23 janeiro 2011

NBC adquire série da Mulher Maravilha produzida por David E. Kelley

As noticias mais recentes sobre a nova série da "Wonder Woman" não eram nada animadoras, com grande parte das estações televisivas Norte-Americanas a rejeitar o novo projecto de David E. Kelley. No entanto, com a entrada em cena de Bob Greenblatt, como novo Presidente da NBC, tudo parece ter mudado, com a emissora Norte-Americana a aprovar a elaboração de um episódio-piloto, com a possibilidade de posteriormente ser encomendada uma temporada completa.

"Wonder Woman" (Mulher-Maravilha) é uma super-heroína da DC Comics, sendo a primeira heroína a ser criada pela DC. A personagem apareceu pela primeira vez na série de comics, "All Star Comics" nº8 (Dez. 1941). Wonder Woman é uma princesa de Themyscira (às vezes chamada de Ilha Paraíso), filha da rainha das amazonas, Hipólita. A mãe criou-a a partir de uma imagem de barro, à qual cinco deusas do Olimpo deram vida e presentearam com super-poderes. Já adulta, esta foi enviada para o "mundo dos homens" para espalhar uma missão de paz, bem como lutar contra o Deus da guerra, Ares.

Na série, David E. Kelley, produtor com um vasto currículo, tendo criado séries como "Chicago Hope", "The Practice", "Ally McBeal", "Boston Public" e "Boston Legal", pretende modernizar a história da super-heroína da DC, sem deixar de lado alguns elementos clássicos da personagem, como as braceletes, o laço mágico e o avião invisível. Na série, Wonder Woman aka Diana Prince é uma vigilante, que luta contra o Crime em Los Angeles, mas também uma bem sucedida mulher de negócios numa grande empresa.

Esta não é a primeira vez que a personagem é adaptada ao grande ecrã, tendo entre 1975 a 1970, sido exibida na ABC e posteriormente na CBS, uma série inspirada nos comics da Mulher-Maravilha (Wonder Woman), protagonizada por Lynda Carter.

Ainda não existem nomes ligados ao elenco principal da série.

Sem comentários: