24 outubro 2012

Resenha Crítica: “Shut Up and Play the Hits: O Fim dos LCD Soundsystem”

  Dez anos de actividade. Dez anos inesquecíveis para os fãs. Dez anos de LCD Soundsystem. Banda de reconhecido valor e de grande sucesso, os LCD Soundsystem criaram em sua volta uma legião de fãs que se mantiveram fiéis ao grupo ao longo dos curtos dez anos de carreira da banda, um grupo que decidiu terminar quando estava no auge e deixar uma marca que dificilmente será esquecida por aqueles que os acompanharam.
  No dia 2 de Abril de 2011, a banda deu o último concerto da sua carreira no Madison Square Guarden, um evento que serviu de base para “Shut Up and Play the Hits”, um documentário realizado por Dylan Southern e Will Lovelace que acompanha James Murphy, o líder da banda, durante um período de 48 horas, no qual não falta os preparativos para o concerto, o espectáculo arrebatador, os bastidores do evento e a manhã seguinte ao emotivo final da banda.
O que conduzirá uma banda a terminar no auge? Entre as memórias da formação da banda e os motivos que conduziram o grupo a tomar a decisão de finalizar a mesma, “Shut Up and Play the Hits” apresenta um retrato intimista do quotidiano de James Murphy no dia seguinte ao concerto, mesclado com vários momentos marcantes do espectáculo que encerrou a carreira da banda. A face por barbear apresentada nos concertos logo é barbeada na manhã seguinte ao concrto final da banda, uma manhã onde somos apresentados a um lado mais intímo de Murphy, onde o músico nos apresenta algumas das suas visões sobre a música rock, sobre a arte, sobre as razões que levaram os fãs a criarem uma ligação especial com a banda, sobre aquele que considera o maior falhanço dos LCD Soundsystem, passando por momentos como fazer a barba e brincar com o seu cão. Estes momentos algo intimistas, calmos, mas recheados de sentimento mostram um lado diferente do apresentado por James Murphy nos concertos, com o documentário a apresentar o contraste entre a vida pessoal de Murphy e a efusividade dos seus concertos, onde juntamente com os elementos da sua banda tinha a capacidade em prender o público.
  Esta dicotomia entre a esfera privada e a esfera pública, entre a noção de Murphy que já tem idade para pensar em estabilizar a sua vida e o seu amor pela música, é exacerbada pelo trabalho de fotografia de Reed Morano e Spike Jonze, bem como pela capacidade de Dylan Southern e Will Lovelace conseguirem manter o espectador preso ao documentário, que mantém sempre uma estrutura assente em mesclar momentos emotivos do concerto com momentos privados do líder dos LCD Soundsystem.
Embora tenha um notório propósito de passar para a posterioridade o último concerto dos LCD Soundsystem, “Shut Up and Play the Hits” consegue desmarcar-se facilmente desta sua faceta comercial ao ser um documentário recheado de ritmo, momentos informativos sobre a banda, que certamente vão fazer as delícias dos fãs da mesma, ao mesmo tempo que funciona como a introdução ideal para aqueles que apenas agora estão a descobrir a banda.
  Algo pretenciosa, a atitude da banda em entrar, deixar uma marca no género e sair de cena em alta e sair de cena em alta, deixando os fãs a ansiarem por mais obras, é explicada em grande parte pela noção de James Murphy da idade que tem e pelo amor que tem pela arte, uma noção que surge explicada pelo líder da banda, embora (infelizmente) não surjam comentários dos outros membros, algo que empobrece significativamente o documentário que procura em demasia mostrar o lado racional de Murphy, um indivíduo que soube como poucos gerir um grupo músical.
  Na canção “Us V Them”, os LCD Soundsystem repetem “The time has come, the time has come, the time has come today”. O dia da banda terminar chegou mais cedo do que os fãs esperavam, provavelmente mais cedo do que os próprios membros da banda inicialmente esperavam. Esse momento que chegou para os LCD Soundsystem ficou em parte gravado em “Shut Up and Play the Hits”, um documentário que promete agradar a fãs da banda e apresentar o grupo a novos públicos, enquanto apresenta alguns momentos de um espectáculo memorável.

Classificação: 3.5 (em 5)

Ficha técnica:
Título Original: “Shut Up and Play the Hits”.
Título em Portugal: “Shut Up and Play the Hits: O Fim dos LCD Soundsystem”.
Realizador: Will Lovelace e Dylan Southern
Género: Documentário
Crítica em colaboração com a Take Cinema Magazine: https://www.facebook.com/take.com.pt

Sem comentários: