30 setembro 2013

Aaron Eckhart na nova imagem de "I, Frankenstein"

Foi divulgada uma nova imagem de "I, Frankenstein", um filme realizado por Stuart Beattie. A imagem centra-se no personagem interpretado por Aaron Eckhart (via Coming Soon).

 O enredo de "I, Frankenstein", é inspirado na série de comics homónima de Kevin Grevioux. "I, Frankenstein" conta com a presença de vários monstros clássicos, como Frankenstein e Dracula, num cenário neo-noir. Entre as alterações efectuadas aos personagens, encontra-se o facto de Adam (também conhecido como Frankenstein) ser capaz de controlar a sua fúria e ter-se tornado um detective privado. Quanto a Dracula será um chefe do crime. O filme apresenta Frankenstein como o único elemento que se mantém entre os humanos e uma insurreição por parte das criaturas sobrenaturais.

O filme é realizado por Stuart Beattie ("Tomorrow, When the War Began"), através do argumento do próprio. "I, Frankenstein" conta no elenco com Aaron Eckhart ("Rabbit Hole"), Bill Nighy ("Rango"), Socratis Otto ("Gone"), Yvonne Strahovski (a Sarah de "Chuck") e Miranda Otto (a Eowyn da saga "O Senhor dos Anéis").

"I, Frankenstein" estreia a 24 de Janeiro de 2014, nos Estados Unidos da América. Podem seguir o Rick´s Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema

TV Spot de "Bad Grandpa"

Foi divulgado um TV Spot de "Jackass Presents: Bad Grandpa", um filme realizado por Jeff Tremaine. Podem ver o TV Spot no final do post.

"Jackass Presents: Bad Grandpa" volta a colocar Johnny Knoxville como Irving Zisman, um personagem com 85 anos de idade, que esteve presente nos anteriores filmes da saga. Desta vez, Irving vai contar com a companhia de Billy (Jackson Nicoll), o seu neto com oito anos de idade.

"Jackass Presents: Bad Grandpa" estreia a 25 de Outubro de 2013, nos EUA. Podem acompanhar o Rick's Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema



Forest Whitaker vai protagonizar filme sobre Colin Powell

A Variety noticiou que Forest Whitaker ("The Butler") vai protagonizar e produzir um filme sobre Colin Powell. O argumento do filme está a cargo de Ed Whitworth ("Reyjavik").

 O enredo de "Powell" não se vai centrar em boa parte da vida de Colin Powell, mas sim no período em que este foi Secretário de Estado dos EUA (entre 20 de Janeiro de 2001 a 26 de Janeiro de 2005), onde teve um papel fulcral na guerra contra o terrorismo. O filme vai acompanhar o papel de relevo de Powell no caso relacionado com as supostas armas químicas no Iraque e ataque ao país, então liderado por Saddam Hussein, bem como o seu papel diplomático junto das Nações Unidas para convencer os vários países a avançarem para o conflito.

"Powell" ainda não conta com um realizador contratado. Podem acompanhar o Rick's Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema

"Cruella" - Vem aí um filme com actores reais centrado na antagonista de "Os 101 Dálmatas"

Parece que mais uma vilã da Disney vai ter direito a uma adaptação com actores reais. Depois de "Maleficent", a próxima vilã a chegar ao grande ecrã num projecto a solo é Cruella de Vil, a antagonista de "101 Dálmatas". Diga-se que a vilã já surgiu por duas vezes no grande ecrã em carne e osso, tendo sido interpretada por Glenn Close, mas neste novo filme terá direito a ser a protagonista.

 De acordo com o The Hollywood Reporter, o argumento do filme encontra-se a ser escrito por Aline Brosh McKenna ("Cinderella"). O enredo do filme ainda é desconhecido. A personagem surgiu pela primeira vez no livro "The Hundred and One Dalmatians", tendo posteriormente granjeado enorme popularidade graças ao filme de animação "Os 101 Dálmatas" (1966).

Esta é mais uma aposta da Disney em desenvolver filmes com actores reais tendo por base material que teve sucesso nos seus filmes de animação. Veja-se os casos de "Alice in Wonderland", "Maleficent", "Cinderella" e agora "Cruella". O filme ainda não conta com um realizador contratado.

Podem acompanhar o Rick's Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema

"Out of the Furnace" - Três novas imagens

Foram divulgadas três novas imagens de "Out of the Furnace", o novo filme do realizador Scott Cooper ("Crazy Heart"). Podem ver as imagens no final do post (via The Playlist).

O thriller é realizado por Scott Cooper (realizador e argumentista de "Crazy Heart"), através de argumento do próprio e Brad Ingelsby. "Out of the Furnace" conta no elenco com Christian Bale ("The Dark Knight Rises"), Casey Affleck ("The Assassination of Jesse James By the Coward Robert Ford"), Zoe Saldana ("Avatar"), Sam Shepard ("Safe House"), Woody Harrelson ("Rampart") e Forest Whitaker ("The Last King of Scotland").

"Out of the Furnace" é um filme sobre circunstâncias e redenção. O enredo centra-se em Russell (Christian Bale) e o irmão (Affleck), dois indivíduos com algumas dificuldades económicas. Os sonhos de mudarem de vida saem gorados quando Russell é condenado por homicídio e sujeito a uma pena de quatro anos de prisão. Quando é solto e procura a sua redenção, Russell descobre que o irmão (Affleck) envolveu-se com criminosos de uma perigosa rede de fraudes em apostas - e decide vingá-lo.

"Out of the Furnace" estreia a 6 de Dezembro de 2013 nos EUA. Pode seguir o Rick´s Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/pages/Ricks-Cinema/


"Charlie Countryman" - Shia LaBeouf é Charlie Countryman em novo poster do filme

Foi divulgado um novo cartaz de "Charlie Countryman" (anteriormente "The Necessary Death of Charlie Countryman"), um filme protagonizado por Shia LaBeouf. O poster centra-se no protagonista do filme, interpretado por LaBeouf (via Coming Soon).

O enredo de "Charlie Countryman" centra-se no personagem do título (interpretado por Shia LaBeouf), um advogado que tinha uma vida calma até se apaixonar por Gabi, uma mulher irresistível que é casada com um criminoso. Armado apenas com a sua perspicácia e ingenuidade, Charlie vai arranjar confusão atrás de confusão até ficar apenas com uma opção: Salvar a mulher que ama, ou morrer?

O filme é realizado por Fredrik Bond, através do argumento de Matt Drake. "The Necessary Death of Charlie Countryman" conta no elenco com Shia LaBeouf ("Transformers"), Evan Rachel Wood ("Mildred Pierce"), Mads Mikkelsen ("Casino Royale"), Melissa Leo ("The Fighter"), Til Schweiger ("Inglourious Basterds"), Rupert Grint ("Harry Potter") e Aubrey Plaza ("Parks and Recreation").

"Charlie Countryman" estreia a 15 de Novembro de 2013 nos EUA. Pode seguir o Rick´s Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema

Muitas aves nos quatro novos posters de "Free Birds"

Foram divulgados quatro novos posters de "Free Birds", um filme de animação realizado por Jimmy Hayward. Podem ver os posters (via IMP Awards) no final do post. "Free Birds" estreia a 1 de Novembro de 2013, nos EUA.

"Free Birds" é realizado por Jimmy Hayward ("Jonah Hex"), através do argumento de Craig Mazin e John J. Strauss. O filme conta no elenco vocal com Owen Wilson, Woody Harrelson, Amy Poehler, Dan Fogler, Lesley Nicol, George Takei, Colm Meaney, Keith David, entre outros.

O enredo de "Free Birds" centra-se em dois perus que viajam no tempo para tentar impedir a criação da tradição norte-americana de comer peru no Dia de Ação de Graças.

Podem acompanhar o Rick's Cinema no Facebook em:  https://www.facebook.com/RicksCinema


Kevin Reynolds realiza filme sobre a Ressurreição de Jesus Cristo

Vem aí um projecto que promete polémica. Kevin Reynolds ("Waterworld" e minissérie "Hatfields & McCoys") assinou contrato com a LD Entertainment para realizar "Resurrection", um filme sobre a ressurreição de Jesus Cristo. O argumento inicial foi escrito por Paul Aiello (produtor), tendo posteriormente sido revisto por Karen Janszen e Reynolds (via Deadline e THR).

O enredo de "Resurrection" acompanha a ressurreição de Jesus Cristo, através do olhar de um Centurião romano agnóstico, que é designado por Pôncio Pilatos para investigar os rumores sobre o Messias ressuscitado e descobrir o corpo desaparecido do mesmo, tendo em vista a impedir uma revolta em Jerusalém. Ao longo da investigação, as duvidas do Centurião começam a dissipar-se, sobretudo quando se depara com os Apóstolos e outras figuras bíblicas, presenciando eventos que decorrem após a suposta Ressurreição. O filme é descrito como tendo um tom semelhante a "Gladiador".

"Resurrection" deve estrear no período da Páscoa de 2015. Podem acompanhar o Rick's Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema

Idris Elba como Nelson Mandela num novo poster internacional de "Mandela: Long Walk of Freedom"

Foi divulgado mais um poster internacional de "Mandela: Long Walk to Freedom", um filme realizado por Justin Chadwick ("The Other Boleyn Girl") e protagonizado por Idris Elba. O filme conta ainda no elenco com Naomie Harris, Tony Kgoroge, Riaad Moosa, Zolani Mkiva, Jamie Bartlett, Lindiwe Matshikiza, Deon Lotz e Terry Pheto. O poster centra-se no protagonista do filme, interpretado por Idris Elba (via IMP Awards).

O filme é baseado na autobiografia "Long Walk to Freedom", escrita por Nelson Mandela. O argumento da obra cinematográfica foi escrito por William Nicholson ("Gladiator"). Idris Elba interpreta Nelson Mandela, enquanto Naomie Harris interpreta Winnie Mandela. "Mandela: Long Walk to Freedom" foi publicado em Portugal com o título "Um Longo Caminho para a Liberdade" e tem a seguinte sinopse (Bertrand):

 "Galardoado em 1993 com o Prémio Nobel da Paz, presidente do Congresso Nacional Africano (ANC) e líder do movimento anti-apartheid, Nelson Mandela é um dos grandes chefes morais e políticos do mundo. Nas suas memórias, Um Longo Caminho para a Liberdade, que são um best-seller a nível internacional, conta-nos a sua extraordinária história de vida - uma narrativa épica de luta, derrota, esperança renovada e triunfo final.
 Mandela relata as suas andanças em termos vividos e eloquentes: a evolução da sua consciência política, o papel de relevo que desempenhou na fundação da Liga da Juventude do ANC, os anos dramáticos de vida na clandestinidade - que em 1964 conduziram a uma sentença de prisão - e o quarto de século repleto de acontecimentos que viveu atrás das grades.
 Recorda também em termos emotivos os momentos mais significativos que o levaram ao triunfo nas primeiras eleições multirraciais de sempre na África do Sul, em Abril de 1994".

"Mandela - Long Walk to Freedom" estreia a 29 de Novembro de 2013 nos EUA. Podem acompanhar o Rick's Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema

Disponibilizados poster e dois frenéticos anúncios televisivos de "Mob City"

Foram disponibilizados recentemente um poster e dois novos anúncios publicitários de "Mob City", uma série que tem como curiosidade o facto de ter sido criada por Frank Darabont, ex-showrunner de "The Walking Dead".

A série conta com o argumento, realização e produção executiva de Darabont e a sua história foi inspirada na obra literária "L. A. Noir: The Struggle for the Soul of America’s Most Seductive City", da autoria de John Buntin, que se foca no conflito, ocorrido nas décadas de 40 e 50, entre o chefe da polícia de Los Angeles, William Parker, e o mafioso Mickey Cohen.

Sinopse: "Mob City" é a história verídica de um conflito que durou mais de uma década entre o departamento da polícia de Los Angeles, sob a liderança do Chefe da Polícia William Parker, e os elementos sem escrúpulos do grupo criminoso liderado por Mickey Cohen, um outrora-boxer que foi ascendendo até ao topo do mundo criminal de Los Angeles. A série é um drama criminal de ritmo acelerado passado em Los Angeles durante as décadas de 40 e 50. É um mundo de glamour, de estrelas de Hollywood, dos poderosos chefes dos estúdios de cinema, de heróis de guerra regressados, de uma poderosa e corrupta força policial e de uma rede criminosa ainda mais perigosa, determinada em fazer de L.  A. a sua base da costa ocidental.

 A série conta no elenco com Jon Bernthal (o Shane de "The Walking Dead"), Neil McDonough ("Minority Report"), Milo Ventimiglia ("Heroes"), Jeffrey DeMunn ("The Walking Dead"), Andrew Rothenberg ("The Walking Dead"), Thomas Jane ("Hung") e ainda Simon Pegg como ator convidado.

"Mob City" chega às televisões norte-americanas no dia 4 de Dezembro. Para verem os vídeos, basta carregarem em ler mais.

Poster nacional de "Don Jon"

O poster nacional de "Don Jon" já se encontra online. O filme foi realizado por Joseph Gordon-Levitt ("Looper"). "Don Jon" estreia em Portugal a 10 de Outubro de 2013.

O enredo de "Don Jon" centra-se em Jon Martello (Joseph Gordon-Levitt), um sedutor inveterado de New Jersey, que trata as mulheres como objectos, é viciado em pornografia e inicia uma inesperada relação com Barbara Sugarman (Scarlett Johansson). Esta é uma mulher bela e fascinante, que procura encontrar um Príncipe Encantado, uma figura próxima dos romances de Hollywood. Jon e Barbara procuram ultrapassar as diferentes perspectivas com que encaram as pessoas do sexo oposto, enquanto enfrentam uma cultura recheada de falsas fantasias e procuram alcançar uma relação verdadeiramente intima.

"Don Jon" é realizado por Joseph Gordon-Levitt ("Inception"), através do argumento do próprio, e conta no elenco com Scarlett Johansson ("Os Vingadores"), Gordon-Levitt, Julianne Moore ("Game Change"), Tony Danza ("Aftermath") e Brie Larson ("21 Jump Street").

Siga o Rick´s Cinema no Facebook em: http://www.facebook.com/pages/Ricks-Cinema/

Novo banner de "The Hobbit: The Desolation of Smaug"

Foi divulgado um novo banner (via Coming Soon) de "The Hobbit: The Desolation of Smaug". O filme estreia a 13 de Dezembro de 2013 nos Estados Unidos da América.

"The Hobbit: The Desolation of Smaug" é realizado por Peter Jackson (trilogia "O Senhor dos Anéis"), através do argumento da autoria do próprio em colaboração com Fran Walsh, Philippa Boyens e Guillermo del Toro. O filme conta no elenco com Ian McKellen, Martin Freeman, Cate Blanchett, Orlando Bloom, Ian Holm, Christopher Lee, Hugo Weaving, Elijah Wood, Evangeline Lilly, Andy Serkis, Richard Armitage, John Bell, Stephen Fry, entre outros. 

 O enredo da trilogia de "O Hobbit" é inspirado no livro homónimo escrito por J. R. R. Tolkien, publicado em 21 de Setembro de 1937, cuja narrativa antecede a história contada na série "O Senhor dos Anéis" em 60 anos, tempo em que Bilbo fica com o anel até o retorno de Sauron, "o senhor das trevas". "The Hobbit" conta a história de um hobbit chamado Bilbo Baggins, que nunca pensara em sair de sua toca grande e confortável, até ser apanhado de surpresa por um mago chamado Gandalf e 13 anões (Dwalin, Balin, Kili, Fili, Dori, Nori, Ori, Oin, Gloin, Bifur, Bofur, Bombur e Thorin Escudo-de-Carvalho). Estes queriam recuperar os seus tesouros, que tinham sido roubados por um dragão chamado Smaug. Assim, estes saem em busca da Montanha Solitária com o objectivo de recuperar o que lhes pertence, vivendo muitas aventuras durante todo caminho, que envolvem aranhas gigantes, elfos, trolls e outros seres fantásticos, incluindo Gollum.

Podem acompanhar o Rick's Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema

"Remember Who The Enemy Is" - Jennifer Lawrence no novo poster de "The Hunger Games: Catching Fire"

Foi divulgado (via IMP Awards) um novo poster de "The Hunger Games: Catching Fire". O poster centra-se em Katniss Everdeen (Lawrence) e surge acompanhado pela frase de efeito: "Remember Who The Enemy Is".

The Hunger Games: Catching Fire" é inspirado na obra literária "Catching Fire", de Suzanne Collins. O livro foi publicado originalmente no dia 1 de Setembro de 2009, tendo sido um sucesso de vendas. O livro foi publicado em Portugal com o título "Em Chamas" e tem a seguinte sinopse (Bertrand):

Depois de no primeiro volume Katniss se oferecer para substituir a irmã mais nova nos Jogos da Fome, que têm como lema «matar ou morrer», contra todas as expectativas, não só Katniss Everdeen venceu os Jogos da Fome, como pela primeira vez na história desta competição dois tributos conseguiram sair da arena com vida. Os dois jovens Katniss e Peeta tornaram-se agora os rostos de uma rebelião que nunca esteve nos seus planos. E o Capitólio não olhará a meios para se vingar… Um ritmo constante de adrenalina numa obra que promete tornar-se uma das leituras mais viciantes do ano.

"Catching Fire" é realizado por Francis Lawrence ("Water for Elephants"), através do argumento de Simon Beaufoy ("Slumdog Millionaire") e posteriormente Tom Arndt ("Toy Story 3"). O filme conta no elenco com Jennifer Lawrence, Josh Hutcherson, Liam Hemsworth, Lenny Kravitz, Elizabeth Banks, Stanley Tucci, Donald Sutherland, Woody Harrelson, Philip Seymour Hoffman, Jena Malone, Amanda Plummer, Lynn Cohen, Patrick St. Esprit, Meta Golding, Bruno Gunn, Alan Ritchson, E. Roger Mitchell, Maria Howell, Stephanie Leigh Schlund, Sam Claflin e Jeffrey Wright.

The Hunger Games: Catching Fire" estreia no dia 22 de Novembro de 2013, nas salas de cinema norte-americanas. "Jogos da Fome: Em Chamas" estreia em Portugal a 28 de Novembro de 2013. "Jogos Vorazes - Em Chamas" estreia no Brasil a 22 de Novembro de 2013. Podem seguir o Rick´s Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/pages/Ricks-Cinema

"Captain Phillips" - Novo filme de Paul Greengrass ganha mais um trailer

Já se encontra on-line um novo trailer completo de "Captain Phillips", o novo filme protagonizado por Tom Hanks. Podem ver o trailer de "Captain Phillips" no final do post. O vídeo promocional foi exibido originalmente no intervalo do último episódio da série "Breaking Bad".

A história de "Captain Phillips" é inspirada no célebre livro de memórias do capitão Richard Phillips, intitulado "A Captain’s Duty: Somali Pirates, Navy SEALs, and Dangerous Days at Sea". O filme acompanha a história do resgate do Capitão Phillips, um indivíduo que em 2009 teve o seu barco sequestrado por piratas da Somália e acabou por ser resgatado pelas forças navais dos Estados Unidos da América

O filme é realizado por Paul Greengrass ("Green Zone"), através do argumento de Billy Ray, e conta no elenco com Tom Hanks ("Larry Crowne"), Catherine Keener, Max Martini, Yul Vazquez, Michael Chernus, Chris Mulkey, Corey Johnson, David Warshofsky, John Magaro, Angus MacInnes, entre outros.

"Captain Phillips" estreia a 11 de Outubro de 2013 nas salas de Cinema Norte-Americanas. Podem acompanhar o Rick's Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema


Doclisboa 2013 - Revelados os filmes de abertura e encerramento

 Foram revelados os filmes de abertura e encerramento da décima primeira edição do DocLisboa - Festival Internacional de Cinema. A sessão de abertura do Doclisboa’13 realiza-se no dia 24 de Outubro, Quinta-Feira, às 21h30, no Grande Auditório da Culturgest, com “Pays Barbare” que será apresentado pelos cineastas, sediados em Milão, Yervant Gianikian e Angela Ricci Lucchi. Já a sessão de encerramento do Doclisboa’13, vai ter lugar no dia 2 de Novembro, tendo ficado reservada para “Manuscripts don’t Burn”, do realizador dissidente iraniano Mohammad Rasoulof.

 “Pays Barbare” foi exibido em festivais como o de Toronto e Locarno, chegando a Portugal através do DocLisboa. O filme realizado por Yervant Gianikian e Angela Ricci Lucchi narra, através de arquivos, a presença colonial italiana na Etiópia e os mecanismos de subjugação aí utilizados durante a liderança dictatorial de Mussolini. É um filme que surge como um acto político, apelando à memória e à reflexão, para que reconheçamos e enfrentemos os indícios de um fascismo que se produz silenciosamente em cada época.

Imagem de "Pays Barbare"

  Por sua vez, “Manuscripts don’t Burn” (Dast-Neveshtehaa Nemisoosand), também foi exibido no Toronto International Film Festival, bem como na edição de 2013 do Festival de Cannes, tendo sido realizado pelo dissidente iraniano Mohammad Rasoulof. O documentário acompanha um homem perseguido pelos serviços secretos iranianos, que tenta publicar as suas memórias de presidiário e sair do país. Corajoso e lúcido, o filme é (mais uma) denúncia meticulosa de repressão no Irão, feito por um dos mais destacados realizadores iranianos da actualidade.

"Manuscripts don't Burn"

 Vale a pena recordar que Mohammad Rasoulof foi um dos cineastas detidos juntamente com Jafar
Panahi. Em 2011 apresentou “Goodbye”, tendo ganho o prémio de realização Un Certain Regard, em Cannes. Em 2013 apresentou “Manuscripts don’t Burn”, filmado clandestinamente no Irão, com o qual ganhou o prémio FIPRESCI, também em Cannes.


A edição de 2013 do DocLisboa decorre entre os dias 24 de Outubro a 3 de Novembro de 2013.

Resenha Crítica: "Der heilige Berg" (1926)

 Os filmes de montanha (Bergfilme) foram bastante populares na Alemanha nos anos 20 e 30, tendo gerado uma dose de fãs considerável, quase que podendo ser comparados ao gosto pelos westerns nos Estados Unidos da América. Uma das obras inseridas neste subgénero é "A Montanha Sagrada" ("Der heilige Berg"), um filme realizado por Arnold Fanck, um nome conhecido por dirigir este tipo de películas e ter contribuído para a popularidade das mesmas, tendo como protagonista uma jovem que pretendia formar carreira na representação cinematográfica: Leni Riefenstahl, conhecida posteriormente por ter utilizado o seu talento na realização cinematográfica ao serviço dos filmes de propaganda de Adolf Hitler. Durante algum tempo "Der heilige Berg" foi conhecido como o primeiro filme onde esta integrou o elenco, embora mais tarde, se tenha descoberto que esta constou no elenco de "Caminho da Força e da Beleza" ("Wege zu Kraft und Schönheit - Ein Film über moderne Körperkultur"), lançado um ano antes de "A Montanha Sagrada", onde consta que Leni aparecerá com pouca roupa a cobrir os seios. Em "Der heilige Berg", o talento de Leni Riefenstahl para a dança (fora bailarina durante algum tempo) é explorado de forma assertiva (por vezes algo exagerada) por Arnold Fanck, que viu em Leni uma musa capaz de protagonizar o seu filme, com esta a dar vida a Diotima, uma bailarina talentosa que desperta a atenção de Karl (Luis Trenker) e Vigo (Ernst Petersen), dois amigos e esquiadores talentosos. 

 Diotima inicia uma relação com Karl, no entanto, não repele por completo os avanços de Vigo, resultando num triângulo amoroso intrincado. No meio deste romance, temos ainda uma competição de esqui, onde Vigo é um dos favoritos, mostrando uma destreza soberba nas montanhas, onde exibe uma segurança semelhante ao seu comportamento com a bela Diotima, a mulher que é alvo das afeições do seu amigo. Temos aqui presente uma história simples sobre um triângulo amoroso condenado ao fracasso, acompanhada pela exacerbação dos valores da amizade, números de dança bem coreografados, melodrama e acima de tudo muitas cenas de montanhismo e de esqui, com Arnold Fanck a não ter problemas em estender de forma exagerada estas últimas para mostrar a beleza deste desporto e do território que se encontrava a filmar. Fanck terá certamente sido uma enorme inspiração para Leni quando esta assumiu a realização de "A Luz Azul", com "Der heilige Berg" a contar com um trabalho de fotografia de belíssimo e uma sensibilidade pictórica notável, colocando em evidência a beleza do território natural onde foi filmado (as Dolomitas), em particular as montanhas marcadas pela neve, imensas e perigosas, desafiadoras do ser humano que mantém um desejo quase irracional de as enfrentar mesmo em condições adversas. Essa irracionalidade levou a que Siegfried Kracauer tenha salientado que "a imaturidade e o entusiasmo pelas montanhas eram sintomas de um anti-racionalismo que os nazis haveriam de capitalizar", uma teoria que podemos ou não "comprar", embora possa fazer algum sentido. 

 Questões políticas à parte, "Der heilige Berg" coloca-nos acima de tudo perante um melodrama belissimamente filmado, que conta com uma Leni Riefenstahl bastante eficaz na exposição dos sentimentos da sua personagem, revelando os seus hábeis dotes para a dança (veja-se o belo prelúdio), enquanto Luis Trenker (posteriormente rival de Leni a quem viria a chamar de "cabra oleosa") e Ernst Petersen apresentam interpretações seguras, embora tudo seja algo secundarizado pelo trabalho de Fanck. O cineasta cria uma obra de enorme beleza, explorando o território natural que tem para filmar, divergindo das obras filmadas em estúdio na Alemanha deste período (o filme foi lançado em 1926). As montanhas cobertas de neve ganham uma enorme poesia, as nuvens são expostas com significado, existindo uma comunhão sublime entre o homem e a natureza. Diga-se que esta comunhão não é pacífica, com o homem, no caso, os esquiadores e os alpinistas, a desafiarem a natureza, a colocarem as suas vidas em perigo perante a ferocidade da natureza (que gradualmente passa de espaço idílico para representativo do perigo), tão inquieta como os sentimentos do homem, tais como o amor e o desejo. Esse amor que está presente no filme é provocado por Diotima, uma bailarina sensual, que encanta com os seus movimentos e inebria os seus admiradores, fazendo-os esquecer de analisar a sua pessoa, um pouco como Fanck fez com o seu filme. No prelúdio de "Der heilige Berg" encontramos a personagem interpretada por Leni Riefenstahl a dançar perante o mar, num momento representativo da beleza visual deste filme, onde o ser humano e a natureza surgem lado a lado, o enredo nem sempre é o mais elaborado e Leni Riefenstahl tem o seu primeiro grande papel na representação cinematográfica.

Título original: "Der heilige Berg". 
Título em Portugal: "A Montanha Sagrada".
Realizador: Arnold Fanck. 
Argumento: Arnold Fanck. 
Elenco: Leni Riefenstahl, Luis Trenker, Ernst Petersen.

Charlie Sheen promete legalizar a marijuana em vídeo viral de "Machete Kills". Novas imagens do filme

Foram divulgadas várias imagens e um vídeo viral de "Machete Kills", um filme realizado por Robert Rodríguez. O vídeo centra-se num conjunto de promessas eleitorais do personagem interpretado por Charlie Sheen, entre as quais, legalizar o consumo de marijuana. Podem ver o vídeo promocional e as imagens no final do post (via The Playlist).

"Machete Kills" é realizado por Robert Rodríguez, através do argumento do próprio, e conta no elenco com Danny Trejo ("Pendejo"), Michelle Rodriguez ("Avatar"), Mel Gibson ("Get the Gringo"), Demián Bichir ("A Better Life"), Amber Heard ("Zombieland"), Sofia Vergara ("Modern Family"), Zoe Saldana ("Colombiana"), Edward James Olmos ("Battlestar Galactica"), Charlie Sheen ("Anger Management"), Electra Avellan ("Machete"), Elise Avellan ("Machete"), William Sadler ("Die Hard 2"), Alexa Vega ("Spy Kids"), Lady Gaga e Marko Zaror ("Kiltro").

Sinopse: "Numa nova missão, desta vez a pedido do próprio Presidente dos Estados Unidos da América, Machete terá o desafio de derrotar um perigoso líder de um cartel, que ameaça o governo com ataques nucleares".

"Machete Kills" estreia a 13 de Setembro de 2013, nas salas de cinema norte-americanas. Sigam a página do Rick´s Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/pages/Ricks-Cinema/


29 setembro 2013

A Semana em Revista - 23 a 29 de Setembro de 2013

Desde o início de Janeiro de 2012, que o Rick's Cinema conta nas noites de Domingo com um post da rubrica "A Semana em Revista", algo que consiste num post manhoso onde aproveito para efectuar um balanço do que foi feito pelo Rick´s Cinema ao longo da semana. Nesta rubrica procuramos apresentar alguns dos posts mais relevantes efectuados entre a 2ª Feira e o Domingo de cada semana, neste caso, entre os dias 23 a 29 de Setembro de 2013.
  Esta rubrica pretende ser uma forma rápida, fácil e acessível de dar a conhecer o que temos vindo a fazer ao longo da semana, a todos aqueles que não tiveram a oportunidade de ler os posts, aqueles que pretendem reler, ou voltar a ignorar.

O primeiro destaque da semana vai para as sete críticas publicadas ao longo da mesma, entre as quais a filmes como "Olympia", "Tiefland", "Arrugas", entre outros:
- Resenha Crítica: "Olympia" ("Olympia 1. Teil - Fest der Völker" e "Olympia 2. Teil - Fest der Schönheit") 
- Resenha Crítica: "Metallica: Through the Never" (Metallica Como Nunca Antes)
- Resenha Crítica: "Like Someone in Love" (Um Alguém Apaixonado)
- Resenha Crítica: "Tiefland" (1954)
- Resenha crítica: "Rugas"
- Resenha Crítica: "Center Stage" (Ruan Lingyu)
- Resenha Crítica: "Lesson of the Evil" (Aku no Kyōten)

O segundo destaque vai para o post dedicado às estreias da semana, onde podem encontrar links para críticas publicadas, sinposes, trailers e afins:
- Estreias da semana - 26 de Setembro de 2013

Fiquem agora com as notícias mais lidas da semana:
- Trailer e várias imagens de "Dom Hemingway"
- Primeira imagem da nova adaptação de "Cinderella"
- Daniel Radcliffe pode dar vida a Freddie Mercury em filme biográfico sobre o cantor
- Christian Bale, Casey Affleck e Woody Harrelson nas novas imagens de "Out of the Furnace"
- Jim Carrey e Jeff Daniels nas duas primeiras fotos do set de "Dumb and Dumber To"
- Trailer de "Venus in Fur" (La Vénus à la fourrure)
- Trailer de "Need For Speed"
- Jennifer Lawrence e Gary Ross em adaptações de "East of Eden" e "Burial Rites" 
- Chris Pine e Anna Kendrick nas fotos do set de "Into the Woods". Meryl Streep como uma bruxa numa imagem do filme
- Quarto clip de "Nymphomaniac" é dedicado ao quarto capítulo do filme: "Delirium"
- Geoffrey Rush é o Deus Rá em "Gods of Egypt"

Joseph Fiennes e John Hurt na nova foto do set de "Hercules"

Dwayne "The Rock" Johnson divulgou na sua conta do Twitter (via Omelete) uma nova foto dos bastidores de "Hercules", um filme realizado por Brett Ratner. A foto centra-se em Joseph Fiennes e John Hurt.

"Hercules" é realizado por Brett Ratner ("Tower Heist"). O argumento inicial do filme foi escrito por Ryan Condol, tendo posteriormente sido rescrito por Evan Spiliotopoulos. O filme conta no elenco com Ian McShane ("Jack the Giant Slayer"), Joseph Fiennes ("Camelot"), John Hurt ("Snowpiercer"), Rebecca Ferguson ("Strandvaskaren"), Rufus Sewell ("Hotel Noir"), Aksel Hennie ("Headhunters") e Dwayne "The Rock" Johnson ("Pain and Gain"), Antje Traue ("Man of Steel"), Reece Ritchie ("The Lovely Bones"), Ingrid Bolsø Berdal ("Chernobyl"), Tobias Santelmann ("Kon-Tiki"), entre outros.

"Hercules" é baseado nos comics da Radical Publishing, que conta com duas séries: "The Thracian Wars" e "The Knives of Kush," ambas escritas por Steve Moore e desenhadas por Cris Bolsin. "Hercules: The Thracian Wars" tem a seguinte sinopse (via Omelete): "Todos conhecem a lenda de Hércules e os seus doze trabalhos. A nossa história começa depois dos trabalhos e depois da lenda. Assombrado por um pecado do passado, Hércules tornou-se um mercenário. Juntamente com cinco companheiros fiéis, Hercules viaja pela Grécia antiga, enquanto vende os seus serviços por dinheiro e utiliza a sua lendária reputação para intimidar os inimigos. Quando o benevolente regente da Trácia e a sua filha procuram a ajuda de Hercules para derrotar um inimigo selvagem e terrível, o protagonista busca para que o bem triunfe e a justiça prevaleça sobre o mal. Hércules precisa tornar-se novamente um herói e abraçar o seu próprio mito...ele precisa de ser Hércules".

"Hercules" estreia a 25 de Julho de 2014 nos Estados Unidos da América. Podem seguir o Rick´s Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema

Clip de "Gravity"

 O CBM divulgou um clip de "Gravity", um filme realizado por Alfonso Cuarón. Podem ver o trecho de "Gravity" no final do post.

O filme é realizado por Alfonso Cuarón ("Children of Men"), através do argumento deste em colaboração com o filho Jonas Cuarón. "Gravity" conta no elenco com Sandra Bullock e George Clooney.

 Sinopse: Sandra Bullock interpreta a Drª. Ryan Stone, uma brilhante engenheira médica durante a sua primeira missão espacial ao lado do veterano astronauta Matt Kowalsky (George Clooney). Numa operação de rotina, que deveria ser a última de Kowalsky antes da reforma, um desastre acontece e a nave é destruída. A dupla de protagonistas fica à deriva no espaço, indo ficar ligados apenas por um cabo. O silêncio ensurdecedor diz-lhes que perderam o contacto com a Terra e qualquer hipótese de serem resgatados. Enquanto o medo transforma-se em pânico e o oxigénio começa a escassear, a dupla percebe que a melhor forma de poder tentar regressar a casa é aventurarem-se na aterrorizadora vastidão do espaço.

"Gravity" estreia a 4 de Outubro de 2013, nos Estados Unidos da América. Pode acompanhar o Rick's Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema


Box Office - 27 a 29 de Setembro de 2013 - "Cloudy With a Chance of Meatballs 2" fica com a liderança

Boa Noite, caros leitores e leitoras. Já temos disponíveis os resultados do box office dos EUA entre os dias 27 a 29 de Setembro de 2013. Esta semana, o estreante "Cloudy With a Chance of Meatballs 2" obteve a liderança, tendo ultrapassado o anterior líder "Prisoners" e a concorrência de "Rush" (agora em circuito alargado). De salientar ainda os estreantes "Baggage Claim" e Don Jon". "Baggage Claim" obteve o quarto lugar da classificação, tendo alcançado 9,3 milhões de dólares em 2027 salas, enquanto "Don Jon" (o primeiro filme realizado por Joseph Gordon-Levitt) ficou com o quinto lugar, alcançando 9 milhões de dólares em 2422 salas (e assim supera o seu orçamento de 6 milhões de dólares).

O primeiro lugar foi para "Cloudy with a Chance of Meatballs 2", um filme realizado por Cody Cameron e Kris Pearn (que trabalharam no departamento de animação do primeiro filme). O filme obteve 35 milhões de dólares em 4001 salas, valores ainda distantes dos 78 milhões de dólares do seu orçamento (que devem ser ultrapassados ao longo das próximas semanas, nem que seja com a ajuda da bilheteira externa).

O enredo de "Cloudy with a Chance of Meatballs 2" desenrola-se pouco tempo depois dos eventos do primeiro filme, com Flint Lockwood a ver o seu talento a ser finalmente reconhecido, tendo sido convidado por Chester V (Will Forte) para juntar-se à "The Live Corp Company", uma empresa onde os melhores inventores do mundo criam tecnologias para melhorar a vida da humanidade. O braço direito de Chester é Barb (Kristen Schaal), uma orangotango com cérebro humano, que também é desonesta, manipuladora e gosta de utilizar batom.
Flint sempre teve o sonho de ser reconhecido como um grande inventor, mas tudo muda quando este descobre que a sua mais infame invenção, a máquina que transforma água em comida, continua a ser utilizada e encontra-se a criar mutantes esfomeados e perigosos.
Com o destino da humanidade nas suas mãos, Flint e os seus amigos devem embarcar numa missão deliciosamente perigosa, onde terão de enfrentar vários mutantes com formato de comida, e salvar o Mundo... outra vez!"

Trailer de "Cloudy With a Chance of Meatballs 2":




O segundo lugar ficou para o anterior líder, "Prisoners", que obteve 11,7 milhões de dólares em 3290 salas, contando com uma receita acumulada a rondar os 38,9 milhões de dólares. O filme conta com um orçamento avaliado em 46 milhões de dólares. "Prisoners" foi realizado por Dennis Villeneuve ("Incendies"), através do argumento de Aaron Guzikowski (“Contraband”). O filme conta no elenco com Hugh Jackman ("Van Helsing"), Melissa Leo ("Flight"), Jake Gyllenhaal ("An Enemy"), Paul Dano ("Ruby Sparks"), Viola Davis ("The Help"), Maria Bello ("Grown Ups 2") e Terrence Howard ("Iron Man").

O enredo de "Prisoners" acompanha Keller Dove (Jackman) um indivíduo que tem de correr contra o tempo para salvar a sua filha e a melhor amiga desta, após terem sido raptadas e a polícia não conseguir resolver o caso. Durante toda esta busca, Keller acaba por ir contra a polícia e contra o detective designado para o caso, deixando um rasto de fúria por onde passa.

Trailer de "Prisoners":




O terceiro lugar ficou para o nosso mui adorado "Rush", o novo filme realizado por Ron Howard. "Rush" estreou na semana passada em circuito restrito, tendo esta semana sido exibido em 2297 salas, algo que lhe valeu um terceiro lugar e cerca de 10,3 milhões de dólares em receitas. O filme conta com uma receita acumulada a rondar os 10,5 milhões de dólares, valores ainda distantes dos 38 milhões do seu orçamento.

O enredo de "Rush" desenrola-se durante a década de 70, e acompanha a rivalidade entre duas grandes lendas da Fórmula Um, Niki Lauda (Daniel Brühl) e James Hunt (Chris Hemsowrth). Em 1976, Niki Lauda, sofreu um gravíssimo acidente no GP de Nurburgring, com o Ferrari do austríaco a bater numa curva e pegar fogo. Lauda ficou preso nas ferragens durante vários minutos. Um padre chegou a ser chamado ao hospital para lhe dar a extrema unção. Apesar de graves queimaduras, que lhe custaram partes da orelha direita, Lauda voltaria a correr seis semanas depois, contra o seu principal adversário, James Hunt.

"Rush" é realizado por Ron Howard, através do argumento de Peter Morgan ("Frost/Nixon"). O filme conta no elenco com Chris Hemsworth ("Thor"), Daniel Brühl ("Inglorious Basterds") e Alexandra Maria Lara ("City of Life").

Crítica a Rush": http://bogiecinema.blogspot.pt/2013/09/resenha-critica-rush-duelo-de-rivais.html

Trailer de "Rush":




Tabela (via Box Office Mojo):


Resenha Crítica: "Lesson of the Evil" (Aku no Kyōten)

 A certa altura de "Lesson of the Evil" encontramos Seiji Hasumi (Hideaki Ito), o protagonista deste filme realizado por Takashi Miike, banhado de sangue, com tons encarnados bem vivos a cobrirem o seu corpo, acompanhado por dois baldes com pedaços de corpos mortos e o seu companheiro de matança enquanto esteve nos Estados Unidos da América. Hasumi logo mata o seu companheiro, sendo que esta é uma das muitas cenas que nos ajudam a expor bem o quão perturbado é o protagonista e já agora o quão criativo é Takashi Miike para estas questões das mortes chocantes e violência. Se ficou chocado com esta cena, então não conhece Takashi Miike, se conhece já sabe que quando este resolve dar violência gratuita não tem problemas em mostrá-la de forma gráfica e por vezes perturbadora. Quando conhecemos Hasumi este é apresentado como um professor de inglês do ensino secundário que parece relativamente simpático para com os seus alunos, tendo-se formado na Universidade de Harvard e efectuado um MBA, e trabalhado dois anos para a Morgan Stanley. De regresso ao Japão, onde na infância lidara com a morte dos pais, este estabelece uma relação de aparente proximidade com os seus alunos, incluindo a jovem Myia (Takehiro Hira), mas cedo começa a estabelecer as suas acções. Com Myia, uma jovem que se encontrava a ser assediada pelo professor Shibahara (Takayuki Hamada), o protagonista tem uma relação secreta e estranha, ou não estivéssemos a falar de um relacionamento amoroso entre um adulto e uma menor, mas esta é apenas uma das muitas perversões deste personagem, que aos poucos começa a eliminar pais que tratam os filhos de forma abusiva, alunos com comportamento indevido e a expor o seu lado negro. 

 Gradualmente, vamos ficando a saber que Hasumi matou os seus pais, antigos alunos de outra escola onde deu aulas e cometeu vários crimes, revelando-se um frio psicopata, que estabelece uma relação de aparente confiança com outros professores e alunos até mostrar o seu lado negro e entrar numa jornada psicótica de mortes. Alguns desconfiam da sua personalidade, como o professor Masanobu Tsurii (Mitsuru Fukikoshi) e o aluno Keisuke Hayami (Shōta Sometani), mas poucos têm provas concretas contra o professor, pelo menos até este começar a colocar em prática os seus actos hediondos, com o filme a revelar a sua faceta slasher com o avançar da narrativa. "Lesson of the Evil" convida-nos assim a ser testemunhas dos actos de um psicopata louco, que mata por prazer, embora muitas das vezes aparente ter um sentido de lei transviado, enquanto Takashi Miike procura supostamente efectuar uma alegoria para o estado do Japão actual, como este salientou em entrevista: “The superficiality of the peacefulness within the classroom is a reflection of Japanese society. It’s not a true peace. And in the film, I express what actually happens when the illusion on the surface begins to fall apart". Não estamos certos se essa alegoria é paradigmaticamente transmitida, mas o que é certo é que Takashi Miike transporta-nos para o interior de uma obra perturbadora, que inicialmente nos transmite uma certa sensação de paz e normalidade, parecendo posteriormente andar pelas "águas" do thriller psicológico até chegar a uma onda de matança.

 Esta onda de matança e carnificina deve-se a Seiji Hasumi, um personagem interpretado com grande eficácia por Hideaki Ito, um actor capaz de personificar as diferenças de comportamentos do seu personagem, um psicopata dissimulado, que esconde no seu sorriso simpático uma ânsia pela morte alheia e uma paixão incontrolável pela carnificina. Hasumi é o paradigma do próprio filme, que esconde temporariamente a sua faceta de pura malícia, onde a morte e o choque andam ligados e cedo nos causa uma sensação de mal-estar perante o seu último terço, cuja gratuitidade da violência nos incomoda e traz à memória tantos outros massacres ocorridos em massa às mãos de loucos. Estará Miike a glorificar estas mortes ou a criticá-las? Provavelmente nem uma coisa, nem outra, parece sim, que este está pronto a deixar o espectador isolado perante estes hediondos acontecimentos e mostrar-lhe o lado negro da humanidade. Este lado negro surge exposto com uma brutalidade cruel e pura de malvadez, nos actos do protagonista, que tanto é capaz de pegar na sua metralhadora e seguir para uma matança sonora e violenta, como de torturar a sua vítima com requintes de sadismo, com Takashi Miike a parecer divertir-se a aproveitar a morbidez do seu personagem para avançar com a violência.

Miike explora a violência, proporciona um último terço digno de causar incómodo e as reacções mais exageradas, onde explora o espaço fechado da escola para o transformar num claustrofóbico antro de morte, sendo capaz de o apresentar com alguma beleza, com as tonalidades vermelhas a tomarem esporadicamente conta das imagens em movimento e a deixarem antever o sangue que irá jorrar dos corpos, numa obra que encontra alguma ressonância em tristes episódios recentes da nossa história, algo que aumenta ainda mais o incómodo provocado, enquanto assistimos a Hasumi expor o seu lado nihilista e Takashi Miike a apresentar o seu arsenal de criatividade para a violência. Entre a matança mais sóbria e a violência a um ritmo frenético, Miike adorna a narrativa com algum humor negro e muita tensão, apresentando-nos a uma obra nem sempre consistente, que parece pensar muitas das vezes que é mais inteligente do que é na realidade. É verdade que existe toda uma exposição da dicotomia entre o ser e o aparecer personificado no protagonista, que o filme conta com um trabalho de fotografia digno de alguma atenção e é competente na criação de uma atmosfera negra, mas por vezes fica a sensação de que Miike estende a obra em demasia quando não tem assim tanto para dar, sobretudo na exploração dos personagens secundárias que pouca ressonância conseguem causar no espectador.

Não faltam alunos, professores e pais furiosos, personagens que muitas das vezes apenas parecem estar na narrativa para servirem de alvo do protagonista e pouco mais do que isso, com Miya Yasuhara a ser uma das agradáveis excepções, visto ser alvo do desejo de Seiji Hasumi, tendo por esta um sentimento de posse que se promete revelar funesto. No entanto, logo temos subtramas como a relação homossexual entre o professor Kume (Takehiro Hira) e Masahiko Maejima (Kento Hayashi), o seu aluno, que pouco são exploradas, vários estudantes da escola secundária que são atirados para a narrativa para aumentar a contagem de mortes, momentos entre alunos que apenas servem para encher, entre outros elementos que não funcionam devido a um argumento demasiado insuficiente para a longa duração do filme. Takashi Miike é conhecido pela sua proficuidade, chegando a realizar vários filmes por ano, por vezes de géneros diversificados, surgindo como um cineasta muito peculiar, que embora nem sempre acerte nas suas obras, conseguiu estabelecer uma larga base de fãs. Com uma obra intitulada "Lesson of Evil", Takashi Miike não engana os espectadores nos propósitos do seu filme, onde o mal surge personificado num professor psicopata, que aos poucos revela a sua verdadeira faceta, enquanto Miike diverte-se a provocar o choque e o incómodo do espectador, algo que consegue de forma satisfatória.

Título original: "Aku no Kyōten".
Título em inglês: "Lesson of the Evil". 
Realizador: Takashi Miike. 
Argumento: Takashi Miike.
Elenco: Hideaki Ito, Takayuki Yamada, Mitsuru Fukikoshi, Takehiro Hira, Shōta Sometani.

Novo poster de "Homefront"

Foi divulgado um novo poster de "Homefront", um filme que coloca Jason Statham e James Franco em confronto. Poster via IMP Awards.

O argumento de "Homefront" é inspirado no livro homónimo da autoria de Chuck Logan. O enredo centra-se num antigo agente do DEA (Statham) que se muda com a família para uma pequena cidade, tendo em vista levar uma vida mais calma. No entanto, a sua paz termina quando descobre que a cidade onde habita encontra-se ameaçada por traficantes locais, algo que irá obrigar o antigo agente a voltar ao activo.

"Homefront" é realizado por Gary Fleder ("The Express"), através do argumento de Sylvester Stallone ("Rocky"). O filme conta no elenco com James Franco ("The Broken Tower"), Jason Statham ("The Expendables"), Winona Ryder ("Frankenweenie"), Frank Grillo ("The Grey") e Kate Bosworth ("Straw Dogs").

Podem seguir o Rick´s Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema 

Quatro clips de "Romeo and Juliet"

Foram divulgados quatro clips de "Romeo and Juliet", o novo filme do realizador Carlo Carlei ("Fluke"). O Collider reuniu os trechos da nova adaptação cinematográfica da clássica história de Romeu e Julieta num único player, que pode ser visto no final do post.

"Romeo and Juliet" é realizado por Carlo Carlei ("Fluke"), através do argumento de Julian Fellowes ("Downtown Abby"). O filme conta no elenco com Hailee Steinfeld ("True Grit"), Douglas Booth ("Great Expectations"), Damian Lewis ("Homeland"), Natascha McElhone ("Californication"), Lesley Manville ("Another Year"), Paul Giamatti ("Cosmopolis"), entre outros.

O argumento de "Romeo & Juliet" é inspirado na clássica obra de William Shakespeare. A história acompanha um casal de jovens (Romeu e Julieta), descendentes de famílias rivais, que se apaixonam um pelo outro.

"Romeo & Juliet" estreia a 11 de Outubro de 2013, nos EUA. Podem acompanhar o Rick's Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema


TV Spot de "Ender's Game"

Foi divulgado um novo TV Spot de "Ender's Game", um filme realizado por Gavin Hood. "Ender´s Game" estreia a 1 de Novembro de 2013, nas salas de cinema Norte-Americanas. Podem ver o TV Spot no final do post.

"Ender´s Game" é realizado por Gavin Hood ("Tsotsi"), através do argumento de Roberto Orci e Alex Kurtzman (dupla de "Transformers", "Star Trek", "Cowboys & Aliens"). O filme conta no elenco com Asa Butterfield, Hailee Steinfeld, Ben Kingsley, Harrison Ford, Abigail Breslin, Moises Arias, Conor Carroll, Aramis Knight, Brendan Meyer, Jimmy "Jax" Pinchak, Suraj Parthasarathy, Khylin Rhambo, Viola Davis.

Sinopse: "Num futuro próximo, uma raça alienígena hostil (denominada Formics) atacou a Terra. Se não fossem os lendários actos heróicos do Comandante da Frota Internacional, Mazer Rackham (Ben Kingsley), tudo estaria perdido. Em preparação para um próximo ataque extraterrestre, o altamente estimado Coronel Graff (Harrison Ford) e o exército internacional encontram-se a treinar as melhores crianças em busca do futuro Mazer. Nesse sentido, Ender Wiggin (Asa Butterfield), um rapaz tímido, mas estrategicamente brilhante, é retirado da escola para se juntar à elite.
Acabado de chegar à Escola de Batalha, Ender domina facilmente os jogos de guerras, diferenciando-se e ganhando o respeito dos colegas. Em pouco tempo, Ender é ordenado por Graff como a grande esperança militar, algo que resulta numa promoção para a Escola de Comando. Nesta escola, Ender é treinado pelo próprio Mazer Rackham para liderar os seus companheiros numa batalha épica que determinará o futuro da Terra e salvará a raça humana".

 Podem seguir o Rick´s Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema


Adam Scott e Richard Jenkins no novo clip de "A.C.O.D."

Foi divulgado um novo trecho de "A.C.O.D.", um filme realizado por Stuart Zicherman. O clip coloca em destaque os personagens interpretados por Adam Scott e Richard Jenkins. Podem ver o clip no final do post.

"A.C.O.D." centra-se no personagem interpretado por Adam Scott, um adulto que ainda lida com os problemas causados pelo divórcio dos seus pais. Este decide reunir toda a família quando descobre que o seu irmão pretende casar e assim tentar resolver vários dos problemas do passado.

O filme é realizado pelo estreante Stuart Zicherman (argumentista de séries como "Lights Out"), através do argumento do próprio em colaboração com Ben Karlin. "A.C.O.D." conta no elenco com Adam Scott, Amy Poehler (dupla de "Parks and Recreation"), Mary Elizabeth Winstead ("Scott Pilgrim Vs The World"), Jane Lynch ("Glee"), Jessica Alba ("Machete"), Catherine O’Hara ("Temple Grandin"), Richard Jenkins ("Dear John"), Clark Duke ("Kick-Ass") e Ken Howard ("30 Rock").

O título do filme é o acrónimo para "Adult Children of Divorce" (algo como "Adultos filhos de divorciados"). "A.C.O.D." estreia a 4 de Outubro de 2013 nos EUA. Podem seguir o Rick´s Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema


Teaser poster de "Grudge Match"

Foi divulgado um teaser poster de "Grudge Match", um filme que coloca Sylvester Stallone e Robert De Niro de regresso aos ringues de boxe. Poster via IMP Awards

"Grudge Match" é realizado por Peter Segal ("Get Smart"), através do argumento de Tim Kelleher e  Rodney Rothman. O filme conta no elenco com Sylvester Stallone ("Rocky Balboa"), Robert De Niro ("Raging Bull"), Alan Arkin ("Argo"), Kim Basinger ("L.A. Confidential") e Kevin Hart ("Think Like a Man").

O enredo de "Grudge Match" centra-se na história de Billy "The Kid" McDonnen e Henry "Razor" Sharp, dois boxeadores reformados, que são persuadidos a participar numa última luta e assim regressarem ao ringue de combate. Basinger interpreta uma mulher que está no meio da rivalidade destes dois homens. Arkin interpreta o antigo treinador do personagem de Stallone.

"Grudge Match - Ajuste de Contas" estreia em Portugal a 2 de Janeiro de 2014. Podem seguir o Rick´s Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema

Novo trailer de "Philomena"

Foi divulgado um novo trailer internacional de "Philomena", um filme realizado por Stephen Frears. Podem ver o trailer no final do post.

O filme é realizado por Stephen Frears ("Lay the Favorite"), através do argumento de Steve Coogan e Jeff Pope. "Philomena" conta no elenco com Judi Dench ("Skyfall"), Steve Coogan ("Ruby Sparks"), Charlie Murphy, Neve Gachev, entre outros. 

O enredo de "Philomena" é inspirado no livro "The Lost Child of Philomena Lee: A Mother, Her Son and a 50 Year Search", da autoria de Martin Sixsmith. O enredo do filme é inspirado na história verídica de Philomena Lee, uma mulher que em 1952 deu à luz uma criança num abrigo dirigido por freiras católicas em Roscrea, no Norte de Tipperary. Jovem e solteira, esta procura evitar a todo o custo a família, acabando por ser forçada pelas freiras a abandonar o bebé de forma a que pudessem enviá-lo para uma família norte-americana abastada. O filme vai acompanhar a jornada de Philomena em busca do seu filho.

"Philomena" estreia a 1 de Novembro no Reino Unido. Podem seguir o Rick´s Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema 


28 setembro 2013

Resenha Crítica: "Center Stage" (Ruan Lingyu)

 "Center Stage" desafia as barreiras dos géneros cinematográficos para nos traçar um belo fresco sobre a vida da lendária Ruan Lingyu, ao mesclar elementos dos filmes biográficos com documentário e trechos de obras da actriz. Ruan é uma lenda da história do cinema, tendo sido uma das primeiras stars do cinema chinês, a "Greta Garbo da China", tendo feito uma carreira de sucesso nos anos trinta, embora tenha colocado tragicamente fim à sua vida aos 24 anos de idade. Este acto, aliado ao seu talento e aos mitos criados em volta da sua figura mediática, transformaram Ruan numa figura lendária, que tem em "Center Stage" um filme sobre uma parte da sua vida, que se revela uma lufada de ar fresco no panorama cinematográfico, com Stanley Kwan a extravasar as barreiras de vários géneros e subgéneros cinematográficos. Para interpretar Ruan Lingyu, Stanley Kwan escolheu Maggie Cheung, que oferece uma delicadeza e sensualidade muito próprias à personagem, procurando emular os seus trejeitos e forma de estar, uma interpretação que é interrompida de forma amiúde quando a narrativa nos apresenta a entrevistas à actriz, a Stanley Kwan e Carina Lau (que interpreta Li Lili, outra estrela chinesa), bem como a elementos que conheceram ou estudaram a vida de Lingyu, e ainda quando são expostos alguns dos trechos dos filmes protagonizados pela lendária diva. Em simultâneo, a narrativa apresenta-nos a elementos específicos da sociedade chinesa dos anos 30, em particular de Xangai, com os seus clubes nocturnos a surgirem cheios de cor e vida, as estrelas de cinema a terem cada vez mais relevância e os conflitos entre japoneses e chineses a estarem presentes, enquanto Stanley Kwan contrasta um presente onde as entrevistas são apresentadas a preto e branco, com um passado a cores, onde Ruan Lingyu procura mostrar o seu talento. 

 Vagueando por vários géneros e subgéneros cinematográficos, "Center Stage" não se limita a uma mera apresentação da vida de Ruan Lingyu, procurando também apresentar-nos ao papel da mulher no mundo da representação nos anos 30, tendo como ponto de partida Ruan, com esta a procurar fugir aos estereótipos que lhe colocaram, ao mesmo tempo que tem de lidar com uma grande ingerência por parte das figuras masculinas (veja-se os executivos do estúdio) e uma excessiva exposição da sua vida privada, algo que se vai revelar funesto para esta jovem mulher. Ao não seguir o caminho do filme biográfico mais convencional, que procura apenas explorar a vida da figura representada, Stanley Kwan atribui uma certa frescura à obra e a desafiar as barreiras deste género, embora nem sempre lhe incuta o dinamismo esperado e até nos confunda em alguns momentos, enquanto nos apresenta à vida particular e laboral de Ruan Lingyu, desde a sua ascensão até à sua queda, dando-nos a conhecer parte dos seus filmes, muitos deles indisponíveis, através da recriação dos mesmos ou da utilização de trechos das obras protagonizadas pela actriz. Esta utilização de trechos dos filmes protagonizados por Ruan Lingyu que sobreviveram à passagem do tempo ganham maior relevância se tivermos em linha de conta que a narrativa se inicia no período temporal em que esta começa a trabalhar no Lianhua Studio em 1929, um estúdio onde viria a integrar seis filmes que marcaram a sua carreira e proporcionaram uma mudança da sua imagem, tendo trabalho com actrizes como Lin Chu-Chu (interpretada por Cecilia Yip) com quem trabalhou em "Spring Dream in the Old Capital" (1930), "A Spray of Plum Blossoms" (1931), entre outros filmes; Li Lili com quem trabalhou em "Little Toys" (1932); entre outros nomes conhecidos do período representado.

 Eficaz a apresentar-nos a alguns episódios dos bastidores destas obras e a recriar alguns trechos dos filmes, com uma minúcia notória nos cenários e no guarda-roupa, "Center Stage" explora ainda a conturbada vida privada da protagonista, que na fase final da sua existência é exposta de forma desumana pela imprensa, em particular os seus casos amorosos. Veja-se que no início do filme a protagonista se encontra casada com Chang Ta-Min (Lawrence Ng), de quem posteriormente se irá tentar divorciar, tendo um caso amoroso com o poderoso mercador de chá e investidor Tang Chi-Shan (Chin Han) e o apoio do realizador Cai Chusheng (Tony Leung), embora o filme nunca seja tão assertivo a explorar a vida privada da personagem como é a apresentar-nos parte do seu currículo no meio cinematográfico. As obras representadas permitem atribuir alguma melancolia e beleza ao filme, quer pelos trechos de filmes originais como "Little Toys" e "The Goddess", quer na recriação desses excertos, proporcionando elementos de rara beleza como podemos ver nas cenas de "Wayside Flowers" (1930), onde a protagonista surge acompanhada pela neve e uma banda sonora belíssima, com Stanley Kwan a oferecer-nos poesia em movimento. A essa beleza das imagens em movimento, Stanley Kwan junta ainda uma reconstrução da imagem de Ruan Lingyu, um pouco à imagem do que fora desenvolvido pelos executivos do Lianhua Studio (os elementos masculinos tiveram uma relevância enorme na "criação" da imagem de Ruan), enquanto parece desenvolver uma certa comparação entre Xangai dos anos 30 com Hong Kong dos anos 90, algo explorado no artigo "Disappearing Politics and the Politics of Disappearance: Female Subjectivity, Left-Wing Films, and the Representation of 1930s Shanghai in Center Stage" de Han Li. Entre o filme biográfico e o documentário, "Center Stage" desafia os géneros cinematográficos para nos oferecer um belo e poético retrato sobre Ruan Lingyu, uma estrela do cinema mudo que tem nesta obra uma justa e delicada homenagem.

Título original: "Ruan Lingyu"
Título em inglês: "Center Stage".
Realizador: Stanley Kwan. 
Argumento: Peggy Chiu.
Elenco: Maggie Cheung, Tony Leung, Carina Lau, Cecilia Yip, Lawrence Ng.

Hugh Jackman no elenco de "Chappie"

Hugh Jackman ("Prisoners") revelou (via Screen Daily) que vai integrar o elenco de "Chappie", o novo filme do realizador Neill Blomkamp ("Elysium"). O papel de Jackman não foi revelado, embora exista alguma especulação sobre a possibilidade deste vir a interpretar o CEO da empresa que fabrica os robôs que se encontram presentes no enredo.

O filme é baseado na curta "Tetra Vaal", da autoria de Blomkamp. O enredo de "Chappie" acompanha o personagem do título, um robô com inteligência artificial que é roubado por dois gangsters, que pretendem utilizá-lo para fins nefastos. O filme conta no elenco com Sharlto Copley ("District 9") como a voz de Chappie, enquanto Ninja e Yolandi Visser vão interpretar os dois gangsters.

"Chappie" será realizado por Neill Blomkamp, através do argumento do próprio e Terri Tatchell. O filme ainda não tem uma data de estreia definida. Podem acompanhar o Rick's Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema

Matt Dillon e Naomi Watts no poster de "Sunlight Jr."

Foi divulgado um poster de "Sunlight Jr.", um filme protagonizado por Naomi Watts e Matt Dillon. O poster centra-se na dupla de protagonistas (via Coming Soon).

"Sunlight Jr." foi escrito e realizado por Laurie Collyer ("Sherrybaby"). O filme conta no elenco com Naomi Watts, Matt Dillon, Norman Reedus, William Haze, Tess Harper, Antoni Corone, Vivian Fleming-Alvarez, entre outros.

O enredo de "Sunlight Jr." acompanha Melissa (Watts), uma empregada de uma loja de conveniência e o seu namorado paraplégico (Dillon), um casal pobre e excluído da sociedado. O casal fica genuinamente entusiasmado quando descobre que Melissa está grávida. No entanto, a felicidade logo parece acabar quando Melissa perde o trabalho, o casal é despejado do motel onde vive e entra numa espiral descendente complicada de sair.

"Sunlight Jr." estreia a 15 de Novembro de 2013 nos EUA. Podem acompanhar o Rick's Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema

Mark Wahlberg, Nicola Peltz e Jack Reynor numa foto do set de "Transformers: Age of Extinction"

Michael Bay divulgou uma nova foto do set de filmagens de "Transformers: Age of Extinction", o quarto filme da saga "Transformers". A imagem centra-se em Mark Wahlberg, Nicola Peltz e Jack Reynor no set de "Transformers: Age of Extinction" (via Twitter).

"Transformers: Age of Extinction" é realizado por Michael Bay (realizador dos três filmes da saga), através do argumento de Ehren Krueger. O filme conta no elenco com Mark Wahlberg, Nicola Peltz, Brenton Thwaites, Jack Reynor, Stanley Tucci, Kelsey Grammer, Sophia Myles, Li Bingbing, entre outros.

O enredo de "Transformers: Age of Extinction" ainda não foi divulgado. Recentemente, Michael Bay revelou numa entrevista ao TMZ que a história se desenrola quatro anos depois do ataque a Chicago que "aconteceu no último filme. Vai ter a mesma linhagem, mas vai seguir uma nova direcção (...) Estamos a fazer várias coisas para dar um tom fresco e novo ao filme".  O filme deve contar contar com a presença dos Dinobots.

"Transformers: Age of Extinction" estreia a 27 de Junho de 2014, nas salas de cinema norte-americanas. Podem seguir a página do Rick´s Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/pages/Ricks-Cinema/

Novo poster internacional de "Inside Llewyn Davis"

Foi divulgado um novo poster internacional de "Inside Llewyn Davis", o novo filme dos irmãos Coen. Poster via IMP Awards.

O enredo de "Inside Llewyn Davis" desenrola-se nos anos 60 e centra-se em Llewyn Davis, um músico que procura triunfar no mundo da música Folk de Nova Iorque.

"Inside Llewyn Davis" é realizado por Joel e Ethan Coen, através de guião dos próprios. O filme conta no elenco com Oscar Isaac, Carey Mulligan, Justin Timberlake, John Goodman, Jeanine Serralle, Garrett Hedlund e Stark Sands.

"Inside Llewyn Davis" estreia a 6 de Dezembro de 2013 nos EUA. Podem seguir o Rick's Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema

27 setembro 2013

Resenha crítica: "Rugas"

  “Rugas” é um belo e comovente filme de animação espanhol centrado em Emilio, um idoso já avô que no início da história é instalado pelo filho num supostamente luxuoso lar da terceira idade, para viver os seus últimos anos no meio de homens vetustos como ele e de enfermeiros que possam acudi-lo assim que surja a necessidade. O olhar de abandono do protagonista logo no início da história suscita-nos pena pela sua situação, mas a face dolorosa do filho diz-nos que a sua atitude não foi cruel. Trata-se apenas do comum funcionamento da nossa sociedade, e o lar até tem boas condições, incluindo uma piscina.
  Uma vez na instituição, Emilio é apresentado a Miguel, o seu colega de quarto, um homem robusto, prático, que não é bom nem mau, antes complexo, e mais vigoroso do que os seus co-habitantes. Não tem ar de citadino mas parece ter experiências de vida, aparentando saber coisas que os outros não sabem, e por isso vai ser o guia e o companheiro de aventuras do protagonista. Juntos, e ainda com razoável saúde, vão-nos dar a conhecer um lar triste, monótono, com bons enfermeiros, mas sem actividades. A piscina, afinal, está fechada, restando aos residentes ver documentários na televisão, conversar nas cadeiras da sala comum e lutar contra o sono. Há ainda o segundo andar, onde não entramos, mas que ouvimos, através dos gritos de angústia que de lá vêm e que ecoam por todo o edifício, assombrando os velhotes do piso de baixo com a promessa de um futuro pouco distante, doloroso e próximo da morte.

  O filme é bastante simples, as personagens secundárias pouco numerosas e apenas desenvolvidas em momentos estratégicos da narrativa, e a qualidade da animação até não é má, mas podia dar mais expressividade aos protagonistas. A nossa atenção foca-se na história de Emilio, na sua adaptação gradual a um novo estilo de vida, um pouco austero e relativamente degradante, e na consolidação da sua relação com Miguel. Felizmente a história é fascinante, bem construída, escrita com um extraordinário bom senso e enriquecida com episódios mágicos e comoventes, agarrando-nos desde o início à demanda do protagonista e aproveitando a frequente proximidade da morte ou da demência para criar momentos emotivos que consigam puxar pela lágrima do espectador.
  Ignacio Ferreras (o realizador) e a sua equipa de argumentistas souberam explorar com coragem e realismo um tema perturbador, obrigando-nos a reflectir sobre a moralidade do costume muitas vezes adotado na nossa sociedade de depositarmos os nossos velhotes em lares da terceira idade, passando o fardo ou a responsabilidade de lhes proporcionar uma boa qualidade de vida para enfermeiros e médicos que não obstante serem qualificados são-nos praticamente desconhecidos. Visitamo-los no aniversário e no Natal, compensamos a nossa ausência com meia dúzia de presentes e evitamos fazer perguntas que nos obriguem a questionar se a instituição é de facto o hotel de cinco estrelas que pensáramos ser inicialmente. O filme denuncia a situação mas é sensato o suficiente para não procurar culpados, ao evidenciar a dor e a angústia do filho de Emilio na hora do internamento e ao demonstrar a boa vontade e a simpatia dos enfermeiros e médicos da residência, dando-nos liberdade para formularmos as nossas próprias opiniões sobre um problema que sabemos ser grave, complexo e de difícil resolução.
  A maior qualidade de “Rugas”, porém, parece-me estar na coragem e inteligência com que realizador e argumentistas conseguiram integrar o fantasma da morte e do Alzheimer na narrativa do filme, deixando transparecer sem quaisquer rodeios o efeito por vezes devastador da degradação mental dos idosos e as consequências do Alzheimer em particular. É verdade que a existência de algumas cenas mais leves, de humor ou romantismo, impedem que o tom do filme seja demasiado melancólico, mas não creio que exista um aspecto tão perturbador ou aterrorizador como os efeitos sobretudo mentais da velhice do nosso corpo, tornando-nos dependentes de amigos ou desconhecidos e distorcendo por vezes a nossa percepção da realidade, obrigando-nos a esquecer quem somos, onde estamos e quem amamos. Neste sentido, o objectivo de “Rugas” não passa por nos proporcionar momentos de escapismo, pelo contrário, o filme força-nos a confrontar, com os olhos bem abertos, os medos e os terrores que por norma remetemos para aquele recanto escuro e longínquo da nossa mente, onde escondemos reflexões tenebrosas associadas não apenas à morte mas também ao definhar, referentes à velhice e à doença e concernentes ao cancro e ao Alzheimer. O nosso receio de envelhecermos e morrermos sozinhos e doentes são os mesmos receios dos protagonistas, e o degradar da saúde de Emilio demonstra-nos que a vida não tem escrúpulos, como temos medo que não tenha, e como sabemos que no nosso caso possivelmente não vai ter.
  Pela sua coragem, pela sua inteligência, pela sua humanidade, pelo coração com que narra uma história triste e deprimente e pelo prazer que tenho em impingir-vos obras que tanto me satisfazem, digo-vos que “Rugas” é uma obra memorável, que nos obriga a rir, a sofrer, a sonhar, a ter pesadelos, a pensar na vida, a pensar no filme e a questionar-me se se o tivesse visto no cinema em vez de em casa via DVD teria sido possível ter ficado ainda mais deprimido, emocionado, comovido ou auto-realizado.

Classificação: 4.5 (em 5)

Título original: "Arrugas"
Título em Portugal: "Rugas"
Realizador: Ignacio Ferreras
Argumento: Ignacio Ferreras, Ángel de la Cruz, Paco Roca e Rosanna Cecchini
Elenco: Álvaro Guevara, Tacho González, Mabel Rivera

Teaser trailer de "The Nut Job"

 Foi divulgado o primeiro teaser trailer de "The Nut Job", um filme de animação realizado por Peter Lepeniotis. Podem ver o teaser no final do post.

O filme foi realizado por Peter Lepeniotis, o realizador da curta-metragem que deu origem a "The Nut Job". O argumento foi escrito por Lorne Cameron ("Brother Bear", "Over The Hedge"). O elenco vocal de "The Nut Job" é composto por elementos como Liam Neeson, Katherine Heigl, Will Arnett, Brendan Fraser, Stephen Lang, Sarah Gadon, Jeff Dunham, entre outros.

 O argumento de "The Nut Job" desenrola-se no final dos anos 50, na cidade ficcional de Oakton e acompanha o esquilo Surly e o seu companheiro Buddy (um rato), enquanto estes elaboram um plano para assaltar uma loja de nozes, que acaba por dar mau resultado. Neeson empresta a sua voz ao antagonista do filme, um guaxinim que promete fazer a vida negra aos protagonistas.

"The Nut Job" estreia a 17 de Janeiro de 2014 nos EUA. Podem seguir o Rick´s Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema


Poster nacional de "Machete Mata"

Foi divulgado o poster nacional de "Machete Kills", um filme realizado por Robert Rodríguez. O filem estreia em Portugal a 17 de Outubro de 2013 e conta com o título "Machete Mata".

"Machete Kills" é realizado por Robert Rodríguez, através do argumento do próprio, e conta no elenco com Danny Trejo ("Pendejo"), Michelle Rodriguez ("Avatar"), Mel Gibson ("Get the Gringo"), Demián Bichir ("A Better Life"), Amber Heard ("Zombieland"), Sofia Vergara ("Modern Family"), Zoe Saldana ("Colombiana"), Edward James Olmos ("Battlestar Galactica"), Charlie Sheen ("Anger Management"), Electra Avellan ("Machete"), Elise Avellan ("Machete"), William Sadler ("Die Hard 2"), Alexa Vega ("Spy Kids"), Lady Gaga e Marko Zaror ("Kiltro").

Sinopse: "Numa nova missão, desta vez a pedido do próprio Presidente dos Estados Unidos da América, Machete terá o desafio de derrotar um perigoso líder de um cartel, que ameaça o governo com ataques nucleares".

"Machete Kills" estreia a 13 de Setembro de 2013, nas salas de cinema norte-americanas. Sigam a página do Rick´s Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/pages/Ricks-Cinema/

Poster de "La Belle et la Bête" (A Bela e o Monstro)

Foi divulgado o primeiro poster da nova adaptação cinematográfica de "A Bela e o Monstro" ("La Belle et la Bête"). O poster centra-se nos personagens interpretados por Vincent Cassel (com mais pêlo) e Léa Seydoux (via AlloCiné).

O filme é realizado por Christophe Gans ("Silent Hill"), através de argumento do próprio e conta no elenco com Vincent Cassel ("Black Swan"), Léa Seydoux ("Midnight In Paris"), entre outros.

"La Belle et la La Bête" ("A Bela e o Monstro") é inspirado no clássico conto homónimo de Gabrielle-Suzanne Barbot. O conto já foi adaptado várias vezes ao grande ecrã e peças de teatro. As versões cinematográficas mais conhecidas do conto são "La Belle et la bête" de Jean Cocteau e "Beauty and the Beast" da Disney (que recentemente foi relançada em 3D)

O filme estreia a 12 de Fevereiro de 2014 em França. Podem acompanhar o Rick's Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/RicksCinema

Primeiro clip e novas imagens de "12 Years a Slave"

Foram divulgadas várias imagens e o primeiro clip de"12 Years a Slave", um filme realizado por Steve McQueen ("Shame"). Podem ver as imagens e o clip no final do post (via The Playlist).

O enredo de "12 Years a Slave" é inspirado no livro homónimo da autoria de Solomon Northup. O livro foi publicado originalmente em 1853 e acompanha a vida de Northup, um negro casado e com estudos, que vivia em Nova Iorque, quando dois homens o abordaram com uma tentadora oferta de trabalho em Washington. Quando chega ao local este é raptado, e colocado no mercado de escravos, estando sujeito a uma dura vida com vários donos e condições de vida pouco adequadas ao ser humano.O livro é um bom manual de estudo, detalhando como funcionavam os mercados de escravos em D.C., o tipo de comida que serviam aos escravos, entre outros pormenores. Northup conseguiu assegurar a sua liberdade, quando um carpinteiro branco do Canadá com ideais contra a escravatura, decide lutar pelo caso do primeiro em tribunal.

O filme é realizado por Steve McQueen ("Hunger"), através do argumento do próprio em colaboração com John Ridley. "12 Years a Slave" conta no elenco com Michael Fassbender ("Shame"), Chiwetel Ejiofor ("Salt"), Adepero Oduye ("Pariah"), Paul Dano ("Looper"), Scoot McNairy ("Killing Them Softly"), Ruth Negga ("The Samaritan"), Benedict Cumberbatch ("Sherlock"), Garret Hedlund ("The Assassination Of Jesse James By The Coward Robert Ford"), Sarah Paulson ("Mud"), Paul Giamatti ("Cosmopolis"), entre outros.
   
"Twelve Years a Slave" estreia a 18 de Outubro de 2013, nas salas de cinema norte-americanas. Podem seguir o Rick´s Cinema no Facebook em: https://www.facebook.com/pages/Ricks-Cinema/