27 fevereiro 2012

Vencedores da 84ª Edição dos Óscares. "The Artist" é o grande vencedor.

Desilusão para uns, alegria para outros, o final da cerimónia dos Óscares traz sempre sentimentos dicotómicos nos nomeados e nos cinéfilos, sendo o palco ideal para muitos expressarem as suas paixões e ódios. Confesso que já apreciei mais acompanhar estes prémios, não é que tenha perdido o interesse na cerimónia, nem por não gostar dos filmes que foram nomeados, mas sim por achar que cada vez mais esta começa a perder a emoção. Falta aquela incerteza sobre o vencedor da cerimónia, aquele gostinho por levar um pontapé nas minhas apostas iniciais, e ser surpreendido por completo. Apesar desse desencanto, a verdade é que não consigo pregar olho na noite dos Óscares, eu tento dormir, reviro-me pela cama e lá tenho de acender a TV, porque com todos os defeitos que esta cerimónia tenha, estes são "Os Óscares".

Quanto à 84ª cerimónia dos Óscares, confesso que apreciei a apresentação de Billy Crystal, e não desgostei dos vencedores, até porque muito sinceramente deixa-me muito mais chateado ver o Sporting perder um jogo do que ver "Hugo" perder o troféu de Melhor Argumento Adaptado, até porque apreciei bastante "The Descendents". Will Ferrell e Zach Galifianakis proporcionaram um dos momentos mais hilariantes da noite com os pratos, deixando o público com um sorriso no rosto, tal como Robert Downey Jr. e Gwyneth Paltrow, e Emma Stone e Ben Stiller, estas duplas tiveram muito bem e superaram claramente o circo (sim houve mesmo circo nos Óscares).

Tenho evitado tecer qualquer comentário sobre os nomeados, mas acho incrível que ano após anos se aproveite os nomes dos nomeados para deita-los abaixo como se fossem lixo, como se tivessem sido colocados na cerimónia de forma aleatória e não tivessem valor nenhum. Confesso que não entendi a nomeação de "War Horse" e "Extremely Loud & Incredibly Close" para a categoria de melhor filme (o primeiro está longe de ser o melhor Spielberg) e o segundo é um bom filme, mas aqui supostamente estamos numa cerimónia para premiar os melhores. Muitos foram os ausentes, desde "Shame", passando por Michael Fassbender e até Joseph Gordon-Levitt por "50/50". As ausências são muitas, mas nem todos poderiam ser nomeados, pelo que as escolhas acabam por justificar-se e respeito.

Quanto aos vencedores, não houve grandes surpresas, "The Artist" ficou com o troféu de Melhor Filme, Melhor Realizador (Michael Hazanavicious),  Melhor Actor (Jean Dujardin), Meryl Streep voltou finalmente a receber o Óscar de Melhor Actriz, ela que é uma lenda viva de Hollywood, Octavia Spencer venceu de forma merecida o troféu de Melhor Actriz Secundária por "The Help", Christopher Plummer o troféu de Melhor Actor Secundário por "Beginners".

O melhor argumento original coube ao meu candidato preferido, "Midnight in Paris", o primeiro troféu da noite que fez-me fazer aquelas figurinhas tristes a bater palmas perante o olhar reprovador do meu cão, enquanto deverá pensar (triste deixa-me dormir). Confesso que Woody Allen é um cineasta que acompanho e admiro ao longo dos anos, é dos poucos que faz-me esperar que o filme saia na sala para poder ver, mesmo que o filme esteja on-line e a chamar por mim qual anel a exercer o seu poder sobre Gollum. 

Em balanço final, importa salientar que esta é uma cerimónia que visa distinguir o que melhor foi feito a nível cinematográfico e promover o cinema. Se no primeiro quesito isso nem sempre é cumprido, a realidade é que esta é uma cerimónia que promove o cinema, os filmes, e todos os envolvidos nestes projectos, algo que é de salutar. Confesso que não concordei com todas as nomeações, nem com todas os vencedores, mas no final o que importa é o cinema e os filmes, não deixarei de gostar menos um filme por ter perdido, ou por não ter estado nomeado, muitas das vezes serve é para chamar-me a atenção para certos trabalhos que ainda não vi e começo a ter mais em atenção (este ano aconteceu-me com "Chico e Rita"). Fiquem agora com a lista completa dos vencedores. 




Melhor filme:
The Artist - VENCEDOR
The Descendants
Extremely Loud & Incredibly Close
The Help
Hugo
Midnight in Paris
Moneyball
The Tree of Life
War Horse

Melhor Realizador:
Michel Hazanavicius - The Artist - VENCEDOR
Alexander Payne - The Descendants
Martin Scorsese - Hugo
Woody Allen - Midnight in Paris
Terrence Malick - The Tree of Life



Melhor Actor:
Demián Bichir - A Better Life
George Clooney - The Descendants
Jean Dujardin - The Artist - VENCEDOR
Gary Oldman - Tinker Tailor Soldier Spy
Brad Pitt - Moneyball

Melhor Actriz:
Glenn Close - Albert Nobbs
Viola Davis - The Help
Rooney Mara - The Girl with the Dragon Tattoo
Michelle Williams - My Week with Marilyn

Melhor Actor Secundário:
Kenneth Branagh - My Week with Marilyn
Jonah Hill - Moneyball
Nick Nolte - Warrior
Christopher Plummer - Beginners - VENCEDOR
Max von Sydow - Extremely Loud & Incredibly Close

Melhor Actriz Secundária:
Bérénice Bejo - The Artist
Jessica Chastain - The Help
Melissa McCarthy - Bridesmaids
Janet McTeer - Albert Nobbs
Octavia Spencer - The Help

Melhor Argumento Original:
The Artist - Michel Hazanavicius
Bridesmaids - Annie Mumolo & Kristen Wiig
Margin Call - J.C. Chandor
Midnight in Paris - Woody Allen - VENCEDOR.
Jodaeiye Nader az Simin
("Uma Separação") - Asghar Farhadi

Melhor Argumento Adaptado:
The Descendants - Alexander Payne e Nat Faxon & Jim Rash - VENCEDOR
Hugo - John Logan
The Ides of March - George Clooney & Grant Heslov e Beau Willimon
Moneyball - Steven Zaillian e Aaron Sorkin
Tinker Tailor Soldier Spy - Bridget O'Connor & Peter Straughan

Melhor Filme Estrangeiro:
"Rundskop" - Bélgica
"Hearat Shulayim" - Israel
"In Darkness" - Polónia
"Monsieur Lazhar" - Canadá
"Jodaeiye Nader az Simin" ("Uma Separação") - Irão - VENCEDOR

Melhor Filme de Animação:
"Un vie de chat" - Alain Gagnol e Jean-Loup Felicioli
"Chico & Rita" - Fernando Trueba e Javier Mariscal
"Kung Fu Panda 2" - Jennifer Yuh Nelson
"Puss In Boots" - Chris Miller
"Rango" - Gore Verbinski - VENCEDOR

Melhor direcção de arte:
The Artist
Harry Potter and the Deathly Hallows - Part 2
Hugo - VENCEDOR
Midnight in Paris
War Horse

Melhor fotografia:
The Artist - Guillaume Schiffman
The Girl with the Dragon Tattoo - Jeff Cronenweth
Hugo - Robert Richardson - VENCEDOR.
The Tree of Life - Emmanuel Lubezki
War Horse - Janusz Kaminski

Melhor figurino/guarda-roupa:
Anonymous - Lisy Christl
The Artist - Mark Bridges - VENCEDOR
Hugo - Sandy Powell
Jane Eyre - Michael O'Connor
W.E. - Arianne Phillips

Melhor Montagem:
The Artist
The Descendants
The Girl with the Dragon Tattoo - VENCEDOR
Hugo
Moneyball

Melhor Documentário:
Hell and Back Again - Danfung Dennis e Mike Lerner
If a Tree Falls: A Story of the Earth Liberation Front - Marshall Curry e Sam Cullman
Paradise Lost 3: Purgatory - Charles Ferguson e Audrey Marrs
Pina - Wim Wenders e Gian-Piero Ringel
Undefeated - TJ Martin, Dan Lindsay e Richard Middlemas - VENCEDOR.

Melhor Maquilhagem:
LinkAlbert Nobbs
Harry Potter and the Deathly Hallows Part 2
The Iron Lady- VENCEDOR

Melhor Banda Sonora:
The Adventures of Tintin - John Williams
The Artist - Ludovic Bource - VENCEDOR.
Hugo - Howard Shore
Tinker Tailor Soldier Spy - Alberto Iglesias
War Horse - John Williams

Melhor Música Original:
"Man or Muppet" de "The Muppets" - Música e letra de Bret McKenzie - VENCEDOR.
"Real in Rio" de "Rio" - Música de Sérgio Mendes e Carlinhos Brown e letra de Siedah Garrett

Mixagem de som:
The Girl with the Dragon Tattoo
Hugo - VENCEDOR
Moneyball
Transformers: Dark of the Moon
War Horse

Melhor Edição de Som:
Drive
The Girl with the Dragon Tattoo
Hugo - VENCEDOR
Transformers: Dark of the Moon
War Horse

Melhores efeitos especiais:
Harry Potter and the Deathly Hallows Part 2
Hugo - VENCEDOR
Real Steel
Rise of the Planet of the Apes
Transformers: Dark of the Moon

Melhor documentário - Curta-Metragem:
The Barber of Birmingham: Foot Soldier of the Civil Rights Movement - Robin Fryday e Gail Dolgin
God Is the Bigger Elvis - Rebecca Cammisa e Julie Anderson
Incident in New Baghdad - James Spione
Saving Face - Daniel Junge e Sharmeen Obaid-Chinoy - VENCEDOR
The Tsunami and the Cherry Blossom - Lucy Walker e Kira Carstensen

Melhor Curta-Metragem de Animação:
Dimanche/Sunday - Patrick Doyon
The Fantastic Flying Books of Mr. Morris Lessmore - William Joyce e Brandon Oldenburg - VENCEDOR
La Luna - Enrico Casarosa
A Morning Stroll - Grant Orchard and Sue Goffe
Wild Life - Amanda Forbis and Wendy Tilby

Melhor Curta-Metragem:
Pentecost - Peter McDonald e Eimear O'Kane
Raju - Max Zähle e Stefan Gieren
The Shore - Terry George e Oorlagh George - VENCEDOR
Time Freak - Andrew Bowler e Gigi Causey
Tuba Atlantic - Hallvar Witzø

Sem comentários: