31 março 2010

Entrevista a Jake Gyllenhaal sobre "Prince of Persia: The Sands of Time"


No âmbito de divulgação de "Prince of Persia: The Sands of Time", o site Coming Soon conseguiu entrevistar Jake Gyllenhaal. No filme, Gyllenhaal interpreta o protagonista do filme, Principe Dastan, que terá a espinhosa missão de proteger a adaga que protege as areias do tempo e repor a verdade junto do seu povo. Na entrevista Gyllenhaal foi questionado sobre o que os fãs do jogo poderão pensar do filme; sobre a relação de Dastan e Tamina; sobre trabalhar com Alfred Molina e Ben Kingsley, entre outras questões.

"Prince of Persia: The Sands of Time" é realizado por Mike Newel (Closer) e produzido pelo midas hollywoodano, Jerry Bruckheimer. O filme tem como nomes de destaque no elenco: Jake Gyllenhaal (Princípe Dastan), Ben Kingsley (Nizam), Gemma Arterton (a bela Tamina), Alfred Molina (Sheik Amar). No Poster surge Nizam (Ben Kingsley), onde este aparece com um semblante sombrio, com a legenda "Revenge" sobre a face.

Com estreia prevista para dia 28 de Maio nos Estados Unidos, Prince of Persia acompanha a história do Princípe Dastan, que é acusado injustamente de ter cometido o assassinato do soberano, para poder ascender ao trono. Este conjura é organizada por Nizam que acaba por assumir o trono. Banido do Califado, Dastan terá que aliar-se a Tamina para proteger um objecto sagrado, uma adaga que permite controlar o tempo e que em mãos erradas poderia causar o caos e dominar o Mundo.

Prince of Persia no "Rick´s Cinema": http://bogiecinema.blogspot.com/search?q=prince+of+persia

Entrevista a Jake Gyllenhaal:

Divulgado mais um poster de Iron-Man 2

A campanha da Marvel para divulgar "Iron Man 2" continua em alta. Depois de ter disponibilizado on-line, trailers, tv spots, posters, imagens do filme, fora o merchandising que já começa a circular, heis que surge um mini-poster, disponibilizado pela Marvel, via Wonder Con. O poster irá com certeza encantar o público masculino, ou não apresentasse em todo o destaque a personagem de Black Widow, interpretada pela voluptuosa Scarlett Johansson.  Nos comics da Marvel, a Viúva Negra (Black Widow) é uma espiã soviética, inimiga do Homem de Ferro, que manteve durante algum tempo um romance com o Gavião Arqueiro. Black Widow é o nome de código de Natasha Romanoff. A personagem foi criada pelos escritores Stan Lee e Don Rico e pelo desenhista Don Heck, tendo estreado nos Comics, na revista Tales of Suspense #52 (Abril de 1964).
Na versão mais recente, publicada nos comics da Marvel Millenium do Homem-Aranha, a Viúva Negra, apresenta algumas alterações em relação à personagem clássica, apresentando um traje mecânico, semelhante ao do Homem de Ferro. A estreia da utilização deste fato, surge exactamente no mesmo dia, em que este pediu Romanoff em casamento. Esta fazia parte da equipa dos Vingadores, mas logo traiu a equipa de super-heróis quando atirou em Jarvis, o mordomo de Tony Stark, e quase matou o Stark. Actualmente, utiliza um traje de Homem de Ferro versão feminina da cor preta. Natasha perdeu o título de Viúva Negra para uma jovem espia russa, Yelena Belova.

Na sequela, Jon Favreau volta à cadeira de realizador, após o sucesso do primeiro filme. Quanto ao elenco, há que destacar a adição de quatro nomes. Desde logo Don Cheadle que substitui Terrence Howard como Jim Rhodes (War Machine); Mickey Rourke como o vilão Whiplash, que no filme também apresenta características semelhantes a outro dos vilões de Iron Man nos Comics, nomeadamente, Crimson Dynamo; Sam Rockwell interpreta Justin Hammer, um empresário multi-bilionário, rival de Tony Stark (Iron Man); por último, a voluptuosa Scarlett Johansson interpreta Natasha Romanoff (Black Widow).

O elenco do filme é constituído por, Robert Downey Jr., Gwyneth Paltrow, Don Cheadle, Jon Favreau, Mickey Rourke, Sam Rockwell, Samuel L. Jackson, Scarlett Johansson, Garry Shandling, John Slattery, Kate Mara, Clark Gregg e Olivia Munn. O roteiro fica a cargo de Justin Theroux, conhecido desde o êxito Tropic Thunder.

Charlotte Gainsbourg protagoniza Melancholia

Segundo o Allo Cine, Charlotte Gainsbourg prepara-se para voltar a colaborar com o realizador Lars Von Trier, em "Melancholia". A polémica actriz já tinha colaborado com Von Trier em "Antichrist", repetindo agora a parceria, depois de Penélope Cruz ter batido com a porta.

O enredo do filme encontra-se envolvido em algum secretismo, sabendo-se apenas, que será uma obra de ficção científica de baixo orçamento. A história deverá centrar-se em torno de um planeta que surge perigosamente junto da Terra. No entanto, o enfoque principal da história não deverá ser a destruição planetária, mas sim a destruição mental dos personagens, indo o filme centrar-se no drama psicológico que atravessa o espírito dos mesmos.

Fora de tempo: Barbara Walters entrevista Bette Davis

Para o vigésimo-sétimo post da secção Fora de Tempo, resolvi colocar uma entrevista concedida por Bette Davis a Barbara Walters, em 1987, pouco tempo depois desta ter sofrido um ataque cardíaco. De referir, que dois anos depois, a star viria a falecer, permanecendo no panteão imortal do Cinema. Durante a entrevista, falaram sobre "All About Eve"; sobre as suas memórias, entre as quais, sobre a sua vinda para Hollywood, entre outros assuntos. A actriz aparece bastante decaída, longe dos seus momentos áureos, mas não deixa de ter um especial interesse, ou não estivesse presente uma verdadeira lenda de Hollywood.

Entrevista concedida por Bette Davis a Barbara Walters. Parte 1:


Entrevista concedida por Bette Davis a Barbara Walters. Parte 2:

Trailer de Dorian Gray. Entrevista a Ben Barnes sobre "Dorian Gray"

Esta semana estreia nas salas de Cinema Portuguesas, "Dorian Gray", a mais recente adaptação da obra literária "O Retrato de Dorian Gray". No âmbito de divulgação do filme, a Momentum Pictures efectuou uma campanha de divulgação discreta, mas que ainda assim se saldou por algum material promocional, entre os quais, entrevistas ao elenco e trailers. No final do post, podem ver uma entrevista concedida por Ben Barnes ao Love Film, bem como o habitual trailer. Na entrevista, Ben Barnes fala sobre a actualidade da história, sobre como os temas negros da história o atraem, entre outras questões que, como já foi referido, poderão ver respondidas no final do post.

Inspirado na obra literária, "The Picture of Dorian Gray," de Oscar Wilde, a história centra-se em Dorian Gray (Barnes), um jovem ingénuo, cuja beleza leva a que o pintor, Basil Hallward, se inspire na figura do "Adônis que se diria feito de marfim e pétalas de rosa") e pinte um retracto do jovem. Há medida, que Dorian Gray se vai adaptando a um estilo de vida mundano e hedonista de Londres, através da companhia do sofisticado Lord Henry Wotton, o seu retrato registra na face pintada cada marca que seus atos infligem na sua alma.

30 março 2010

Novo trailer de Knight and Day

No âmbito de divulgação de "Knight and Day", a 20th Century Fox lançou on-line um novo trailer do filme. No trailer o grande destaque vai para o carisma e talento emanado pelo casal de protagonistas, Cameron Diaz e Tom Cruise, que prometem dar que falar nesta comédia romântica com salpicos de acção.

Sinopse: "Knight & Day" centra-se numa mulher solitária (Diaz), que decide marcar um encontro às cegas, que à partida parecia inofensivo. Esse encontro irá virar a vida do avesso a pacata vida de June, quando esta se cruza com Milner (Cruise), um super espião que a leva numa violenta jornada à volta do Mundo, para proteger uma poderosa bateria que contém a chave para uma fonte energética inesgotável.

Elenco: Cameron Diaz, Tom Cruise, Maggie Grace, Peter Sarsgaard, Paul Dano, Viola Davis, entre outros. A realização fica a cargo de James Mangold (Walk the Line; 3:10 to Yuma, entre outros), o roteiro é da autoria da dupla formada por Scott Frank e o realizador.

O filme tem data de estreia marcada para dia 2 de Julho de 2010.

Trailer 2:

Novo Poster de Iron Man 2

Poucos dias depois, de ter sido disponibilizado on-line, o poster internacional de "Iron Man 2", eis que surge o Poster lançado no mercado Norte-Americano. No poster, as diferenças apresentadas, em relação ao anterior são mínimas, no entanto, nem por isso deixam de ser notadas. Entre essas alterações, encontra-se uma maior relevância dada a Iron Man e War Machine, e uma diminuição acentuada do vilão Whiplash, a ponto de não se conseguir reconhecer Mickey Rourke. Tal como no outro poster, temos ainda a presença de Tony Stark e o Coronel James Rhodes, bem acompanhados pelas beldades Pepper Potts (Gwyneth Paltrow) e Black Widow (Scarlett Johansson).

Na sequela, Jon Favreau volta à cadeira de realizador, após o sucesso do primeiro filme. Quanto ao elenco, há que destacar a adição de quatro nomes. Desde logo Don Cheadle que substitui Terrence Howard como Jim Rhodes (War Machine); Mickey Rourke como o vilão Whiplash, que no filme também apresenta características semelhantes a outro dos vilões de Iron Man nos Comics, nomeadamente, Crimson Dynamo; Sam Rockwell interpreta Justin Hammer, um empresário multi-bilionário, rival de Tony Stark (Iron Man); por último, a voluptuosa Scarlett Johansson interpreta Natasha Romanoff (Black Widow).

O elenco do filme é constituído por, Robert Downey Jr., Gwyneth Paltrow, Don Cheadle, Jon Favreau, Mickey Rourke, Sam Rockwell, Samuel L. Jackson, Scarlett Johansson, Garry Shandling, John Slattery, Kate Mara, Clark Gregg e Olivia Munn. O roteiro fica a cargo de Justin Theroux, conhecido desde o êxito Tropic Thunder.

Colin O´Donoghue junta-se a Anthony Hopkins no elenco de "The Rite"

Segundo a Variety, Colin O´Donoghue irá actuar ao lado de Anthony Hopkins na adaptação de "The Rite" ao grande ecrã. Mais conhecido pelos seus trabalhos na televisão, onde se destacou em séries como "The Clinic" e "The Tudos", O´Donoghue tem assim a oportunidade de mostrar o seu talento no grande ecrã.
"The Rite" é realizado por Mikael Hafstrom, sendo o roteiro, da autoria de Michael Petroni que, adapta a obra literária de Matt Baglio, com o mesmo título. O filme é produzido pela New Line/Warner Bros.

O livro apresenta a seguinte sinopse:
Em "The Rite", o jornalista Matt Baglio, utiliza a impressionante história do treino de um padre, como exorcista, para revelar os fenómenos da possessão, dos demónios e do diabo. Para este, o exorcismo não é um mero remanescente do passado arcaico, mas sim um podre temível em muitas pessoas, que se ainda se mantém nos dias de hoje.

"O Padre Gary Thomas exerce funções numa paróquia da Califórnia, quando é questionado pelo Bispo, a viajar para Roma, tendo como objectivo o treino para o ritual do exorcismo. Ainda que inicialmente surpreendido, e relutante, o Padre Thomas aceita a tarefa e viaja para Roma, com o intuito de entrar num curso de exorcismo, praticado numa Universidade filiada ao Vaticano. Nesta Universidade, aprende a distinguir entre uma possessão verdadeira e doença mental, acabando por participar em mais de 80 exorcismos, enquanto aprendiz de um veterano exorcista Italiano.
As experiências adquiridas nesta jornada, levam-no a encarar de outra forma o mundo espiritual, e como se transformou de um céptico racional, num exorcista, à medida que começa a compreender as batalhas entre o bem e o mal, a partir de uma perspectiva completamente nova. De realçar, que o jornalista Matt Baglio, tem acesso total ao treino do Padre Gary, e muito do que aprende desafia todas as explicações."

O Livro lida ainda com o confronto entre o Padre Gary e o Diabo, tendo como pano de fundo a história do exorcismo.

Entrevista a Sam Worthington, Mads Mikkelsen e Alexa Davalos sobre "Clash of the Titans"

Esta semana estreia nos Estados Unidos, "Clash of the Titans", pelo assistimos à clássica situação dos diversos elementos da equipa de produção, encontrarem-se a conceder entrevistas aos vários órgãos de comunicação social, no âmbito de promover o filme. É neste sentido que o Coming Soon interpretou Sam Worthington, Mads Mikkelsen e Alexa Davalos, que interpretam Perseus, Draco e Andrómeda, respectivamente. Worthington falou sobre o filme, sobre o seu personagem, Alexa Davalos fala sobre Andrómeda, sobre o carácter trágico da sua personagem, sobre as alterações em relação ao filme original, Mads Mikkelsen falou sobre a mitologia inerente à história do filme, entre outros assuntos. Podem ver o vídeo no final do post.

Sinopse: Em Clash of the Titans , a disputa final pelo poder, coloca homens contra reis e reis contra deuses. Mas os conflitos entres os Deuses, poderão perigar a existência do Mundo terreno. Filho de um Deus e criado como um Homem, Perseus (Worthington) é incapaz de salvar a família perante Hades, o poderoso Deus do submundo. Com nada a perder, Perseus voluntaria-se para liderar uma perigosa missão para defrontar Hades, antes que este destrone Zeus no panteão divino e liberte o Inferno sobre a Terra. Perseus irá liderar um conjunto de guerreiros destemidos, numa perigosa jornada no interior dos Mundos proibidos. Defrontando demónios e bestas monstruosas, Perseus terá de aceitar o seu poder divino, para poder sobreviver, tendo de desafiar o que o destino lhe tinha destinado, para poder ter um destino seu.

O remake do clássico realizado por Ray Harryhausen, é dirigido por Louis Leterrier, tendo estreia prevista para dia 26 de Março, nas salas Norte-Americanas. O elenco é composto por Sam Worthington, Liam Neeson, Ralph Fiennes, Danny Huston, Gemma Arterton, Mads Mikkelsen, Jason Flemyng, Alexa Davalos, Izabella Miko, Nicholas Hoult e Pete Postlethwaite.

Entrevista a Sam Worthington, Mads Mikkelson e Alexa Davalos:

Fora de tempo: Barbara Walters entrevista Lauren Bacall (1997)

Para o vigésimo-sexto post da secção Fora de Tempo, resolvi colocar uma entrevista concedida pela diva Lauren Bacall a Barbara Walters em 1997. A entrevista surge no contexto de promover o papel de Lauren Bacall em "The Mirror Has To Faces" (1996), para o qual foi nomeada para o Óscar de Melhor Actriz. A entrevista apresenta uma breve resenha sobre a carreira e vida de Miss Bacall, tendo-se centrado no que esta sentia ser nomeada, e o que Bogie teria sentido. Foi recordada a vitória de Bogart em 1951, ano em que a Academia fez justiça à grande carreira de Bogie, que venceu nesse ano, o seu único Óscar de Melhor Actor, pelo fantástico papel de Charlie Allnut em "The African Queen". Para quem não sabe, a actriz perdeu para Juliette Binoche, que venceu o troféu por "O Paciente Inglês", tendo muito provavelmente sido a ultima oportunidade que a actriz teve de vencer o troféu, por um filme que protagonizou. E sim não vou contar com a vergonha que foi a atribuição do Óscar Honorário à Actriz. E agora fiquem com MISS BACALL...

Entrevista a Lauren Bacall Parte 1:


Entrevista a Lauren Bacall Parte 2:

Diablo Cody escreve o roteiro de Young Adult

Depois de "Juno" e "Jennifer´s Body", Diablo Cody prepara-se para ver um roteiro seu adaptado ao grande ecrã. A Mandate Pictures adquiriu o roteiro da comédia dramática "Youn Adults", escrito pela polémica realizadora.
Desta maneira, Diablo Cody volta a trabalhar com a equipa de Juno, tendo como produtores Mason Novick, Lianne Halfon e Russell Smith, tendo como produtores-executivos, John Malkovich e o presidente da Mandate Nathan Kahane. Quanto ao realizador, espera-se que surjam novidades em breve, não tendo surgido qualquer informação quanto ao mesmo.
Ainda não existem detalhes quanto ao enredo, por isso, esperam para breve, por mais novidades sobre o projecto.

O projecto é encarado como um teste ao real valor de Cody, como roteirista, visto que, depois do êxito que obteve com "Juno", conheceu o reverso da medalha com "Jennifer´s Body", projecto fustigado pela crítica e ignorado pelo público.

29 março 2010

Godzilla regressa ao grande ecrã

Segundo o Heat Vision, Godzilla prepara-se para regressar às salas de Cinema Norte-Americanas, depois da tentativa de Roland Emmerich em 1998. O icónico monstro, da Toho Co., irá regressar ao grande ecrã pelas mãos da Legendary Pictures, que adquiriu os direitos de adaptação de Godzilla ao grande ecrã. O filme irá ser co-produzido pela Warner Bros, que também irá co-financiar e distribuir. O filme terá como produtores, Dan Lin, Roy Lee e Brian Rogers, tendo como produtores-executivos, Yoshimitsu Banno, Kenji Okuhira e Doug Davison.

Ainda não se sabe qual o enredo do filme, apesar de ser seguro, que não será uma adaptação do filme de 1998, que apesar do sucesso comercial, facturando 376 milhões de dólares mundialmente, foi uma decepção.

Thomas Tull, líder da Legendary, não escondeu a sua satisfação pela sua empresa ir adaptar Godzilla ao grande ecrã, pois "Godzilla é um dos personagens mais poderosos e icónicos da cultura popular, e nós na Legendary estamos extasiados por podermos criar um épico moderno inspirado na franquia da Toho. Os nossos planos passam por produzir o filme de Godzilla, que nós como fãs pretendemos ver. Nós pretendemos fazer justiça aos elementos que permitiram ao personagem tornar-se tão importante na cultura pop contemporânea."
Outro dos entusiasmados com o projecto era ninguém menos do que Jeff Robinov, Presidente da Warner Bros. Pictures Group, "Godzilla é emblemático do tipo de filmes evento, pelos quais a Warner Bros e os nossos parceiros da Legendary são bem conhecidos."

E os nossos leitores, o que pensam da enésima adaptação de Godzilla ao grande ecrã? E já agora fiquem aqui com um vídeo clássico do monstro, heeheh:

Resenha Crítica: O Leão da Estrela (1947)


A 25 de Novembro de 1947 estreava em Portugal “O Leão da Estrela”, uma comédia típica das que marcaram a produção cinematográfica Portuguesa dos anos 40 e inicio da década de 50, tendo atingido um sucesso considerável, sendo um dos filmes nacionais mais recordados deste período de tempo assinalado. Realizado por Arthur Duarte (“O Costa do Castelo”; “A Menina da Rádio”; “O Grande Elias”), através do argumento de João Bastos, Félix Bermudes e Ernesto Rodrigues, o filme apresenta um elenco recheado de estrelas do cinema nacional da época, entre os quais, António Silva, Milú, Maria Eugénia, Curado Ribeiro, Laura Alves, Artur Agostinho, entre outros. Mais do que o pano de fundo futebolístico, “O Leão da Estrela” apresenta-nos um importante testemunho da representação da sociedade portuguesa na filmografia nacional da época. Logo numa das primeiras cenas temos um elemento que marca várias comédias portuguesas produzidas neste período, a indolência do trabalhador, algo visível quando encontramos um grupo de funcionários a falarem sobre o jogo entre o Porto e o Sporting, em pleno horário de trabalho. Os primeiros cinco minutos do filme acompanham o esforço de Anastácio (António Silva), um indivíduo que se considera “um pobre leão desembolado” que sem a bola não passa de “um gato inofensivo”, em conseguir um bilhete para o jogo. Posteriormente somos apresentados aos restantes personagens, a mulher de Anastácio (Dª Carlota) típica dona de casa, que fica em casa à espera do seu marido, enquanto vê a empregada Rosa a efectuar a lida doméstica. Dª Carlota (Maria Olguim) vive acompanhada das suas duas filhas, Branca (Maria Eugénia) e Juju (Milú), a primeira uma jovem meiga, a segunda algo ambiciosa, embora ambas apresentem uma dependência enorme em relação às figuras masculinas e estejam longe de apresentarem ideais de independência. A estes personagens junta-se ainda Miguel (Artur Agostinho), o namorado de Rosa, um indivíduo bem falante e adepto do Sporting Clube de Portugal. No prédio onde habita a família de Anastácio encontramos ainda elementos como o Comandante, uma figura de respeito e muito misteriosa, entre outros que habitam um local onde todos se conhecem e todos se cumprimentam e convivem, ou seja, através do interior do edifício assistimos a uma espécie de comunidade, quase como se fosse um espaço rural, ainda que situado no espaço citadino, algo típico nestas comédias portuguesas da década de 40. 

Também típicos das comédias estado-novinas são os personagens presentes ao longo do filme, em particular Anastácio, um indivíduo de classe média, representativo do tipo de público que frequentava na época os cinemas, embora idealizado de acordo com os valores pretendidos pelo Regime. Após a apresentação dos personagens, o grande leitmotiv que os move é a ida ao Porto. Quer de Anastácio, que pretende assistir ao jogo a todo o custo, quer da criada, Rosa, uma mulher com enorme apetência para partir pratos, que pretende aproveitar a companhia de Miguel, que a convidou para ir ao Porto, para passear e conhecer a família deste. Com o bilhete na sua posse, Anastácio decide viajar até ao Porto, indo acompanhado de toda a família, da sua empregada e de Miguel. Estes dois últimos eram para ter ficado “em terra”, mas logo vão com a família de Anastácio, após Miguel oferecer os seus préstimos e transportar o ferrenho adepto do Sporting que temia perder o jogo por não ter transporte. Pelo meio, é de salientar um momento que marcou para sempre a carreira do saudoso António Silva, o "homem das arábias", nomeadamente, quando efectua um relato imaginário a um jogo do seu Sporting, remata na mesa e grita golo de forma eufórica, fazendo saltar o tampo da mesma. Temos ainda uma crítica subtil ao Governo, nomeadamente, quando Anastácio se queixa: “que país é este que não tem bilhetes nem tem comboios para levar os sócios do Sporting ao Porto. Não há comboios, nem carros, nem linhas, nem agulhas”. A crítica não fica por aqui. Veja-se quando na rádio é anunciado falaciosamente que tudo está regularizado e os adeptos já podem ir assistir ao jogo, algo que conduz Anastácio a não conseguir esconder a sua incredulidade perante os “aldrabões”. Esta é uma das poucas críticas encontradas ao Governo e ao País, a juntar à célebre placa “Estado Novo”, em “A Canção de Lisboa”. Diga-se que esta procura pelos bilhetes permite ainda a “Leão da Estrela” expor, ainda que subtilmente, a presença das Colónias algo visível quando Anastácio é avisado de que a fila na bilheteira atingiu umas proporções enormes e o protagonista sugere que “deve ter vindo gente das colónias”, revelando mais uma vez a capacidade mobilizadora do futebol, capaz de mexer com a população, a ponto de chamar elementos que partiram para as províncias ultramarinas.

 No Porto, instalam-se na casa de Barata, um burguês do Norte, que pensa ter em Anastácio um interlocutor com o mesmo estatuto social e financeiro. Diga-se que Anastácio e Barata nem são relativamente próximos, mas o primeiro aproveita-se do conhecido para que a estadia fique mais “barata”. Na chegada à cidade do Porto, Anastácio e a família dividem-se, com o primeiro a ir para o Estádio e os restantes elementos a dirigirem-se para casa dos Barata. A habitação de Barata e a sua decoração expõem desde logo o estatuto distinto destas famílias, com este a viver numa vivenda, ao contrário da família de Anastácio que habita num apartamento. Mas no Porto, nem só pela casa dos Barata, se ficam os nossos personagens. Somos levados ao clássico, que apresenta imagens dum jogo disputado entre estas duas grandes equipas, com “O Leão da Estrela” a ser um regalo para quem se interessa por futebol, e pela história do desporto, ouvindo-se falar de lendas como Peyroteo, Jesus Correia, entre muitos outros nomes que encantaram nos relvados Portugueses, utilizando a camisola verde e branca. O futebol surge apresentado como um espectáculo que envolve as massas, onde tanto o grande proprietário Barata, como o pequeno funcionário Anastácio assistem aos jogos, vibrando pelos seus respectivos clubes ao longo desta comédia de costumes. O jogo de futebol conta ainda com a cena clássica, onde o personagem interpretado por António Silva, com o seu estilo descontraído e contestatário, dá outra cor à mesma, com as provocações ao adepto do Porto perante o golo do Sporting. O resultado final foi uma dupla vitória, ou melhor, uma vitória para o Sporting do ferrenho Anastácio e uma vitória para os cinéfilos que tiveram a oportunidade de António Silva numa das cenas mais memoráveis da sua carreira, a par da cena acima mencionada.

 Para além destes personagens, também Miguel e Rosa se encontram pelo Porto, enamorados, relembrando o inicio do seu romance e as perspectivas de se casarem que, por entre desaguisados e conflitos vários, acabam por terminar o filme apaixonados como o começaram. Na casa dos Barata, somos apresentados à esposa deste e ao filho, por quem as duas irmãs apresentam especial interesse. Este costuma trocar correspondência com Juju, mas será Branca quem lhe tomará o coração, durante a estadia das irmãs pelo Porto. Finalizado o jogo é a vez de Anastácio participar na “invasão” à moradia dos Barata. A chegada de Anastácio ao local apresenta uma divergência em relação à formalidade daquele cenário, algo que fica ainda mais exemplarmente demonstrado no seu cumprimento a Barata, após terem trocado “mimos” durante o jogo, quando não sabiam da identidade um do outro. O comportamento informal de Anastácio no Porto apresenta contornos caricatos e plenos de crítica aos valores desta sociedade, apresentando um à vontade que poucos poderiam incutir no protagonista com a mesma naturalidade de António Silva, enquanto os personagens se envolvem numa série de mal-entendidos até ao previsível desfecho final. “O Leão da Estrela” apresenta uma história e estrutura típica de uma comédia de costumes, onde a história se deixa levar pelos personagens, apresentando uma enorme simplicidade, um conjunto limitado de cenários (apesar de ser uma das poucas comédias deste período, em que a acção se desenvolve para além do espaço fechado de um bairro/pátio, passando desde o trabalho de Anastácio, à fila das bilheteiras, ao Estádio de Futebol, e até na ida ao Porto, saindo do cenário Lisboeta) e um argumento eficaz apesar de alguns dos seus diálogos estarem claramente datados.

Apesar de contar com alguns bons momentos, "O Leão da Estrela" não deixa de apresentar sérios problemas ao longo do seu desenvolvimento, algo visível após o término do jogo, que é o elemento que alavanca o primeiro terço do enredo, com o filme a começar a perder algum fôlego com as constantes tentativas de Anastácio e da família em tentarem parecer de uma classe mais elevada perante a família Barata. Ao utilizarem as malas de viagem do Comandante, acabam por fazer-se passar por pessoas muito viajadas, devido às diferentes etiquetas referentes aos locais por onde este viajou. No entanto, acabam por cair no ridículo ao apresentarem conversas desconexas que nada têm a ver com os locais por onde passaram. Veja-se os comentários de Anastácio sobre Pompeia “tudo ruínas. Nós fomos depois da Guerra, mas antes devia ser uma grande cidade”, entre outros exemplos (aos quais podemos acrescentar os momentos em que Anastácio finge que a casa do comandante é a sua). Existe uma crítica à dicotomia do ser e parecer, a uma classe média-baixa, que pretende fazer passar-se por algo que não o é, sendo que o casamento promete esbater todas as diferenças. Esta é uma temática transversal a muitas das comédias Portuguesas da década de 40 e 50, atravessando obras como “João Ratão”, “O Pai Tirano”, “O Grande Elias”, entre outras. Diga-se que o filme apresenta uma estrutura muito revisteira, apresentando cenas longas no mesmo cenário, até se passar para um diferente, para além dos comportamentos exagerados dos personagens (os próprios actores contam com interpretações nem sempre convincentes), permitindo a António Silva ser um dos poucos elementos do elenco a sobressair. Quem também sobressai é a ideologia presente ao longo do filme, não faltando a defesa dos valores do casamento, a benevolência da entidade empregadora para com o trabalhador e o respeito deste último para com o primeiro, os valores familiares, o papel do pai de família, a manutenção da ordem, o espírito de comunidade, servindo como exemplo do Cinema como modo de criar uma ilusão que repercute os valores de uma sociedade, ou melhor, que transmite para a sociedade determinados valores de si própria, ainda que estes não possam corresponder à realidade. Temos assim uma das comédias “à portuguesa” mais memoráveis da década de 40, onde António Silva dá vida a um adepto fanático pelo Sporting, enquanto nos diverte imenso pelo caminho.

Bibliografia: 

Pina, Luís de, A aventura do Cinema Português, Lisboa, Vega, 1977.

Ribeiro, M.Félix, Filmes e Factos da História do Cinema Português 1896-1949, Lisboa, Cinemateca Portuguesa, 1983.

Torgal, Luís Reis (coord), O Cinema sob o olhar de Salazar, Lisboa, Temas e Debates, 2001.

Angelina Jolie poderá amaldiçoar a Bela Adormecida em Maleficient

Os rumores sobre os possíveis novos projectos de Angelina Jolie adensam-se cada vez mais, se é bem verdade que a maior parte destes rumores, acabam por ficar de lado, alguns apresentam características bastante interessantes apesar da sua inverosimilhança. Neste caso, segundo o LA Times, Angelina Jolie poderá protagonizar "Maleficient", o reboot, que a Disney pretende efectuar ao clássico da Bela Adormecida. Jolie interpretaria Maleficient, a bruxa que amaldiçoa a Bela Adormecida, aquando do nascimento desta.

O filme tem roteiro de Linda Woolverton, roteirista que tem um longo historial de sucesso com os estúdios da Disney, tendo escrito o roteiro de filmes como, "The Beauty and the Beast", "Lion King" e, mais recentemente, "Alice in Wonderland", filme onde colaborou de perto com Tim Burton.
Quanto ao realizador, o nome mais forte para ocupar a vaga é o de Tim Burton, que já provou ser mais do que capaz de dar um tom sombrio e comercial aos clássicos infantis, tal como o fez em "Alice in Wonderland". Apesar da presença de Burton não passar de um rumor, não deixaria de ser interessante ver o relizador desvirtuar a tendência clássica das Princesas Disney e transformar uma vilã numa personagem principal da conservadora casa do Rato Mickey.

Noah Baumbach realiza e escreve o roteiro de "The Emperor´s Children". Keira Knightley, Richard Gere e Eric Bana protagonizam

Depois de "Greenberg", Noah Baumbach prepara-se para realizar "The Emperor´s Children", indo também colaborar no roteiro, segundo adianta o SlashFilm. O filme é inspirado no livro de Claire Messud, que teve um sucesso considerável, aquando da sua publicação em 2006, tendo sido nomeado para o Men Booker Prize.
Outra novidade quanto ao filme, diz respeito à composição do seu elenco, tendo sido contratado três nomes de peso Keira Knightley ("The Duchess"), Richard Gere ("Amelia") e Eric Bana ("Star Trek").
Knightley irá interpretar Marina Thwaite, uma bela jornalista, filha de uma activista social que, batalha para terminar o seu primeiro livro. Bana poderá interpretar Ludovic, um ambicioso Australiano que, através de Marina, deseja frequentar a alta sociedade de Manhattan. A personagem de Richard Gere ainda é desconhecida.

Sinopse: Três pessoas querem ser importantes para a humanidade, mas estão próximos dos 30 anos e ainda não deram um passo importante para atingir esse desiderato. O enredo desenvolve-se em Nova York, meses antes de ocorrer o atentado do 11 de Setembro.

Fora de tempo: Trecho de Bacall on Bogart (1988)

Para o vigésimo-quinto post da Secão Fora de Tempo, resolvi colocar um breve trecho do especial "Bacall on Bogart". O trecho apresenta uns pequenos clipes de vídeos do casal, que vão desde o casamento do casal, onde segundo Bacall, Bogie chorou, os filhos do casal; a homenagem a Leslie Howard ao darem o nome de Leslie à filha; sobre como Bogie era fora do grande ecrã; o seu amor pelo mar, por navegar no seu Santana. Não vou contar mais pormenores, para não estragar o visionamento, vejam e apreciem.

Trecho de Bacall on Bogart:

Fora de tempo: Entrevista concedida por James Stewart a Michael Parkinson

Para o vigésimo quarto post, da secção Fora de Tempo, decidi colocar uma entrevista concedida por James Stewart ao programa Parkinson, apresentado por Michael Parkinson. O talk show apresentado por Parkinson teve um êxito considerável, sendo religiosamente transmitido aos Sábados à Noite, na BBC, entre 1979 e 1982. Para um fã confesso de Jimmy Stewart, confesso que a descoberta desta entrevista concedida pelo autor, com todas as suas histórias, que marcam um testemunho importante, por parte de uma lenda do Cinema. Durante a entrevista, o actor aborda temas como o modo de trabalhar dos antigos estúdios, um episódio interessante que teve com Paul Muni; sobre "Born to Dance" (que proporcionou um bom momento cómico); sobre It´s a Wonderful Life; sobre a sua participação em Westerns (género onde se destacou); sobre como foi trabalhar com o mítico John Ford, entre muitos outros assuntos.

Entrevista a James Stewart Parte 1:


Entrevista a James Stewart Parte 2:


Entrevista a James Stewart Parte 3:


Entrevista a James Stewart Parte 4:

28 março 2010

TV Spot de Iron Man 2

No âmbito de divulgação de "Iron Man 2", a Marvel lançou um novo anúncio televisivo do filme, no intervalo do Kids Choice Awards 2010. No Tv Spot, o destaque vai para a dupla Iron Man e War Machine, em plena acção, bem como Black Widow e a nova armadura de Iron Man. A não perder a cena de Tony Stark em cima de um Donuts gigante a olhar com um tom de gozo para Nick Fury.

Na sequela, Jon Favreau volta à cadeira de realizador, após o sucesso do primeiro filme. Quanto ao elenco, há que destacar a adição de quatro nomes. Desde logo Don Cheadle que substitui Terrence Howard como Jim Rhodes (War Machine); Mickey Rourke como o vilão Whiplash, que no filme também apresenta características semelhantes a outro dos vilões de Iron Man nos Comics, nomeadamente, Crimson Dynamo; Sam Rockwell interpreta Justin Hammer, um empresário multi-bilionário, rival de Tony Stark (Iron Man); por último, a voluptuosa Scarlett Johansson interpreta Natasha Romanoff (Black Widow).

O elenco do filme é constituído por, Robert Downey Jr., Gwyneth Paltrow, Don Cheadle, Jon Favreau, Mickey Rourke, Sam Rockwell, Samuel L. Jackson, Scarlett Johansson, Garry Shandling, John Slattery, Kate Mara, Clark Gregg e Olivia Munn. O roteiro fica a cargo de Justin Theroux, conhecido desde o êxito Tropic Thunder.

TV Spot:

Box Office de dias 26-28 de Março

Como é habitual, nos Domingos, ao entardecer, os sites Coming Soon e Box Office Mojo, actualizam a tabela do Box Office semanal, confirmando os sucessos de algumas produções, o fracasso de outras, e até algumas surpresas. Podem conferir a tabela do Box Office Mojo, no fim do post. Quanto aos resultados desta semana, após três semanas no pódio, "Alice in Wonderland" cai para segundo lugar, perdendo a liderança para "How to Train Your Dragon", o novo filme de animação da Dreamworks.
"How to Train Your Dragon" obteve 43,3 milhões de dólares, em 4055 salas, valores bastante consideráveis, apesar de se ter em conta o seu elevado orçamento, avaliado em 165 milhões de dólares. Apesar do resultado positivo, o filme não deixa de ser uma das estreias mais baixas da Dreamworks, após três resultados superiores a 59 milhões de dólares.

"How to Train Your Dragon" no "Rick´s Cinema": http://bogiecinema.blogspot.com/2010/03/tudo-sobre-how-to-train-your-dragon.html

Quanto aos restantes classificados, o segundo lugar ficou para "Alice in Wonderland", que obteve mais 17,3 milhões de dólares, em 3384 salas, atingindo uns extraordinários 293,100,000 dólares, valores ultrapassam largamente o seu orçamento de 200 milhões de dólares. Para a semana o filme, poderá ultrapassar os 300 milhões de dólares, sendo a maior bilheteira de sempre para um filme realizado por Tim Burton.

Em terceiro lugar, ficou outra estreia da semana, "Hot Tub Time Machine", a comédia centrada no regresso aos anos 80, dos personagens de John Cusack, Craig Robinson, Rob Corddry e Clark Duke, que viajam no tempo através de um Jacuzzi. O filme obteve 13,6 milhões de dólares em 2,754 salas, valores ainda distantes do orçamento de 36 milhões de dólares, que devem de ser ultrapassados nas próximas semanas.

Em quarto lugar, ficou "The Bouty Hunter", comédia romântica com salpicos de acção, protagonizada por Jennifer Aniston e Gerard Butler. O filme obteve 12,4 milhões de dólares, em 3,074 salas, valores que a juntar ao arrecadado na semana anterior, ascendem aos 38,8 milhões de dólares, o que o aproximam do seu orçamento, de 40 milhões de dólares.

O filme tem como protagonistas Jennifer Aniston e Gerard Butler, tendo no restante elenco nomes como Jason Sudeikis, Dorian Missick, Joel Marsh Garland e Christine Baranski.

"The Bounty Hunter", centra-se num caçador de recompensas (Butler) que é contratado para encontrar a sua ex-esposa (Aniston), que fugiu do pagamento da fiança.
"The Bounty Hunter" no Rick´s Cinema: http://bogiecinema.blogspot.com/search?q=bounty+hunter 

O quinto lugar da tabela ficou para o anterior segundo classificado, "Diary of a Wimpy Kid", segundo classificado, com 10 milhões de dólares, obtendo um resultado acumulado de 35,7 milhões de dólares, em receitas de bilheteira acumuladas. O resultado é bastante positivo para a produção, tendo em conta o orçamento de 15 milhões de dólares.
"Diary of a Wimpy Kid" é inspirado no livro de banda-desenhada de Jeff Kiney. O filme, tal como o livro, conta a história de Greg, um miúdo que tem que enfrentar o maior desafio da vida de todas as crianças: sobreviver ao ensino básico. O ponto forte do livro, passa pelas maneiras peculiares que Greg encontra para lidar com os valentões e conquistar uma inesperada popularidade no colégio.
 O filme é realizado por Thor Freudenthal ("Hotel for Dogs") e tem roteiro de Jeff Filgo, Jackie Filgo, Jeff Judah, Gabe Sachs.  
Elenco: Zachary Gordon, Chloe Moretz, Steve Zahn, Rachael Harris, Robert Capron, Devon Bostick, Grayson Russell.

Tabela:

Entrevista a Rhys Ifans sobre Greenberg

No âmbito de divulgação de "Greenberg", o Collider teve a oportunidade de falar com Rhys Ifans, que interpreta o irmão do personagem do titulo. Durante a entrevista, o actor falou sobre as filmagens em LA, sobre como foi trabalhar com Noah Baumbach e as alterações efectuadas no roteiro, bem como sobre "Harry Potter and the Deathly Hallows".

Sinopse: Roger Greenberg (Ben Stiller) encontra-se numa encruzilhada profissional, da qual não consegue sair, nomeadamente, estar "eternamente" desempregado. Perante este cenário desolador, acaba por ir tomar conta da casa do seu irmão mais novo em em Los Angeles. Em Los Angeles, encontra velhos amigos, obtém novas amizades, mas quem lhe desperta verdadeiramente à atenção é Florence (Greta Gerwig), uma aspirante a cantora e assistente pessoal do irmão de . No meio do desencanto e sonhos frustrados, uma nova amizade floresce a algo mais pode acontecer entre os dois.

Elenco: Ben Stiller, Greta Gerwig, Rhys Ifans, Jennifer Jason Leigh, Brie Larson, Juno Temple, Chris Messina.

"Greenberg" estreou no dia 19 de Março de 2010, em circuito limitado, no mercado Norte Americano.

Entrevista:

Kirsten Dunst no videoclip Akihabara Majokko Princess

Em Agosto de 2009, surgiram on-line, imagens de Kirsten Dunst, em Tóquio, na área comercial do distrito de Akihabara, vestida com um figurino majokko (rapariga mágica), como podem ver na imagem do lado esquerdo. O motivo desta estar com uma indumentária de cosplay, é simples, a actriz este a gravar um vídeoclip realizado pela dupla McG (Terminator Salvation) e Takashi Murakami. O Videoclip, intitulado Akihabara Majokko Princess, foi exibido no museu Tate Modern, de Londres, fazendo parte da exposição Pop Life: Art in a Material World.
 No videoclip, a actriz apresenta uma faceta algo desconhecida, apresentando um grande à vontade no papel de cantora, enquanto vagueia pelas ruas de Tóquio.

Vídeoclip:

27 março 2010

Reese Witherspoon no Jonathan Ross Show

Enquanto navegava pelas águas do Youtube, encontrei uma entrevista concedida pela bela Reese Witherspoon ao Jonathan Ross Show, da BBC1, no âmbito de promover no Reino Unido, uma campanha contra a Violência Doméstica levada a cabo pela Avon. A entrevista apresenta um tom bastante informal, sendo abordados temas tão dispares como Witherspoon ter magoado o pé, até ao encontro desta com o Primeiro-Ministro Gordon Brown. Entre os temas abordados, está o papel de Witherspoon em "Walk the Line", sobre o treino de voz que teve de efectuar até poder cantar as músicas de June Carter com alguma verosimilhança, entre outras questões. A entrevista é bastante interessante, sobretudo devido à simpatia que a actriz demonstrou durante toda a entrevista.

Entrevista a Reese Witherspoon:

Sequela de Eastern Promises a caminho

A relação laboral entre David Cronenberg e Viggo Mortensen, parece estar para durar, e continuar a produzir bons frutos. Depois de trabalharem juntos em "A History of Violence", "Eastern Promises"e "The Talking Cure", surge a hipótese de uma possível sequela de "Eastern Promises". A notícia é dada pelo Deadline que, revela uma conversa com o produtor, Paul Webster, onde este refere que está a trabalhar numa sequela de "Eastern Promises", em que se assistirá ao regresso dos suspeitos do costume, David Cronenberg para o cargo de realizador, Viggo Mortensen para o papel de Nikolai, e Steve Knight como roteirista. A única duvida que se coloca é sobre um possível regresso, ou não, de Naomi Watts ao elenco do filme.

Tendo em conta a qualidade do primeiro filme (apesar da cena da sauna), que foi um dos melhores da colheita de 2007, uma sequela é sempre bem vinda, sobretudo devido ao facto de todos os principais envolvidos estarem de regresso e já terem dado mostras da qualidade do seu trabalho. Esta noticia do Deadline, vem confirmar um desejo do realizador, que em Março de 2009, já tinha deixado expresso o desejo de dirigir uma sequela de "Eastern Promises".

A história do primeiro filme, centrava-se em Anna (Naomi Watts), uma jovem parteira, que acaba por ver-se envolvida na investigação referente à identificação de uma jovem russa que, morreu durante o parto do seu filho. O perigo começa a rondar Anna quando esta descobre que, a jovem falecida, era uma prostituta cooptada pelo tráfico sexual da máfia do Leste. Caberá a Nikolai (Viggo Mortensen), um homem ligado à máfia russa, de personalidade dura, cruel e misterioso, terminar com a curiosidade de Anna.

Reese Witherspoon e Tom Cruise juntos em comédia romântica

Segundo o L.A. Times, Tom Cruise e Reese Witherspoon, poderão protagonizar "Paper Wings, comédia romântica, que tem como pano de fundo o mundo do rodeo. O projecto encontra-se a ser desenvolvido pela Sony e pela Overbrook Entretainment (empresa de Will Smith). Apesar de ainda não haver certezas quanto ao realizador, especula-se que Grabiele Muccino ("Seven Pounds") poderá comandar o projecto.

Ainda não existe uma sinopse divulgada, sabe-se apenas que, em "Paper Wings", Cruise interpreta um campeão de rodeo, que se apaixona por uma cantora country (Witherspoon).

Esta é a segunda vez que Reese Witherspoon interpreta uma cantora country, depois de ter encantado a crítica com a sua interpretação de June Carter em "Walk the Line", papel que lhe valeu a vitória na categoria de Melhor Actriz, na edição de 2006, dos Óscars. Quanto a Cruise, já interpretou um cowboy, em "Young Guns" (1988), ainda que tenha sido uma pequena participação especial.

E para quem já se esqueceu da interpretação de Witherspoon em "Walk the Line":

Entrevista a Greta Gerwig sobre Greenberg

No âmbito de divulgação de "Greenberg", o Collider teve a oportunidade de entrevistar uma das protagonistas do filme, Greta Gerwig. Gerwig interpreta Florence, a assistente do irmão de Roger Greenberg (Ben Stiller), por quem este último se apaixona. Durante a entrevista, a actriz foi questionada sobre como conheceu o Collider, sobre como foi a audição para o filme, sobre como o filme parece tão próximo da realidade, entre outros assuntos, que poderão ver no final do post.

Sinopse: Roger Greenberg (Ben Stiller) encontra-se numa encruzilhada profissional, da qual não consegue sair, nomeadamente, estar "eternamente" desempregado. Perante este cenário desolador, acaba por ir tomar conta da casa do seu irmão mais novo em em Los Angeles. Em Los Angeles, encontra velhos amigos, obtém novas amizades, mas quem lhe desperta verdadeiramente à atenção é Florence (Greta Gerwig), uma aspirante a cantora e assistente pessoal do irmão de . No meio do desencanto e sonhos frustrados, uma nova amizade floresce a algo mais pode acontecer entre os dois.

Elenco: Ben Stiller, Greta Gerwig, Rhys Ifans, Jennifer Jason Leigh, Brie Larson, Juno Temple, Chris Messina.

"Greenberg" estreou no dia 19 de Março de 2010, em circuito limitado, no mercado Norte Americano.

Entrevista a Greta Gerwig:

26 março 2010

Ruy de Carvalho, António Feio, Beatriz Batarda e Manuela Maria condecorados por Cavaco Silva

Os actores Ruy de Carvalho, António Feio, Beatriz Batarda e Manuela Maria, vão receber uma merecida homenagem e distinção pelas suas meritórias carreiras, ao serem condecorados, esta Sexta-Feira pelo Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, por ocasião do Dia Mundial do Teatro, que ocorre no dia 27 de Março.

Segundo Beatriz Batarda, a noticia “Apanhou-me completamente de surpresa (...) e não tive tempo para digerir, nem sequer para reflectir muito sobre isso”, disse a actriz à Lusa, sublinhando que “o reconhecimento por parte do Presidente da República é um acontecimento importante na vida de qualquer pessoa”.
Neste momento envolvida na sua primeira encenação teatral, da peça “Olá e Adeusinho”, do dramaturgo sul-africano Athol Fugard, que se estreia amanhã, Dia Mundial do Teatro, no Centro Cultural do Cartaxo, Beatriz Batarda frisou ainda que esse reconhecimento é ainda mais importante pelo facto “desde muito cedo ter começado a trabalhar para o teatro e para o cinema no país”.
E na vida de uma pessoa com um percurso feito “com um desejo de uma expressão artística, que não é só pessoal e egocêntrica - há sempre um bocadinho disso - mas também para um público, muito consciente do público e do momento da partilha e da entrega, sentir que há um reconhecimento pela figura mais alta do nosso país, pelo Chefe de Estado, é muito avassalador”, concluiu.

O actor Ruy de Carvalho é condecorado com o grau honorífico de Grande Oficial da Ordem de Sant’Iago da Espada. Os actores António Feio, Beatriz Batarda e Manuela Maria e o encenador Joaquim Benite são condecorados como Comendador da Ordem do Infante D. Henrique e Maria Custódia Venâncio é agraciada com o grau de Oficial da Ordem do Mérito.

A cerimónia decorre a partir das 21h00 no Museu dos Coches, em Belém, e inclui a apresentação da peça “Sabina Freire” de Manuel Teixeira-Gomes pela Companhia de Teatro de Braga em co-produção com a Escola da Noite, de Coimbra.

In: http://publico.pt/1429573

Park Sin-hye junta-se ao elenco de "Cyrano Agency"

Segundo o HanCinema, a actriz Coreana, Park Sin-hye vai juntar-se a Choi Daniel , Uhm Tae-woon, e Lee Min-Jeong, no elenco de "Cyrano Agency". Park irá ao lado de Uhm Tae-woon, formar a dupla de casamenteiros da Agência Cyrano. O filme não só é inspirado na clássica peça de teatro, escrita em 1897, por Edmond Rostand sobre Cyrano de Bergerac, mas também no filme realizado por Jean-Paul Rappeneau e protagonizado por Gerard Depardieu. "Cyrano Agency" é realizado por Kim Hyun-seok, conhecido por filmes como "Scout", "When Romance Meets Destiny", entre outros.

No filme, os personagens de Choi Daniel , Uhm Tae-woon, e Lee Min-Jeong, irão protagonizar um triângulo amoroso. O filme centra-se na personagem de Cyrano (Uhm), um homem que tem notórias dificuldades em confessar o amor que sente pela amada, pelo que recorre a uma agência de encontros amorosos para o ajudarem a declarar-se. 

As filmagens iniciam-se a 19 de Abril, esperando-se que o filme esteja pronto a tempo de ser exibido durante o Chuseok.

Novo trailer de "The Sorcere´s Apprentice"

"The Sorcerer´s Apprentice" só estreia nas salas Norte-Americanas, no dia 16 de Julho, do corrente ano. No entanto, este facto não impediu a Disney de lançar um novo trailer do filme, onde os efeitos especiais e a acção tomam conta do mesmo. Para além de todo o aparato formado por chamas, simulações de acidentes, entre outros, temos ainda em evidência os ensinamentos do personagem de Balthazar Blake (Nicolas Cage) ao seu aprendiz (Jay Baruchel) e a ameaça que os espera.

Sinopse: A história do filme ocorre nos dias de hoje, em Manhattan, onde o feiticeiro Balthazar Blake (Nicolas Cage) procura defender a cidade do seu arqui-inimigo Maxim Horvath (Alfred Molina). Para essa tarefa, Balthazar precisará de ajuda, por isso recruta Dave Stutler (Jay Baruchel), um individuo comum, mas que demonstra um grande potencial escondido. O feiticeiro dá ao aprendiz um curso rápido de arte, ciência e magia, e juntos irão unir forças para deter as forças das trevas. Será necessária toda a coragem para Dave conseguir sobreviver ao treino e salvar a cidade, e conseguir ficar com a rapariga dos seus sonhos, enquanto se torna o Aprendiz de Feiticeiro.

O filme estreia dia 16 de Julho de 2010, nas salas Norte-Americanas, tendo no elenco, Nicolas Cage, Jay Baruchel, Alfred Molina, Teresa Palmer, Monica Bellucci, Toby Kebbell, entre outros.


Trailer:

Entrevista a Ben Stiller sobre Greenberg

No âmbito de divulgação de "Greenberg", o Collider teve a oportunidade de entrevistar o protagonista, Ben Stiller. O filme estreia esta semana nas salas Norte-Americanas, tendo sido alvo de uma boa recepção por parte da crítica, ou não fosse o filme realizado pelo sempre excelente Noah Baumbach. Durante a entrevista Stiller e Steve Weintrub conversaram sobre o tom documental do filme, sobre filmar em Los Angeles, sobre o processo de filmagens e claro está sobre uma possível sequela de "Zoolander".

Sinopse: Roger Greenberg (Ben Stiller) encontra-se numa encruzilhada profissional, da qual não consegue sair, nomeadamente, estar "eternamente" desempregado. Perante este cenário desolador, acaba por ir tomar conta da casa do seu irmão mais novo em em Los Angeles. Em Los Angeles, encontra velhos amigos, obtém novas amizades, mas quem lhe desperta verdadeiramente à atenção é Florence (Greta Gerwig), uma aspirante a cantora e assistente pessoal do irmão de . No meio do desencanto e sonhos frustrados, uma nova amizade floresce a algo mais pode acontecer entre os dois.

Elenco: Ben Stiller, Greta Gerwig, Rhys Ifans, Jennifer Jason Leigh, Brie Larson, Juno Temple, Chris Messina.

"Greenberg" tem data de estreia marcada para 19 de Março de 2010, em circuito limitado, no mercado Norte Americano.

Entrevista a Ben Stiller:

Trailer de Marmaduke

No âmbito de divulgação de "Marmaduke", a Regency através do Yahoo.movies. No trailer podemos ver a explicação de "Marmaduke" sobre porque, foi preso, enquanto provoca vários estragos. O momento alto do trailer é uma pequena piada relacionada com a série televisiva "The O.C." onde, nem a música dos Phantom Planet falha. Quanto ao comic relief, típico destes filmes cabe a Carlos, personagem cuja voz pertence a George Lopez.

"Marmaduke" é inspirado nas tiras de jornais de Brad Anderson. O personagem tem logrado obter uma longevidade assinalável, estando desde 1954 até aos dias de hoje, a divertir o público, que lê as suas desventuras, nas tiras de banda desenhada, presente nos jornais. As histórias centram-se na família Winslow e o seu Grand Danois (Marmaduke). Para além de aparecer nos jornais, Marmaduke, já teve direito a aparecer nos desenhos-animados de "Heathcliff" e "Garfield and Friends".  

Trailer:

Linda Woolverton roteiriza "Maleficent"

Parece que os rumores de uma possível nova versão de "A Bela Adormecida", centrada na vilã Maleficent, é mais do que um rumor. A roteirista Linda Woolverton foi contratada para escrever o roteiro de "Maleficent", para a Disney. Woolverton tem um longo historial de sucesso com o estúdio tendo escrito o roteiro de filmes como, "The Beauty and the Beast", "Lion King" e, mais recentemente, "Alice in Wonderland", filme onde colaborou de perto com Tim Burton.
 Quanto ao realizador, o nome mais forte para ocupar a vaga é o de Tim Burton, que já provou ser mais do que capaz de dar um tom sombrio e comercial aos clássicos infantis, tal como o fez em "Alice in Wonderland". Apesar da presença de Burton não passar de um rumor, não deixaria de ser interessante ver o relizador desvirtuar a tendência clássica das Princesas Disney e transformar uma vilã numa personagem principal da conservadora casa do Rato Mickey.

Dois novos posters de Shrek Forever After

O site Yahoo.movies, disponibilizou on-line dois novos posters de "Shrek Forever After". Nos posters o destaque vai todo para Shrek e Rumpelstiltskin. No caso do primeiro poster, temos o pouco subtil trocadilho "What the Shrek just Happened?", com o ogre mais famoso da história do Cinema atrás das grades. No segundo poster, temos o "terrível" Rumpelstiltskin, juntamente com o seu exército de bruxas.
 O filme é realizado por Mike Mitchell ("Sky High"), e roteiro de Tim Sullivan, Josh Klausner.

A premissa do quarto filme da saga do Ogro mais adorado da História do Cinema é bastante simples, basta imaginar-mos uma conjugação das ideias base presentes em "Brothers Grimm" e "It's a Wonderful Life". Após salvar a Princesa Fiona,Shrek passa a ser um responsável pai de família, domesticado, estando constantemente a dar atenção aos filhos e a ser importunado por estes. Segundo o realizador Mike Mitchell (Sky High; Deuce Bigelow:Male Gigolow), "Ele perdeu o seu rugido (...) Ele costumava expulsar os aldeões, aterrorizando-os, agora eles vão ter com Shrek para autografar forcas e archotes".
Para voltar a ter o seu mojo de ogro, Shrek faz um acordo com o problemático Rumpelstiltskin. Claro que o pacto entre os dois sai furado, e Shrek terá de confrontar como seria Far Far Away, sem os seus amigos saberem da sua existência, isso traduz-se em Donkey passar a ser forçado a puxar carroças, Puss in Boots trocar a sua espada por um arco cor-de-rosa e engordar, Rumpelstiltskin reinar em Far Far Away, e Fiona ser líder de uma rebelião contra o Rei.
Quanto aos novos personagens, as actrizes Kathy Griffin e Kristin Schaal (Flight of the Conchords), dão voz a duas bruxas que caçam ogres. Do lado do bem, encontra-se uma frente de resistência contra Rumpelstlskin, liderado pelo Ogro a que Jon Hamm (Mad Men) dá voz.

O filme tem data de estreia prevista para dia 21 de Maio, sendo o primeiro filme da cine-série a ser exibido com a tecnologia 3D.

25 março 2010

Entrevista a Amanda Seyfried sobre O Preço da Traição

No âmbito de divulgação de "O Preço da Traição" ("Chloe"), Amanda Seyfried concedeu diversas entrevistas aos orgãos de comunicação social, entre as quais ao Hollywood News. Durante a entrevista a actriz foi questionada quanto à preparação que teve para viver a personagem, sobre a sua relação com a personagem de Juliane Moore, nomeadamente o que deveria ou não deveria contar, entre outras que, poderão ver no final do post.

Sinopse: Catherine e David: ela uma médica, ele um professor, são, à primeira vista, um casal perfeito. Com um casamento feliz e um filho talentoso parecem, de facto, estarem a viver a vida pela qual todos anseiam. No entanto, quando David não apanha um voo, acabando por perder a sua festa de aniversário surpresa, Catherine começa a suspeitar sobre uma possível infidelidade do marido, pelo que contrata uma prostituta, Chloe, para seduzi-lo e, assim, testar a sua lealdade, organizando encontros entre esta e o professor. Por seu lado, a mulher da má vida tem a função de relatar tais experiências e, à medida que as descrições se vão tornando cada vez mais gráficas, os encontros começam-se a multiplicar e a relação entre ambos vai-se complicando.

O filme é realizado pelo relativamente desconhecido Atom Egoyan (Where the Truth Lies), tendo roteiro de Erin Cressida Wilson (Fur: An Imaginary Portrait of Diane Arbus).

Elenco: Julianne Moore (Magnolia), Liam Neeson (Taken), Amanda Seyfried (Mamma Mia!), Max Thierot (Jumper), Nina Dobrev (série The Vampire Diaries), Mishu Vellani (Lady Killer), entre outros.

Entrevista a Amanda Seyfried:

Carey Mulligan protagoniza remake de My Fair Lady?

Em entrevista à BBC News, Emma Thompson anunciou que Carey Mulligan poderá estar muito perto de viver o papel de Eliza Doolitlle no grande ecrã. Quando questionada sobre a hipótese de Mulligan protagonizar o filme, a roteirista deu uma resposta esclarecedora, "Penso que Carey foi definida como a protagonista." Após muito tempo conotada com o papel, parece que Keira Knightley, vê assim cair a hipótese de viver no grande ecrã, o papel que já fora de Audrey Hepburn. Quanto a Mulligan, depois de encantar o Mundo com "An Education", despertando para si os holofotes da fama, tem aqui um excelente projecto para confirmar o seu valor.
  Quanto ao actor que deverá viver Henry Higgins, correm fortes rumores de que Hugh Grant será o escolhido, algo que Thompson não desmente totalmente, "Eu adoro Hugh (Grant) por isso adorava que ele protagonizasse, ele pode não querer, por isso ainda não sabemos."
  Segundo Thompson, as filmagens deverão começar no final do ano, pelo que dentro de pouco tempo deverão ser definidos os actores que irão interpretar os clássicos papéis. 


"My Fair Lady", é realizado por John Madden ("Shakespeare in Love", "Proof"). O filme terá como produtores Duncan Kenworthy ("Love Actually," "Notting Hill") e Cameron Mackintosh. A CBS Films, que detém os direitos do filme, vai co-desenvolver o musical.
O filme irá centrar-se mais no livro de Alan Jay Lerner e na peça "Pygmalion", do que no filme de 1964. No original, George Cukor liderou a realização do filme, tendo como protagonistas Audrey Hepburn e Rex Harrison.

Sinopse: Henry Higgins é um arrogante professor de fonética, que considera que o tom de voz de cada um determina o seu lugar na sociedade. Quando houve o terrível tom de voz de Eliza, uma vendedora de flores, decide apostar com Hugh Pickering, que é capaz de a fazer passar por uma duquesa, no curto espaço de seis meses.

Novo Poster Internacional de Robin Hood

No âmbito de divulgação de "Robin Hood", o site BadTaste.It, publicou on-line o poster Italiano do filme. No Posters, Russel Crowe aparece em largo destaque, com toda a ferocidade, qual William Wallace, qual Maximus, pronto a atacar o inimigo.

Quanto à sinopse do filme, esta sofreu várias alterações desde que o filme foi anunciado, não nos devemos esquecer que inicialmente este iria ser um projecto para mostrar toda a lenda sobre Robin Hood, do ponto de vista do Xerife de Nottingham, mas com o passar do tempo a situação foi alterada. A sinopse que actualmente circula pelos vários meios é:

O vencedor do Óscar, Russell Crowe, interpreta a lendária figura conhecida à gerações como "Robin Hood," que permanece no imaginário popular como uma figura associada ao espírito aventureiro e à justiça. Na Inglaterra, do Século XIII, Robin e o seu bando de saqueadores, confrontam a corrupção existente em Nottingham e lideram uma revolta contra a Coroa. E seja como ladrão ou herói, um homem irá tornar-se um símbolo eterno de liberdade, para o seu povo.

