apagados, não há quaisquer emoções e os humanos fazem simplesmente aquilo que lhes é ordenado. A sinopse do livro é a seguinte ("Wook"):

«A sociedade em que vive Jonas é a perfeita descrição do mundo perfeito. Tudo está sob controlo: não há cores, não há música, não há guerras nem possibilidades de eleição. Cada pessoa ajusta-se às Normas da sua Comunidade. Quando Jonas atinge os 12 anos e deve ser-lhe atribuída uma profissão, é eleito para uma função muito especial e única na sua comunidade. Na sua formação descobrirá as verdades subjacentes à frágil perfeição do seu mundo. Sugestivo livro de ficção sobre uma sociedade utópica, que segue os passos dos melhores romances futuristas: 1984, Farenheit 451, ...»

 O filme já conta com crítica da minha autoria: The Giver. Trailer de "The Giver - O Dador de Memórias":



 Temos ainda a estreia de mais uma adaptação de uma obra literária, "O Físico", um filme de produção alemã realizado por Philipp Stölzl. O filme conta no elenco com Tom Payne, Ben Kingsley, Stellan Skarsgård, Olivier Martinez, Emma Rigby, entre outros.
 O filme tem a seguinte sinopse: No cenário de superstição e esplendor do século XI, desenrola-se a extraordinária história de Rob J. Cole (Tom Payne). Órfão e sem dinheiro é quando a mãe morre de uma misteriosa doença que Rob se apercebe que possui um dom que, nos tempos que corriam, enviava um homem para a fogueira: tinha a capacidade de sentir a morte ao pousar a sua mão sobre os vivos. Crescendo como assistente e aprendiz do cirurgião-barbeiro (Stellan Skarsgård) que o acolheu, o jovem soube que nascera para curar os outros. A sua busca pelo conhecimento levá-lo-á a Isfahan, na antiga Pérsia, à escola do mais reputado físico do seu tempo, Ibn Sina (Ben Kingsley). Disfarçando-se de judeu para poder entrar na prestigiosa escola de medicina, Rob trabalha arduamente em plena época de conflitos entre impérios orientais e rapidamente capta a atenção e a confiança do seu mestre.


Trailer de "The Physician":





Por fim, vale ainda a pena salientar a estreia de "As Above, So Below", com o título "O Reflexo do Medo", um filme de terror que não tem conseguido convencer a crítica internacional. O filme é realizado por John Erick Dowdle, através do argumento do próprio e Drew Dowdle. A sinopse é a seguinte (via Sapo): Existem quilómetros de catacumbas sob as ruas de Paris, o eterno lar de inúmeras almas. Quando uma equipa de exploradores se aventura no desconhecido labirinto de ossos, descobre o segredo que esta cidade dos mortos estava destinada a esconder. O Reflexo do Medo é uma viagem à loucura e ao terror, que atinge profundamente a psique humana para revelar os demónios pessoais que voltam para nos assombrar.

Trailer:



 Para a semana voltaremos com mais um texto sobre as estreias da semana. Bons filmes.

Sem comentários: