23 abril 2012

O Meu "Pecadilho das Horas Vagas" no blog "Not a Film Critic"

Ao longo da nossa experiência cinéfila assistimos a muitos e variados filmes, alguns arrebataram-nos o coração, outros deixam-nos um sorriso de orelha a orelha, outros apenas com a sensação agradável de termos passado um bom tempo. Temos ainda aquelas obras que nos fazem perguntar: “Com um tempo de vida tão incerto, por que razão absurda é que o decidi gastar neste filme tão manhoso?”. Mas, pior do que esta última categoria, estão aqueles que temos a certeza de serem maus, que foram devastados pela crítica e por quase toda a gente que conhecemos, mas que, secretamente, nos dão um prazer imenso, embora o tentemos esconder de todos. A mim acontece-me isso e muito (mais do que o humanamente desejável), sendo que um dos casos mais flagrante é o de “Van Helsing” de Stephen Sommers.

Com tantas críticas negativas em seu redor, “Van Helsing” pareceu-me assim ser a escolha indicada para um post na rubrica “Pecadilhos das horas vagas”, que visa exactamente expor um dos nossos guilty pleasures no blog “Not a Film Critic”, propriedade da blogger FilmPuff, que tenho tido o prazer de acompanhar ao longo dos últimos meses, onde tenho feito algumas descobertas sobre cinema de terror asiático e aprendido imenso sobre a temática.

Por esta rubrica do "Not a Film Critic" já passaram "Fantasmas de Marte" (uma escolha do Projeccionista do blog "A Última Sessão) e “The Killer Shrews” (uma escolha do Francisco Rocha do blog "My One Thousand Movies"). Para o terceiro post da rubrica, o blogger escolhido fui eu, numa aposta arriscada da Film Puff em baixar drasticamente a qualidade do "Not a Film Critic" com um texto da minha autoria.

Confesso que tinha uma lista enorme de filmes para colocar nesta lista, que vão desde "Flash Gordon" a "Pearl Harbor", passando pelo "The Monolith Monsters" e o "The Return of Doctor X" (que certamente dariam um post sobre os meus tesourinhos deprimentes), mas o "Van Helsing" pareceu-me ser o filme que melhor ficava no espírito da rubrica e (apesar de tudo) um dos menos embaraçosos.

Fiquem agora com o dito texto de qualidade duvidosa sobre um filme de qualidade ainda mais duvidosa no seguinte link (e vão lá deixar um comentário):  http://notfilmcritic.blogspot.pt/2012/04/pecadilhos-das-horas-vagas-3-van.html#more

1 comentário:

FilmPuff disse...

"Qualidade manhosa" lol. Obrigada, por participares. É um prazer.