A história centra-se em Robin Hood, um experiente arqueiro, que anteriormente só se interessava pela auto-preservação, enquanto esteve ao serviço do exército do Rei Ricardo contra os Franceses. Após a morte do Rei Ricardo, Robin viaja para Nottingham, uma cidade que sofre pela corrupção de um sheriff despótico e de altos impostos. Em Nottingham, irá apaixonar-se pela bela Lady Marion (Cate Blanchett), uma céptica em relação à identidade e motivações de Robin Hood. Esperando conseguir a mão de Lady Marian, e salvar Nottingham da situação caótica que se encontra, Robin une um conjunto de homens, composto por vários mercenários, que irão juntar esforços para corrigir as injustiças sociais cometidas sobre a alçada do xerife.

Com o seu país enfraquecido por décadas de guerra, em apuros pela governação ineficaz no novo Rei, e vulnerável aos perigos externos e internos, Robin e os seus homens terão de responder a este enorme desafio. Estes heróis incomuns e os seus aliados, decidem proteger o país de cair numa guerra civil e voltar aos tempos de glória do mesmo.

Para além de Russel Crow como Robin Hood, estão no elenco, Danny Huston (Ricardo Coração de Leão), Matthew Macfadyen (Xerife de Nottingham), William Hurt (William Marshall), Cate Blanchett (Maid Marian); Vanessa Redgrave (Rainha Eleonor); Oscar Isaac (Rei João); Mark Strong (Sir Godfrey); Scott Grimes (Will Scarlett); Kevin Durand (Little John); Alan Doyle (Alan Dale).

Robin Hood estreia no dia 14 de Maio de 2010, nos Estados Unidos.

Paul W.S. Anderson comanda "Buck Rogers"

Segundo o Deadline New York, a Paradox já escolheu o realizador para levar Buck Rogers ao grande ecrã, o mediano Paul W.S. Anderson ("Residente Evil"). A confirmar-se a presença de Anderson ao leme da adaptação, confirma-se que o desejo de Frank Miller em realizar o filme, fica colocado de lado, sobretudo depois do fracasso monumental que foi "The Spirit". "Buck Rogers" tem roteiro de Art Malculm e Matt Holoway (dupla que colaborou no roteiro do primeiro filme de "Iron Man").

"Buck Rogers" foi um dos primeiros veículos da cultura popular a lidar com as aventuras no espaço, seguindo as pisadas de H.G. Wells. O personagem foi criado em 1928, por Philip Francis Nowlan, aparecendo na revista "Amazing Stories". Desde então, o personagem já viu as suas aventuras no espaço serem adaptadas para, a televisão, para a rádio, para o cinema.

Resta saber que caminho irá seguir Paul W.S. Anderson, tendo em conta que está a lidar com um personagem icónico da cultura pop Norte-Americana. Tendo em conta os trabalhos do realizador, é melhor não se criar grandes expectativas.

Timothy Dalton e Steven Berkoff no elenco de "The Tourist"

Segundo a Variety, o ex-007 Timothy Dalton e Steven Berkoff, foram contratados para o elenco de "The Tourist", juntando-se a Johnny Depp, Angelina Jolie, Paul Bettany e Rufus Sewell. Apesar das filmagens já se terem iniciado, o elenco ainda não se encontra totalmente fechado, pelo que ainda poderão surgir mais algumas novidades no que respeita a este quesito.

"The Tourist", é o remake do filme francês "Anthonny Zimmer", que em 2005 fez grande sucesso não só em França, como fora das fronteiras gaulesas, ganhando algum reconhecimento internacional. Hollywood como não poderia deixar de ser estava atenta e prepara-se para "americanizar" o filme original. O filme centra-se em Frank (Johnny Depp) um turista norte-americano apaixona-se por uma interessante e misteriosa agente da Interpol (Angelina Jolie), mas acaba por ser usado pela agente para investigar um perigoso criminoso com quem esta teve um caso no passado.

O remake é realizado por Florian von Donnesmarck (A Vida dos Outros), tendo roteiro da dupla composta por Julian Fellowes e Christopher McQuarrie.

O filme estreia em Portugal no dia 6 de Janeiro de 2011, com o título, "O Turista". No Brasil, "O Turista" estreia dia 14 de Janeiro de 2011.

Angela Basset junta-se ao elenco de Green Lantern

O elenco de "Green Lantern" ganhou mais uma adição de peso. A actriz Angela Basset foi contratada para interpretar Dr. Amanda Waller, personagem algo obscura no Universo DC. Nos comics, Waller é uma agente governamental que é encarregue de comandar o Esquadrão Suicida, que consiste numa equipa de super-vilões que trabalham para o governo em troca de amnistia. A ideia de trazer Basset passa em grande parte pelo estúdio já estar a pensar numa possível sequela, tendo como vilões o Esquadrão Suicida. O filme já conta no elenco com Ryan Reynolds (Hal Jordan/Green Lantern), Mark Strong (Sinestro), Peter Saarsgard (Hector Hammond), Tim Robbins (Senador Hammond), entre outros.

Sobre Green Lantern: Green Lantern foi criado em 1940 por Bill Finger e Martin Nodell. O filme irá centrar-se em Hal Jordan, personagem que tem a sua primeira aparição na série de comic books em 1959. Jordan é um piloto de testes, a quem é dado um anel e uma bateria, que lhe concedem poderes muito para além do que ele poderia imaginar. Este anel é entregue pelo moribundo Abin Sur, um alienígena cuja nave despenha-se na Terra, e prestes a morrer encarrega o anel de encontrar um substituto como Green Lantern, é então que este o conduz a Hal Jordan (Ryan Reynolds). Este passará a ter a seu cargo a missão de proteger este sector do Universo, tal como os outros Green Lantern´s terão de proteger o seu."

O inicio das filmagens estão marcadas para 2010 e estreia para Junho de 2011. O filme será realizado por Martin Campbell, já o roteiro ficou a cargo Marc Guggenheim, Greg Berlanti e Michael Green.

24 março 2010

Fora de tempo: Compilação de cenas de filmes de Yasujiro Ozu

Para o Vigésimo Terceiro post da secção Fora de Tempo, resolvi colocar uma pequena compilação, sobre os famosos "pillow shots", de Yajusiro Ozu, onde o mestre nos brindava com imagens em movimento de comboios, ou em estações de comboios. No caso da compilação, temos direito a um breve clip de uma cena ocorrida num automóvel. O Comboio foi um dos grandes símbolos da obra de Ozu, contemplando este meio de transporte nas suas obras, ganhando nestas um significado muito próprio, que o elevam a personagem secundária de algumas obras.

Compilação:

Entrevistas a Channing Tatum e Amanda Seyfried sobre "Dear John"

Esta semana estreia nas salas de Cinema Portuguesas, "Dear John", comédia romântica protagonizada por Amanda Seyfried e Channing Tatum. No âmbito de divulgação do filme, a Sony/Screen Gems não se poupou a esforços para promover o mesmo, disponibilizando trailers, clips, posters, entre outros. O grande ponto forte das campanhas promocionais passam habitualmente, pelas entrevistas concedidas pelas estrelas do elenco, no caso a Seyfreid e Tatum. No final do post, podem, não só ver os habituais trailers, como assistirem a alguns clips e a entrevistas concedidas por Channing Tatum e a Amanda Seyfreid.
Durante as entrevistas, os actores foram questionados sobre a química que mantêm dentro do grande ecrã, de onde essa química veio, sobre os seus personagens, sobre o grande número de fãs que a obra de Nicholas Sparks tem, sobre trabalharem com Lasse Hallstrom, entre muitas outras, que poderão ver no final do post.

Sinopse: "Dear John" é um adaptação da obra homónima de Nicholas Sparks, sendo realizado por Lasse Hallstrom. O filme centra-se na história de John Tyree (Tatum), um jovem soldado e Savannah Curtis (Seyfried), uma estudante de um colégio conservador, que se apaixona por Tyree durante as férias da Primavera. Durante os próximos sete tumultuosos anos, o casal é separado pelas constantes missões de John. Visto apenas encontrarem-se de forma esporádica, mantêm-se em contacto através da troca de cartas de amor... correspondência essa que trará consequências indesejadas.

Elenco: Starring: Channing Tatum, Amanda Seyfried, Henry Thomas, Richard Jenkins, Keith Robinson

O filme estreou no dia 5 de Fevereiro nos Estados Unidos, tendo alcançado uma bilheteira acumulada de 79,2 milhões de dólares, que ascende aos 85,8 milhões de dólares se tivermos em conta os resultados alcançados internacionalmente, valores bastante positivos tendo em conta o orçamento de 25 milhões de dólares.

Trailer:



Amanda Seyfreid a promover "Dear John" no The View:





Entrevista concedida por Channing Tatum e Amanda Seyfreid ao Showbiz:



Entrevista a Channing Tatum e Amanda Seyfried:



 Entrevista concedida por Amanda Seyfried ao HitFix:



Entrevista de Channing Tatum ao HitFix:



Clip - Hug on the beach:



Clip - Fight on the Graveyard:



Clip - Reading the Letter: