24 agosto 2010

Sequela de Piranha 3-D a caminho

A Dimension Films anunciou em comunicado oficial, que o remake "Piranha 3D" terá uma sequela. O filme dirigido por Alexandre Aja, não teve uma estreia entusiasmante nas bilheteiras Norte-Americanas, tendo ficado em sexto lugar, com uma receita de bilheteira avaliada em 10 milhões de dólares. Apesar de não ter correspondido nas bilheteiras às expectativas iniciais previstas pelos analistas, a verdade é que o filme obteve críticas relativamente positivas, tendo o trabalho de Aja agradado aos responsáveis da Dimension Films, que assim decidiram apostar numa sequela.

No comunicado, o produtor Mark Canton revelou-se entusiasmado, "Nós estamos entusiasmados pelo facto do público não só estar a adorar PIRANHA 3D, mas também a torcer pelo mesmo. E é fantástico que tantos críticos tenham apreciado o filme e recomendado o mesmo. Nós mal podemos esperar por começar a trabalhar na sequela."

Quanto a outros aspectos, nomeadamente no que respeita ao elenco e argumentistas, não foram revelados pormenores. A única certeza é que "Piranha 3-D" terá uma sequela, que voltará a ser dirigida por Alexandre Aja.

"Piranha 3-D" foi dirigido por Alexandre Aja ("Mirrors"), através do argumento do próprio, em colaboração com Greg Levasseur, Pete Goldfinger e Josh Stolberg. O filme conta no elenco com Jessica Szohr, Steven R. McQueen, Elisabeth Shue, Jerry O'Connell, Ving Rhames, Paul Scheer, Richard Dreyfuss e Christopher Lloyd.

Sinopse de Piranha 3-D: Todos os anos a população da calma cidade de Lake Victoria aumenta de 5,000 para 50,000 habitantes. A razão para este aumento populacional é simples, é a altura das férias, sendo que grande parte da população aproveita esse período, para gozar o Sol, e divertir-se de forma desregrada. Mas este ano, a população de Lake Victoria terá de preocupar-se com algo pior do que as ressacas e as queixas da população mais idosa. Um súbito tremor subaquático faz com que uma peixe comedor de Homens, que remonta à Pré-História, se solte e comece a atacar os banhistas.

Sem comentários: