27 maio 2012

Fora de Tempo: Trecho de "Marketa Lazarova"

Distinguido por um grupo de críticos como o melhor filme da República Checa, "Marketa Lazarova", é um filme profundamente marcante e que sabe captar como poucos o espírito da Idade Medieval. Realizado por Frantisek Vlácil, através do argumento do próprio e Frantisek Pavlícek, o filme conta ainda com um elenco recheado de nomes relativamente desconhecidos fora da República Checa, entre os quais Magdaléna Vášáryová (hoje mais conhecida pelo seu papel na política), Josef Kemr, Naďa Hejná, entre outros.

Inspirado na obra literária homónima de Vladislav Vancura, “Marketa Lazarova” encontra-se dividido em duas partes, a primeira parte é intitulada de “Straba” e a segunda de “The Lamb of God” e subdividida em doze capítulos que integram o espectador na narrativa. O enredo desenrola-se num território inóspito do Reino da Boémia durante o século XIII, um território frio, selvagem, onde dois clãs guerreiros rivais, líderados por Kozlík (Josef Kemr) e Lazar (Michal Kozuc), disputam violentamente a posse da terra e o poder no território.
Enquanto ambos os elementos dos dois clãs procuram sobreviver ao inóspito local que nem o degelo parece tornar mais agradável, Marketa Lazarova e Mikolas Kozlic, dois herdeiros dos clãs rivais, começam a nutrir sentimentos afectuosos um pelo outro, algo que não deixa de ser curioso tendo em conta a forma como se conheceram, nomeadamentem após o herdeiro de Kozlic violar a jovem. Uma relação improvável em tempos dificeis, onde a rivalidade entre o cristianismo e o paganismo estava ao rubro e os homens e as mulheres disputavam a sua sobrevivência de forma dura e violenta.

František Vláčil apresenta-nos uma obra cinematográfica densa, com um argumento forte, boas interpretações e uma atmosfera quase onírica que transporta o espectador para a Boémia durante a Idade Média, unm cenário violento e arrasador que arrasta consigo os seus habitantes. O filme pode não ser o melhor filme checo de todos os tempos, como foi decidido por um conjunto de críticos em 1998, mas certamente é um dos melhores filmes sobre a Idade Medieval.

Para o octogésimo segundo post da rubrica "Fora de Tempo" decidi partilhar os dez minutos iniciais de "Marketa Lazarova". Apesar do vídeo em questão não ter legendas, serve sobretudo para mostrar o que podemos esperar do filme, um trecho onde os contrastes entre as tonalidades negras e brancas, a música épica, a dureza dos cenários e dos actos dos homens sobressaem bastantes. Brevemente teremos a crítica a "Marketa Lazarova" no Rick´s Cinema. Por enquanto fiquem com o trecho de "Marketa Lazarova" (clicar em mais informações)





Sem comentários: