26 abril 2014

Resenha Crítica: "Bertolucci on Bertolucci"

 "Bertolucci on Bertolucci" propõe-se a apresentar-nos Bernardo Bertolucci, através dos testemunhos do próprio, recorrendo a entrevistas concedidas pelo cineasta ao longo da sua carreira, bem como a reportagens sobre o mesmo, acompanhando um período de tempo maioritariamente compreendido entre "Prima della Rivoluzione", o seu primeiro trabalho, até "Io e Te", a sua mais recente obra cinematográfica. Nesse sentido, vale desde já a pena elogiar o magnífico trabalho dos realizadores Walter Fasano e Luca Guadagnino a seleccionarem e juntarem as imagens em movimento (num trabalho quase "arqueológico" de investigação), criando uma estrutura narrativa fluída, que nos dá a conhecer pequenos pedaços da vida profissional e pessoal de Bernardo Bertolucci, através dos discursos do próprio. Acompanhamos assim os seus pensamentos sobre o cinema e a sua relação com a crítica (sempre mais apreciado fora de Itália), a admiração por nomes como Roberto Rossellini, Jean-Luc Godard (apesar dos desaguisados), Jean Renoir, Pier Paolo Pasolini (com quem trabalhou como assistente), a sua relação com os actores (incluindo alguns momentos conturbados com Marlon Brando e Maria Schneider), mas também a paixão que coloca em cada um dos seus trabalhos, entre outros temas. Amante da poesia e da psicanálise, Bernardo Bertolucci forma relações de proximidade com os personagens que cria, procura expor a sua visão sobre o cinema através dos seus filmes, tendo até ultrapassado as limitações físicas para realizar "Io e Te". Este é um homem com muitas histórias para contar, sendo particularmente delicioso encontrar Bernardo Bertolucci a falar sobre "1900", as polémicas em volta de "O Último Tango em Paris", o trabalho em "The Dreamers", a sua visão muito particular em "O Último Buda", e até o controverso "La Luna", mas também a relação com os pais, enquanto o tempo passa como se não déssemos pelo avançar do relógio e fica a certeza que muito material interessante deve ter sido cortado por Luca Guadagnino e Walter Fasano. Estes decidiram trabalhar as imagens em movimento que tinham à disposição tendo em vista a construir uma visão sobre Bernardo Bertolucci, mas também dar a conhecer o discurso deste sobre si próprio ao longo do tempo, deixando-nos com pequenos fragmentos sobre este enorme cineasta que tem em "Bertolucci on Bertolucci" uma obra ilustrativa sobre uma boa parte do seu enorme legado e ao mesmo tempo capaz de prestar um tributo merecido ao cineasta. 

Título original: "Bertolucci on Bertolucci".
Realizadores: Luca Guadagnino e Walter Fasano.

Sem comentários: