27 outubro 2012

Destaques cinematográficos de Novembro - Parte 3

Com o avançar do mês de Outubro decidimos efectuar algumas breves antevisões das principais estreias do mês de Novembro (sim temos um prazer indómito de andar a alterar posts devido às constantes alterações das estreias). O terceiro post conta com mais cinco escolhas do mês, nomeadamente, "A Moral Conjugal" de Artur Serra Araújo, "As Palavras" de Brian Klugman e Lee Sternthal, "As Vantagens de Ser Invisível" de Stephen Chbosky, "Realizar o Impossível" de Curtis Hanson e "Fim de Turno" de David Ayer.

"A Moral Conjugal" é a mais recente longa-metragem realizada por Artur Serra Araújo, um cineasta que conta no currículo com as curtas metragens "Uma Comédia Infeliz", "Frio", "Desenvergonhadamente Real", bem como "Suicidio Encomendado", uma longa-metragem que valeu-lhe o prémio especial do júri do Fantasporto 2007. "A Moral Conjugal" estreou a Fevereiro de 2012 no Fantasporto, tendo conquistado o prémio especial do júri.

O filme conta com um elenco recheado de caras conhecidas do grande público, entre os quais, José Wallenstein, Catarina Wallenstein, Dinarte Branco, São José Correia e Maria João Bastos (num papel muito secundário). 

Sinopse (Página Oficial): Manuela (São José Correia) é uma sensual delegada de propaganda médica. Vive habituada a trilhar os caminhos da infidelidade, envolvendo-se inconsequentemente com médicos. Suspensa entre o sonho de um grande amor e uma vida de conforto, oscila num limbo entre um homem que tem ataques de pânico (Dinarte Branco) cada vez que se apaixona e um terrorista romântico (José Wallenstein) que jamais perdoará uma traição. Entre o impulso adultero e a transparência da dependência emocional, Manuela expõe-se? Numa escalada de ansiedade, mentira e criatividade vai tentar evitar desesperadamente as consequências conjugais.

"A Moral Conjugal" estreia em Portugal a 1 de Novembro de 2012, sendo distribuído pela Zon Lusomundo.

Trailer de "A Moral Conjugal":



O segundo destaque vai para "As Palavras", um filme realizado pelos estreantes Brian Klugman e Lee Sternthal, através do argumento dos próprios. "The Words" conta no elenco com Dennis Quaid como Clay Hammond, John Hannah como Richard Ford, Jeremy Irons como "The Old Man", Bradley Cooper como Rory Jansen, Zoe Saldana como Dora Jansen, Vito DeFilippo como o porteiro, Michael McKean como Nelson Wylie, J.K. Simmons como Mr. Jansen.

O enredo de "The Words" centra-se em Rory Jansen (Cooper) um aspirante a escritor que publica a obra de outro autor como sua, mas o preço a pagar é muito maior do que alguma vez imaginou.

"The Words" não tem conhecido uma recepção muito positiva por parte da crítica, contando com 16% de críticas positivas em 85 críticas no Rotten Tomatoes. Lou Lumenick do New York Post salientou "Bradley Cooper's funniest movie since "The Hangover" - unfortunately, unintentionally this time...", já Adam Litovitz do "Globe and Mail" comentou que "This film's layered storytelling lacks the fluidity, grace, or good humour, to pull off its conceit". Este blogger já viu o filme e até gostou do mesmo. Embora apresente uma estrutura narrativa algo atabalhoada, nem por isso deixa de ser uma boa dose de entretenimento (a crítica será publicada nos próximos dias).

"As Palavras" estreia em Portugal a 1 de Novembro de 2012, com o título "As Palavras", sendo distribuído pela Pris Audiovisuais.

Trailer de "As Palavras":



O terceiro destaque da semana vai para "As Vantagens de Ser Invisível". Esta é a segunda longa-metragem escrita e realizada por Stephen Chbosky, um cineasta que conta no currículo com "The Four Corners of Nowhere", bem como a elaboração do argumento de episódios de séries como "Bruttaly Normal" e "Jericho".

 "The Perks of Being a Wallflower" conta no elenco com Emma Watson ("My Week With Marilyn"), Logan Ler­man ("The Three Musketeers"), Mae Whitman ("Parenthood"), Nina Dobrev ("The Vampire Diaries"), Johnny Simmons ("The Conspirator"), Dylan McDermott ("American Horror Story"), Paul Rudd ("My Idiot Brother") e Ezra Miller ("We Need to Talk About Kevin").

"The Perks of Being a Wallflower" é inspirado na obra literária homónima, publicada em 1999, da autoria de Stephen Chbosky. O filme centra-se em Charlie, um jovem e tímido adolescente, que relata o seu dia-a-dia nas cartas que escreve. Não se sabe onde Charlie mora ou para quem escreve. Tudo que se pode conhecer é o mundo que este compartilha nas cartas. A dúvida entre a tentativa de viver sua vida e a vontade de fugir dela coloca-o num estranho caminho desconhecido. Enquanto isso, assistimos aos seus primeiros encontros amorosos, filmes em VHS, dramas familiares, novos amigos, sexo, drogas e Rocky Horror Picture Show.

"As Vantagens de Ser Invisível" tem vindo a receber críticas amplamente positivas, Jen Chaney do Washington Post comentou que "This somewhat disjointed but refreshingly earnest movie ultimately establishes itself as a charmer". Érico Borgo do Omelete, deu nota 5 em 5 e desfez-se em elogios: "As Vantagens de Ser Invisível termina uma sensível história de amizade, descobertas e amor idílico que faz pensar. A frase "Nós aceitamos o amor que pensamos merecer", um dos motes do filme, sozinha, rende algumas boas reflexões. A vibração pelas descobertas, a expectativa pelo próximo "mistério", é igualmente emocionante".

"As Vantagens de Ser Invisível" estreia em Portugal a 22 de Novembro de 2012, sendo distribuído pela Zon Lusomundo [data alterada]. 

Trailer de "As Vantagens de Ser Invisível":



O quarto destaque vai para "Realizar o Impossível", o novo filme protagonizado por Gerard Butler ("Movie 43"). "Chasing Mavericks" foi inicialmente realizado por Curtis Hanson ("8 Mile"), tendo contado com o contributo de Michael Apted ("Amazing Grace"), enquanto Hanson encontrava-se a recuperar de uma cirurgia ao coração.

O enredo de "Chasing Mavericks" centra-se no lendário surfista Jay Moriarty, e na sua ambição aventurar-se no icónico break down do Norte da Califórnia conhecido como Mavericks, onde as marés do inverno provocam uma sequência assustadora de ondas que chegam a atingir a altura de um prédio de cinco andares. Para tal feito, Moriarty treinou durante mais de um ano sob a tutela de Frosty Hesson, criando uma relação que transformou as vidas de ambos.

"Realizar o Impossível" conta no elenco com Gerard Butler, Jonny Weston, Leven Rambin, Elisabeth Shue, Abigail Spencer e Taylor Handley. O filme não tem vindo a receber as críticas mais positivas. James Berardinelli do ReelViews comentou que "For Hanson and Apted, this is a rather inconsequential effort".
Michael O'Sullivan do Washington Post salientou que "The tsunami of schmaltzy melodrama ... threatens to swamp the proceedings, which at heart are actually kind of thrilling and inspirational".

"Realizar o Impossível" estreia em Portugal a 11 de Novembro de 2012, sendo distribuído pela Zon Lusomundo.
 
 Trailer de "Realizar o Impossível":




O quinto destaque vai para o surpreendente "Fim de Turno", um filme independente que superou todas as expectativas nas bilheteiras norte-americanas. Escrito e realizado por David Ayer, um cineasta que conta no seu currículo com "Harsh Times" e "Street Kings", "Fim de Turno" marca uma nova e bem sucedida incursão do Ayer no mundo da polícia.

Sinopse: Uma poderosa história de família, amizade, amor, honra e coragem. "End of Watch" é protagonizado pelo nomeado para os Óscars Jake Gyllenhaal e Michael Peña como os jovens agentes da polícia Taylor e Zavala, enquanto patrulham as áreas mais perigosas, do centro-sul de Los Angeles.
Conferindo à história uma urgência narrada na primeira pessoa, a acção desenrola-se inteiramente através das câmaras de filmar de alta resolução dos polícias, dos membros dos gangs, imagens das câmaras de vigilância, dos cidadãos presos no fogo cruzado, para traçar um retrato realista das esquinas mais sombrias e violentas da cidade, e dos polícias que arriscam todos os dias as suas vidas, e o preço que as suas famílias são forçadas a pagar.

De um modo geral, o filme tem sido bastante bem recebido pela crítica, como atestam a pontuação de 86% concedida pelos juízes do Rotten Tomatoes ou a crítica de 4 estrelas (pontuação máxima) de Roger Ebert, que considera "End of Watch" como "um dos melhores filmes de polícias dos últimos anos". Peter Debruge, do Variety, por sua vez, num tom elogioso, considera a película "um tributo comovente aos homens de azul, que deverá arrecadar a sua quantia de dinheiro assim que a palavra de boca em boca começar a funcionar". A nível de resultados de bilheteira, "End of Watch" foi uma agradável surpresa, tendo alcançado 38,2 milhões de dólares, valores que superam largamente os 7 milhões de dólares do orçamento e as limitações da campanha de divulgação da obra.

Importa ainda salientar o vasto conjunto de caras conhecidas que povoam o elenco de "Fim de Turno", nomeadamente, Jake Gyllenhaal, Michael Peña, Anna Kendrick, Frank Grillo, America Ferrera, Cody Horn, entre outros. "Fim de Turno" estreia a 22 de Novembro de 2012, sendo distribuído pela Zon Lusomundo.

Trailer de "Fim de Turno":


Sem comentários: