08 junho 2014

Box Office - 6 a 8 de Junho de 2014 - "The Fault in Our Stars" lidera

Boa Tarde, caros leitores e leitoras. Já conhecemos o resultado do box office dos EUA entre os dias 6 e 8 de Junho de 2014. A liderança do box office yankee continua a saltar de estreante em estreante. Desta vez, "The Fault in Our Stars" destronou "Maleficent" da liderança. O filme realizado por Josh Boone obteve 48,2 milhões de dólares em 3173 salas de cinema, valores que superam e muito os 12 milhões de dólares do seu orçamento.

 O filme conta no elenco com Ansel Elgort, Shailene Woodley, Willem Dafoe, entre outros. O enredo de "The Fault in Our Stars" centra-se numa adolescente que sofre de cancro, que se apaixona por um rapaz no grupo de apoio. Os dois formam uma forte ligação, enquanto procuram lidar com a doença da qual padecem.

Trailer de "The Fault in Our Stars":



O segundo lugar ficou para "Maleficent", um filme protagonizado por Angelina Jolie. "Maleficent" obteve mais 33,5 milhões de dólares em 3948 salas de cinema. O filme conta com uma receita interna de 127,3 milhões de dólares, valores que ainda não igualam os 180 milhões de dólares do seu orçamento. "Maleficent" soma 335,4 milhões de dólares ao redor do Mundo.

 O filme foi realizado pelo estreante Robert Stromberg, através do argumento de Linda Woolverton ("The Lion King"). O filme conta no elenco com Angelina Jolie ("Salt"), Sharlto Copley ("District 9"), Imelda Staunton ("Harry Potter and the Order of the Phoenix"), Miranda Richardson ("Harry Potter and the Goblet of Fire"), Kenneth Cranham ("Hot Fuzz"), Sam Riley ("On the Road"), Lesley Manville ("Another Year"), Elle Fanning ("Bomb"), India Esley ("Underworld: Awakening"), Juno Temple ("The Three Musketeers"), Brenton Thwaites ("Blue Lagoon: The Awakening").

 "Maleficent" apresenta a história das origens da personagem do título e os motivos que a levaram a amaldiçoar Aurora em "A Bela Adormecida". O filme tem a seguinte sinopse: "Maleficent” é a história ainda não contada da vilã mais icónica do clássico “Sleeping Beauty” (1959). Outrora bela e com um coração puro, Maleficent tinha uma vida idílica e pacífica na floresta do Reino, até um exército invasor ameaçar a harmonia do território. Maleficent torna-se a maior protectora do Reino, mas sofre uma traição impiedosa - um acto que começa a transformar o seu coração puro em pedra. Empenhada em vingar-se, Maleficent enfrenta uma épica batalha contra o sucessor do Rei invasor, colocando uma maldição na sua filha recém-nascida, a jovem Aurora. Aos poucos Aurora cresce e Maleficent percebe que esta detém a chave para a paz do Reino - e talvez para a verdadeira felicidade de Maleficent.

Trailer de "Maleficent":



O terceiro lugar ficou para outro dos estreantes da semana, "Edge of Tomorrow", um filme realizado por Doug Liman e protagonizado por Tom Cruise. Apesar de ter sido bem recebido por boa parte da crítica (por aqui não foi apreciado), "Edge of Tomorrow" obteve 29,1 milhões de dólares em 3490 salas de cinema (ainda mais que "The Fault in Out Stars"), valores muito distantes dos 178 milhões de dólares do orçamento do filme. No entanto, o filme já soma 111 milhões de dólares fora dos EUA, algo que dá uma "almofada" financeira confortável ao estúdio e continua a demonstrar que Tom Cruise parece ser uma estrela mais apelativa fora do seu país. "Edge of Tomorrow" já conta com crítica no Rick's Cinema: Crítica.

Trailer de "Edge of Tomorrow":



Tabela (via Box Office Mojo):

http://www.boxofficemojo.com/weekend/chart/

Sem comentários: