18 outubro 2012

Resenha Crítica: "A Cilada" (Setup)

 A carreira cinematográfica de 50 Cent tem sido algo curiosa. Depois de protagonizar “Get Rich or Die Tryin”, o rapper e actor participou em várias obras cinematográficas, acumulando ainda as funções de produtor em algumas das películas, através da sua companhia, a Cheetah Vision. Muitas destas obras cinematográficas têm sido caracterizadas por saírem directamente para DVD, serem ignoradas pelo público e devastadas pela crítica, surpreendendo apenas como o cantor consegue atrair actores bem conhecidos para as obras que produz.
 “Setup” é um desses casos acima mencionados, tendo sido lançado directamente para o mercado home video nos Estados Unidos da América, embora em Portugal tenha direito a circuito comercial, sem que se perceba bem o porquê desta escolha, sobretudo quando vemos obras com maior relevo e até maior potencial comercial a serem adiadas de semana para semana, ou a irem directamente para o mercado de home video.
 Com o título português de “A Cilada”, o filme de acção desenrola-se em Detroit e acompanha Sonny (50 Cent), Vincent (Ryan Phillippe) e Dave (Brett Granstaff), três amigos que resolvem roubar um conjunto de diamantes que se encontravam a ser transportados. Como seria de esperar, o assalto correu mal, sobretudo quando Vincent decidiu ficar com os lucros e disparar sobre os companheiros. Sorte ou azar do destino, Sonny sobrevive e prepara-se para desenvolver uma furiosa vingança contra o antigo amigo, contando ainda com um perigoso chefe da máfia (Bruce Willis) que contava receber os diamantes roubados por Vincent.
 Realizado por Mike Gunther, um indivíduo mais conhecido pelo seu papel na coordenação de duplos do que pelos filmes que realiza, “A Cilada” é um dos muitos filmes de acção que estreiam nas salas de cinema que pouco acrescentam ao género. Com um argumento fraco e uma realização desinspirada, o filme conta ainda com um elenco composto por alguns nomes conhecidos, entre os quais Ryan Phillippe e Bruce Willis, que certamente terão achado o salário interessante, ou perderam a aposta com algum amigo para terem aceite participar no elenco do filme. Embora em piloto automático e com pouco tempo no ecrã, Willis consegue ser um dos poucos pontos de interesse do filme, ao incutir o seu célebre humor ao personagem que interpreta, sempre com uma grande leveza, notando-se um carisma bem diferente de 50 Cent que mais uma vez tem um desempenho que faz justiça ao seu nome artístico.
 50 Cent acumula ainda a função de produtor, através da sua Cheetah Vision, uma companhia que tem delineada uma série de produções cinematográficas, entre os quais, “Freelancers” , já lançado em DVD, que conta no elenco com 50 Cent, Robert De Niro e Forest Whitaker e em “A Cilada”, um dos vários projectos desenvolvidos como veículo para o rapper poder actuar, ainda que esteja longe de ter o carisma necessário para protagonizar uma obra cinematográfica.
  Embora a história não seja particularmente inovadora, seguindo a velha fórmula do assalto que correu mal devido a um elemento que traiu o grupo, que posteriormente sofrerá às mãos dos sobreviventes que pretendem vingar os restantes elementos, “A Cilada” nunca consegue aproveitar as potencialidades da fórmula, em grande parte devido à clara incompetência dos envolvidos que nunca conseguem fazer mais do que apresentar uma obra recheada de clichés, maus diálogos, uma edição pouco competente, uma realização desinspirada, onde sobressaem apenas Bruce Willis pelo seu carisma e Jenna Dewan-Tatum pelo seu físico, algo que é muito pouco para uma obra cinematográfica que tinha potencial para mais.
 Sem emocionar, sem nada para dizer, com uma interpretação sem chama de 50 Cent, “A Cilada” adequa-se ao título que apresenta, ao encurralar o espectador numa sala de cinema com um filme de acção amorfo e sofrível que facilmente será esquecido da memória. Um filme sofrível que não vale o preço do nome artístico do seu protagonista.

Classificação: 0 (em 5). 

Título Original: “Setup”
Título em Portugal: “A Cilada”
Título no Brasil: “Sem Lei”.
Realizador: Mike Gunther.
Guião: Mike Behrman e Mike Gunther.
Elenco: 50 Cent, Ryan Phillippe, Bruce Willis, Randy Couture, James Remar, Jenna Dewan, Brett Granstaff, Will Yun Lee, Shaun Toub, Susie Abromeit, Jay Karnes, Ambyr Childers.

Sem comentários: